sexta-feira , 23 de fevereiro de 2018
Home / Destaques / Notas da Redação

Notas da Redação

DIMINUIÇÃO
A cada reunião com o presidente Temer é anunciado um valor menor na ajuda a ser enviada ao RN. Começou com 900 milhões, passou para 600 milhões, e terminou com R$ 400 milhões, isso se a Assembleia Legislativa aprovar as reformas propostas pelo governador.

INDECISÃO
Depois de cancelar a realização do concurso público de praças da Polícia Militar, alegando falta de recursos, o governo republicou, no Diário Oficial de ontem, edital para realização desse mesmo concurso. Havendo disponibilidade financeira, foi um grande equívoco do Governo.

ESCLARECIMENTO
O deputado Ezequiel Ferreira de Souza fez questão de esclarecer, em pronunciamento divulgado nas redes sociais, que nas mensagens de ajuste fiscal encaminhadas pelo governador Robinson Faria não consta a demissão de servidores.

DESLIGAMENTO
O empresário Tião Couto reafirmou que vai trocar o PSDB, partido ao qual é filiado, por outra legenda. Antes, condicionou sua permanência na sigla ao rompimento com o governador Robinson Faria, o que não aconteceu. Considera-se desprestigiado pela direção partidária.

EMPRESÁRIOS
Tião Couto, Jorge do Rosário e Marcelo Rosado fazem parte do núcleo empresarial que, a partir de Mossoró, pretende mudar os rumos da política potiguar. Embora de origem empresarial, o grupo cita o ex-deputado federal João Maia como uma de suas lideranças.

TROCA
O modo de agir o mesmo em toda parte. O PSD estadual apoia o governador Robinson Faria e aprova as reformas por ele propostas à Assembleia. Como o deputado estadual Carlos Augusto divergiu do partido, foi substituído, na Comissão de Justiça, pelo deputado Galeno Torquato.

CIRURGIA
O vigário geral de Mossoró, padre Flávio Augusto de Melo, foi submetido a cirurgia na cidade de Fortaleza e passa bem. Em poucos dias o padre Flávio estará retornando a Mossoró, reassumindo suas funções diocesanos. Os amigos torcem para que a recuperação seja rápida.

EXAGERO
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, considerada uma das maiores amigas do ex-presidente Lula, surpreendeu ao dizer que desconsidera a hipótese dele ser preso; “para prender Lula vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente”.

CAUTELA
O presidente do TRF-4, desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores esteve ontem, em Brasília, com a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia. Quer garantir a segurança dos magistrados que farão o julgamento de Lula.

AUSÊNCIA
Os petistas estranham o silêncio de antigos aliados, como o PDT e o PSB que já informaram que não participarão das mobilizações petistas pela absolvição e candidatura de lula. “Justiça não se decide no enfrentamento nas ruas e sim nos tribunais”, avisaram.

EMPREGOS
A recuperação da atividade economia no país impulsionará o ritmo de contratações e deverá criar pelo menos 1 milhão de empregos em 2018. O setor de serviços e a indústria devem liderar o processo de contratação ao longo do ano. Entre 2015 e 2016 o brasil fechou cerca de 3 milhões de vagas formais de trabalho.