domingo , 19 de janeiro de 2020
Home / Destaques / Notas da Redação

Notas da Redação

EMPRÉSTIMO

A prefeita Rosalba Ciarlini comemora decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região que anulou decisão do Juiz federal Orlan Donato suspendendo o empréstimo de até R$ 150 milhões, junto à Caixa Econômica, autorizado pela Câmara Municipal de Mossoró.

EMPRESÁRIOS

Por conta dos recursos que serão investidos na economia local, a classe empresarial também viu com satisfação a decisão em favor da prefeitura que terminará aquecendo a economia local.

POPULAÇÃO

Os mossoroenses que verão os resultados diretos dos projetos torciam por essa decisão, pois os recursos terminarão por beneficiar grande parte da população.

OPOSIÇÃO

Os vereadores da oposição fizeram sua parte política. O medo maior é que os recursos sendo investidos durante um ano eleitoral. Ficaram receosos que uma administração contando com recursos possa sair fortalecida junto ao eleitorado.

BETO

No mundo virtual que invadiu a vida da população, o deputado Beto Rosado decidiu consultar os mossoroenses sobre as ruas que preferem ser beneficiadas com calçamento, através de recursos provenientes de emenda de sua autoria no valor de R$ 11 milhões.

DELAÇÃO

As delações premiadas, muitas vezes divulgadas sem a mínima responsabilidade, continuarão a infernizar a vida dos políticos. Sem precisar provar as afirmações, o preso consegue a liberdade quando atinge alguém de projeção.

FÁTIMA

O ex-ministro Palloci, por exemplo, não conseguiu fechar acordo de delação com a Justiça, mas foi ouvido pela Polícia Federal que aceitou suas denúncias. As acusações contra a governadora Fátima Bezerra e a deputada Gleise Hoffman não parecem bem fundamentadas.

PORCO

Quem pensava substituir o consumo da carne vermelha, por conta da disparada nos preços, pela de porco, pode ficar decepcionado. Os preços do frango e do porco acompanharão a escalada dos preços.

TSE

Por quatro votos a três o TSE autoriza assinatura eletrônica para criação de partido, mas ainda terá de regulamentar, o que não permitirá sua utilização de imediato. Em outras palavras, o partido que Bolsonaro pretende criar não será beneficiado pela decisão.

PRESOS

O ministro Gilmar Mendes, do STF, defende a diminuição da população carcerária no país. Para ele, “os presídios estão dominados pelas grandes organizações criminosas e a justiça está fornecendo mão de obra baratíssima para essa gente”.