domingo , 25 de junho de 2017
Home / Opinião / Notas da Redação / Notas da Redação

Notas da Redação

VACINAÇÃO
A secretaria de saúde informa o resultado da vacinação contra gripe, que atingiu o índice mais elevado no Rio Grande do Norte. A meta é vacinar até 90% de crianças menores de cinco anos, gestantes e puérperas e trabalhadores na saúde.

ROBINSON
O governador Robinson Faria volta à Região da Grande Mossoró e cumprirá agenda em Areia Branca. Reunirá os prefeitos da Costa Branca para apresentação do Programa Vila Cidadã e do Programa Moradia Cidadã. O encontro será no Hotel Costa Atlântico.

PREJUÍZO
No site do TCE, a informação que aos investimentos em 313 obras paralisadas e inacabadas no Rio Grande do Norte geram um prejuízo de R$ 308 milhões. Os dados estão em relatório sobre obras relevantes com valores acima de R$ 50 mil que não foram concluídas em 100 municípios do Estado.

CRISE
O Brasil enfrenta a maior crise política do início do século XXI. A diferença dos tempos passados é que sempre que essas dificuldades surgiam, a primeira medida era a convocação dos generais, Hoje, é diferente. A crise deverá ser solucionada sem a necessidade da convocação dos militares. Os próprios políticos, com apoio popular, atravessarão o tsunami político.

TEMER

Temer descarta renúncia em pronunciamento
Temer descarta renúncia em pronunciamento

O presidente Michel Temer, em pronunciamento à Nação, declarou que não renunciará ao mandato como quer a oposição e parte dos aliados no Congresso. Cresce a teoria da realização de eleições gerais para a escolha de novo presidente e renovação de todos os mandatos eletivos.

MONTAGEM
o presidente Temer desconfia que o áudio divulgado pelo empresário Joesly foi uma montagem e está solicitando realização de perícia na gravação. o Presidente Temer também sabia da existência de procurador da república infiltrado pelo empresária nessa investigação.

GILMAR
Por conta da crise, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, convocará sessões extraordinárias para antecipar o julgamento do processo que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, que estava marcado para o mês de junho.

APOIO
A maior dificuldade do presidente Temer é a falta de apoio da população. Culpado ou não, 87% querem a sua renúncia. Mesmo que ele atravesse a procela deverá perder o mandato por decisão do Tribunal Superior Eleitoral que não terá como ficar em posição contrária ao clima nacional, embora o presidente Gilmar Mendes afirme que a Justiça não pode ser influenciada pela opinião pública.

GOVERNABILIDADE
O que se comenta em Brasília é que o presidente Temer perdeu a sustentação política, ou seja, perdeu a governabilidade. Nada do que conseguiu de positivo na área econômica servirá para sustenta um governo fraco, sem nenhum apoio popular.

ALTERNATIVA
Sem suporte constitucional para cassar mandatos de deputados federais e senadores, o Supremo Tribunal Federal passou a adotar o sistema de afastamento do mandato. Esses parlamentares continuam com direito ao diploma que receberam após cada eleição, mas ficarão afastado de suas funções. Preserva-se o mandato enquanto se incia o processo de cassação do mandato, o que será inevitável.