domingo , 21 de outubro de 2018
Home / Destaques / Família recebe corpo errado em velório no município Tenente Ananias
"A gente não quer falar sobre isso, quer tentar esquecer. Foi algo muito constrangedor. Está todo mundo abalado", afirmou um dos familiares do falecido.
"A gente não quer falar sobre isso, quer tentar esquecer. Foi algo muito constrangedor. Está todo mundo abalado", afirmou um dos familiares do falecido.

Família recebe corpo errado em velório no município Tenente Ananias

Um erro cometido pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) resultou na troca de corpos na cidade de Tenente Ananias, na região Oeste potiguar. O corpo de um homem que morreu no último domingo (20), não era o mesmo do parente que a família aguardava no velório. “A gente não quer falar sobre isso, quer tentar esquecer. Foi algo muito constrangedor. Está todo mundo abalado”, afirmou um dos familiares do falecido.

A Secretaria de Assistência Social de Tenente Ananias afirmou que após a identificação na sede do ITEP, em Natal, o corpo voltou para o município de Tenente Ananias, a mais de 400 quilômetros da capital, através do carro da funerária contratada. Ao chegar ao velório, entretanto, foi percebido que não se tratava do corpo correto.

O ITEP reconheceu o erro e disse que está apurando o caso, para que as devidas penalidades sejam efetivadas. O diretor do Instituto, Marcos Brandão, afirmou que o erro foi provavelmente causado por falha humana. “O número também fica cadastrado no sistema e o corpo só pode ser liberado após uma conferência. É o procedimento padrão, que provavelmente não foi seguido”, disse.

O sistema utilizado pelo ITEP para registro de corpos segue o mesmo padrão desde agosto de 2017. Desde lá, o órgão já liberou mais de três mil cadáveres e esse foi o primeiro erro cometido. A corregedoria da Secretaria de Segurança Pública vai apurar se o erro foi cometido pelo servidor ou pelo sistema e o que teria provocado isso.