sábado , 20 de julho de 2019
Home / Destaques / Grupo de mulheres sanfoneiras é destaque no Polo de Cultura Popular
Atrações-do-polo-cultural-cc-28-678x381

Grupo de mulheres sanfoneiras é destaque no Polo de Cultura Popular

O Polo de Cultura Popular, um projeto dentro do Mossoró Cidade Junina que mantém viva a cultura popular do sertão, recebeu na noite desta quinta-feira (20) apresentações de Sertão Raízes, As Severinas, Maria Sem Vergonha e Rabequeira Tiquinha Rodrigues. O grande destaque da noite foi para o grupo de mulheres sanfoneiras pernambucanas, As Severinas, que encantaram o enorme público presente no Memorial da Resistência.

O grupo As Severinas, da região de Pajeú no Pernambuco, formado há oito anos pelas amigas Monique D’Angelo, Isabelly Moreira e Marília Correia, está se apresentando em Mossoró pela primeira vez. Monique não esconde a alegria de ver a valorização da cultura popular no MCJ. “Achei muito interessante a proposta de abarcar toda a cultura e não deixar as coisas morrerem, porque a cultura popular de certa forma está sendo esquecida. Por isso que acho muito interessante Mossoró estar fazendo isso, tanto neste polo, quanto na Cidadela e Estação. Têm forró e festa para todos os gostos. Tá sendo muito prazeroso tocar aqui. Mossoró tem sido muito aconchegante, muito acolhedora para mim “, destaca a cantora que faz mestrado de Ciências Sociais e Humanas na UERN.

Em um mercado composto em sua maioria por homens, sendo mais comum a figura masculina no mundo da sanfona, Monique explica que todos se impressionam ao vê-la tocando na sanfona. “É uma coisa bem excepcional uma mulher sanfoneira. Todos se impressionam onde quer que eu chegue. Desde criança eu tenho essa afeição por sanfona. Tenho um tio avô que toca e eu sempre quis tocar. Ganhei uma sanfona de brinquedo da minha avó quando tinha nove anos e ao invés de chegar em casa e tocar violão, que eu fazia aula, acabava tocando a sanfona.”, finaliza a cantora.

O grupo fez apresentações de forró pé de serra, relembrou sucessos de Domiguinhos, Luiz Gonzaga e Marinês. Ainda trouxe releituras do MPB e declamação de poesias durante o show.


Fernando Barbosa, Maria de Jesus, Jaqueline Sales e Francisco de Morais durante apresentações no Polo de Cultura Popular.

A recifense Jaqueline Sales, que mora em Mossoró há 20 anos, está participando de mais um ano de MCJ e pontua estar muito feliz nesta edição. “Aqui em Mossoró a gente se sente satisfeitos, se sentimos em casa. Eu adorei os forrós de hoje, essa cidade tem tudo de bom e por isso tenho um sentimento de gratidão e de muita emoção. A gente fica feliz e acabamos trazendo muita gente de fora, chamamos vários amigos.”, afirmou Jaqueline que pretende vir todos os dias de festas com seus amigos.

Maria de Jesus, natural de Fortaleza, mas morando há 20 em cidade, não deixou de vir dançar forró com seu marido Fernando Barbosa no Polo de Cultura Popular. “Aqui é só alegria, vale a pena demais vir curtir e aproveitar, porque São João é isso. É bom demais vir dançar forró, por isso que todo ano estou por aqui.”, disse Maria.

 

Portal Prefeitura