sábado , 16 de dezembro de 2017
Home / Sociais / Macau / Macau

Macau

De dez
Os preparativos para a III Semana Nacional Justiça pela Paz em Casa já começaram e contam com o apoio de um dos maiores eventos sediados na capital potiguar, o Carnatal que na edição de 2015 vai divulgar entre os foliões informações sobre a necessidade de que cada um faça a sua parte para diminuir a violência doméstica e contra a mulher.

Gritaria Grande
A população da cidade de Macau clama por água. O problema já bateu em todas as portas. Tudo parece caminhar em marcha lenta. Agora a classe política se une, independente de partido, para encontrar uma solução para matar a sede de 32 mil habitantes da maior cidade salineira. Enquanto isso a população recebe água salobra nas torneiras e contas de água que não existe na cidade.

Iniciativa
O chefe do Executivo macauense Kerginaldo Pinto participou na última terça-feira, 27, de uma audiência intermediada pela Assembleia Legislativa com o governador Robinson Faria, juntamente com uma comissão de vereadores da cidade.

Pauta
Durante a reunião foram discutidas soluções para amenizar o colapso no abastecimento de água da cidade. Atendendo a solicitação entregue em mãos pelo prefeito, através de oficio, o governador pediu que a Caern suspendesse a cobrança da taxa de água até que o abastecimento seja regularizado em Macau.

Alerta
Durante a audiência, o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Mairton França, chamou atenção para uma questão que vai além do fornecimento de água, que é a perfuração de poços rasos para solucionar o problema.

Esqueceram de mim
A Caern “esqueceu” dos alunos matriculados na rede estadual de ensino em Macau. Enquanto carros-pipa cedidos pelo governo e pagos com o dinheiro do povo distribui água em algumas localidades, as escolas do governo param as aulas por falta de água.

Pires na mão
O presidente da Caern, Marcelo Toscano, deixa claro na audiência que vai paralisar a captação de água do rio até que se normalize o nível, sem previsão de retorno do abastecimento para os próximos dias. A Caern expõe as dificuldades financeiras do governo e diz que não tem mais condições de pagar carros-pipa, pedindo à prefeitura que assuma a operação.


A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Macau, iniciou na última segunda-feira, 26, a peregrinação da imagem da padroeira nas residências dos macauenses que moram em Natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *