segunda-feira , 23 de outubro de 2017
Home / Destaques / Garibaldi apela para moderação entre Ministério Público e o grupo Guararapes
Plenário do Senado

Garibaldi apela para moderação entre Ministério Público e o grupo Guararapes

O Rio Grande do Norte acompanha com preocupação as consequências do episódio em que o Ministério Público do Trabalho aplicou multa ao Grupo Guararapes em valor superior a R$ 37 milhões. Os procuradores do trabalho querem que a empresa se responsabilize quanto aos direitos trabalhistas dos empregados das facções de costura terceirizadas.

Pelas redes sociais, o principal executivo do grupo Guararapes, Flávio Rocha, acusa a procuradoria de tentar prejudicar seu pai, Nevaldo Rocha e que, por conta de ações do MPT a companhia teria reduzido de 60% para 20% suas operações no Rio Grande do Norte. Flávio sente-se expulso do próprio estado e obrigado a construir novas fábricas em outros estados e países.

Preocupado com o agravamento da situação o senador Garibaldi Alves emitiu nota em que apela para q