terça-feira , 20 de novembro de 2018
Home / Destaques / Motociclista quase atinge o  máximo no teste do bafometro em Apodi
Homem foi preso e autuado por infrações gravíssimas que somam R$ 4.403,85.
Homem foi preso e autuado por infrações gravíssimas que somam R$ 4.403,85.

Motociclista quase atinge o  máximo no teste do bafometro em Apodi

Apesar dos apelos das autoridades de trânsito  aos motoristas para evitarem colocar a vida em risco, um homem foi flagrado na Operação Carnaval 2018 muito alcoolizado e sem capacete dirigindo uma motocicleta em Apodi, região oeste potiguar. Ele também não era habilitado.

O motorista fez o teste com etilômetro e quase atingiu o máximo do equipamento: o índice foi 1,83 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões. O limite é 2,00 mg/l.

A imprudência foi flagrada no final da tarde do sábado de Carnaval (10), quando uma equipe de Policiais Rodoviários Federais (PRFs) fiscalizava no km 75 da BR-405.

Devido seu estado, a dificuldade de equilíbrio era clara. Esta constatação já sustentaria sozinha as providências legais de prisão pelo crime de trânsito de dirigir veículo automotor sob efeito de álcool, previsto no artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro. A pena pode chegar a três anos de detenção, mas é possível responder o processo em liberdade.

Além de preso, o homem foi autuado pela direção sob efeito de álcool, dirigir sem capacete, não possuir habilitação e pela falta de licenciamento do veículo. Todas são infrações gravíssimas e somam R$ 4.403,85.

A Operação Carnaval 2018 continua até a meia-noite de quarta-feira (14) e conta com reforço de policiais para aumentar a segurança nas rodovias federais.