terça-feira , 12 de novembro de 2019
Home / Destaques / Forte dos Reis Magos encerra visitações esta semana dar início a obras
Forte dos Reis Magos encerra visitações esta semana dar início a obras
Construção passará por adequação às normas de acessibilidade (Giovanni Sérgio).

Forte dos Reis Magos encerra visitações esta semana dar início a obras

Símbolo do Rio Grande do Norte, o Forte dos Reis Magos seguirá aberto para visitações até a próxima sexta-feira, 30 de novembro. Após esta data, o local passará por obra, com orçamento de R$ 3,9 milhões, para adequação às normas de acessibilidade.

A obra foi autorizada pelo Governo do Estado, que reassumiu a administração do Forte.

Em forma de estrela, o Forte dos Reis Magos foi a primeira construção de Natal — fundada em 25 de Dezembro de 1599 — daí o nome dado à cidade. Foi erguido pelos portugueses sobre recifes com cascalho de ostras, óleo de baleia, areia e pedras. A construção secular conserva canhões que miram o mar e é um dos principais pontos turísticos do estado. De lá se pode observar o mar aberto, a ponte Newton Navarro sobre o rio Potengi e o manguezal repleto de caranguejos “chama-maré”.

Segundo o IPHAN, a fortificação teve sua construção iniciada em 1603. Em 1630, era mencionada como totalmente concluída, na sua forma atual. Acredita-se que seu projeto e os acréscimos posteriores, sejam de autoria do engenheiro-mor do Brasil, Francisco de Frias Mesquita. De 1634 a 1654, esteve sob o domínio holandês, chamando-se Castelo Ceulen.

Em 1894, o Forte dos Reis Magos deixou de ser considerado um elemento defensivo para o Exército e, em 1904, foi desativado, mas chegou a ser usado durante a 1ª Guerra Mundial. Passou para a guarda da Marinha no início do século XX, quando ocorreu a instalação de um farol que funcionou, também, como morada do faroleiro e sua família. Após sofrer um grave processo de degradação, o Forte foi tombado pelo Iphan, em 1949, e restaurado entre 1953 e 1958.