terça-feira , 23 de maio de 2017
Home / Destaques / Nordeste tem inflação acumulada maior do que a média nacional
Gasto com transporte é um dos fatores que justificam a diferença
Gasto com transporte é um dos fatores que justificam a diferença

Nordeste tem inflação acumulada maior do que a média nacional

A inflação na região Nordeste em abril, no acumulado dos últimos doze meses, é de 10%. O índice é 0,7% maior do que a inflação do país no mesmo período. As informações são do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), órgão de pesquisas do Banco do Nordeste.

Além da inflação regional, o estudo também aponta os índices de aumento de preços nas três principais regiões metropolitanas do Nordeste. Fortaleza (CE) registrou a maior variação no acumulado em doze meses: 11,3%.

Recife (PE) e Salvador (BA) apresentaram índices menores do que a inflação regional: 9,8% em Pernambuco e 9,5% na Bahia. Salvador, cidade mais populosa do Nordeste, é também a que tem maior peso no cálculo da pesquisa do Etene.

O estudo da inflação regional é baseado em nove grupos de preços. O componente “Alimentos e bebidas” registrou o maior crescimento do nível de preços: variação de 16% na região e 13,4% no país. O grupo “Comunicação” apresenta o menor aumento: 3,7% no Nordeste 3,5% no Brasil.

Também apresentaram inflação acima de média nacional os grupos “Transportes”, “Saúde e cuidados pessoais” e “Despesas pessoais”, enquanto os preços aumentaram menos na região do que no país nos grupos “Habitação”, “Artigos de residência”, “Vestuário” e “Educação”.

A pesquisa é conduzida pelos economistas do Banco do Nordeste Antônio Ricardo de Norões Vidal e Allisson David de Oliveira Martins. No final de 2015, o índice de inflação no Nordeste era de 10,4%, enquanto o do Brasil registrava 10,7%.