segunda-feira , 23 de outubro de 2017
Home / Destaques / Operação Lei Seca prende foragido da justiça com arma roubada de policial em Natal
Arma de Fogo apreendida pela Operação Lei Seca

Operação Lei Seca prende foragido da justiça com arma roubada de policial em Natal

Policias da Operação Lei Seca do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) prenderam em uma blitz montada no prolongamento da Avenida Prudente de Morais, em Natal, um homem identificado como Tiago Ramon Alves da Silva, que tinha um mandado de prisão em aberto e acusações de roubo e homicídio.

Com o foragido, os policiais apreenderam uma pistola calibre .40, registrada no nome de um policial militar e tomada em ocorrência desenvolvida as margens do Rio Potengi, quando os policias pescavam no local e foram suspreendidos por bandidos.

De acordo com o relato do coordenador da Operação Lei Seca, Capitão Isaac Paiva, o detido trafegava na via fiscalizada pelos policiais e quando percebeu a blitz reduziu a velocidade, se aproximou do canteiro central e jogou pela janela do veículo a pistola.

 

Thiago Ramon apresentou identidade falsa como o nome de Ismael Oliveira da Silva (Foto: Divulgação).
Thiago Ramon apresentou identidade falsa como o nome de Ismael Oliveira da Silva (Foto: Divulgação).

 

“Os policiais que colocamos na retaguarda da blitz, justamente para visualizar possíveis alterações, perceberam o fato e nos repassaram a informação para determos o meliante, que estava num veículo Vitara preto. Ele foi detido e a arma apreendida”, contou o Capitão.

No ato da abordagem, Thiago Ramon apresentou identidade falsa como o nome de Ismael Oliveira da Silva, porém após os questionamentos dos policiais foi descoberto que ele era foragido da justiça. “No número do CPF dele impresso na identidade constava, após os três primeiros números, dois pontos. Com isso suspeitamos logo que o documento era falso”, explicou o capitão Isaac.

O foragido detido foi conduzido a Delegacia de Plantão Zona Sul onde foi registrada a captura, ficando Thiago Ramon à disposição da justiça. Além das acusações já existentes contra o detido, o mesmo vai responder ainda por porte ilegal de arma de fogo, falsidade ideológica e falsificação de documentos.

Durante a blitz, os policiais da Operação Lei Seca ainda registraram a autuação de 29 condutores por embriaguez ao volante, sendo um desses preso por crime de trânsito.