domingo , 17 de novembro de 2019
Home / Cotidiano / Governo do RN abre licitação para reforma do Teatro Lauro Monte Filho

Governo do RN abre licitação para reforma do Teatro Lauro Monte Filho

O Governo do Rio Grande do Norte publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) aviso de licitação para a reforma do Teatro Lauro Monte Filho, em Mossoró, que está fechado há nove anos. O documento libera valor de R$5.133.199,53 para a obra e as empresas interessadas têm até o dia 12 de janeiro de 2018 para entregarem propostas.

No aviso de licitação, o Governo informa que os recursos para a reforma foram conseguidos através de Empréstimo do Banco Internacional, por meio do Projeto RN Sustentável (Governo Cidadão).

O edital para reforma do Teatro Lauro Monte Filho pode ser consultado na Comissão Mista de Aquisições e Licitações do Projeto Governo Cidadão, localizada na SEPLAN, onde as empresas ou consórcios interessados na obra devem apresentar as propostas até as 10h do prazo limite. Ainda no dia 12 de janeiro de 2018, às 10h05, os documentos com os valores enviados pelas empresas serão abertos na presença dos interessados.

Junto com a proposta, as companhias que participarem da licitação devem entregar Garantia de Proposta no valor de R$ 256.000, no caso de Garantia ou Caução Bancária, ou de R$ 769.000 no caso de Seguro Garantia.

 

reforma teatro

 

Em junho deste ano, Robinson Faria anunciou que o Teatro passaria por reforma e que a obra custaria R$ 3,5 milhões.

Abandonado desde 2008, o Teatro Lauro Monte Filho é um importante equipamento da Cultura mossoroense. O prédio chegou a passar por reformas duas vezes, nos anos de 2012 e de 2014, mas as obras foram abandonadas pelas empresas e hoje o local serve de abrigo para pombos e moradores de rua.

Nas redes sociais, a diretora geral da Fundação José Augusto, responsável pelo Teatro, comemorou o avido de licitação.

“É com muita alegria que depois de dois anos rompendo burocracias conseguimos chegar ao fim de parte de um processo que é a RESTAURAÇÃO DO TEATRO DE MOSSORO LAURO MONTE FILHO”, escreveu a diretora.