quinta-feira , 27 de abril de 2017
Home / Opinião / Notas da Redação / Notas da Redação

Notas da Redação

POSSE

Nayara Gadelha

Em viagem administrativa à Brasília, a prefeita Rosalba Ciarlini transmitiu o cargo à vice-prefeita Nayara Gadelha que assume interinamente o cargo de prefeita de Mossoró. Em todos os seus mandatos de prefeita, Rosalba sempre teve essa atitude em relação aos que ocuparam o cargo de vice-prefeito.

JUVENTUDE
Em toda história política de Mossoró, Nayara Gadelha é a mais jovem ocupante do cargo de prefeita da cidade. Amanhã, abrirá o Torneio Juventude pela Paz, promovido pela Secretaria municipal de Desenvolvimento Social: “cartão vermelho nas drogas, um gol para vida. “

SECRETÁRIA
Uma mulher voltará a comandar a Secretaria de Segurança do Rio Grande do Norte. A delegada Sheila Freitas foi vista conversando com o governador Robinson Faria e, convidada, teria aceito o convite para assumir o cargo. Sheila é muito respeitada na polícia do RN.

NOMES
Além da delegada Sheila Freitas, estão sendo analisados para o cargo os nomes do delegado civil Clayton Pinho e Artur José Dian, atualmente exercendo o cargo de delegado no estado de São Paulo, onde comandou o Grupo Armando de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra).

MILITARES
Para quem pensa que os militares estão alheios à crise política que tomou conta do país, as redes sociais transmitiam mensagem preocupante atribuídas ao comandante na Amazônia, o General Heleno Augusto. A crise existe, mas os civis estão dando conta do recado.

TRANSPORTE
O vereador Francisco Carlos apresentará projeto de lei que obriga as empresas de ônibus que atendem o transporte público de Mossoró colocarem placas indicativas com informações sobre o ano de fabricação e o início da operação do veículo.

PATRIMÔNIO
O vereador João Gentil mostrou sua preocupação com o aumento de crimes ao patrimônio público na cidade de Mossoró. De acordo com o vereador, houve um aumento significante no registro de boletins de ocorrência quando se compara ao ano anterior.

CAJUEIRO
Depois de participar de audiência com o presidente do Senado, Eunício Oliveira, em companhia dos vereadores Sandra Rosado, João Gentil, Isabel Montenegro, vereadores de Baraúna e do Vale do Jaguaribe a deputada Larissa Rosado propôs realização de audiência pública para discutir a BR 437, a Estrada do Cajueiro.

AFASTAMENTO
Ex-deputada federal, ex-governadora, ex-prefeita de Natal e ex-vice-prefeita de Natal, a vereadora Wilma de Faria formalizou pedido de afastamento temporário do cargo por motivo de saúde. O suplente Dickson Júnior assumirá o cargo de vereador no período de afastamento.

GERENTE
O jornalista e economiário Julierme Torres, que durante muitos anos trabalhou como jornalista na “Gazeta do Oeste, assumiu a gerência geral da Caixa Econômica Federal em Mossoró, em substituição a Arthemis Luiz. A coluna deseja sucesso ao novo administrador da CEF local.

SALÁRIOS
Permanece o drama do pagamento dos servidores públicos estaduais. Sem condições para o pagamento integral dos salários, servidores que ganham acima de R$ 4 mil receberão sexta-feira parcela do que é devido pelo Estado. O restante do salário vai depender da disponibilidade de recursos.

PAPA
Mais um desgaste para o presidente Temer. Em carta, o Papa Francisco comunicou sua recusa em visitar o Brasil e ainda cobre do presidente que evite medidas que agravem a situação da população carente do país. O convite era para participar das comemorações dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, comemorados em 2017.

MANTEGA
O ex-ministro Guido Mantega não esconde seu desconforto em ter seus passos monitorados pela Polícia Federal. Ele é citado nas delações da Odebrecht como “pós-italiano”, sendo responsável por arrecadar dinheiro para o PT e para campanhas presidenciais.

GASOLINA
Em Brasília, o preço da gasolina continua caindo. O litro de combustível está sendo vendido por até R# 3,35, por conta do encalhe de combustíveis nos tanques. Tudo por conta da falta de dinheiro onde os donos de carros estão com orçamentos quase estourado.

JULGAMENTOS
Os políticos sem mandatos não possuem foro privilegiado e, nessa condição serão os primeiros a serem julgados na Operação Lava Jato. Para agilização do processo a ministra Cármem Lúcia, presidente do STF reforçou a equipe que assessora o ministro Fachin, relator do processo.