domingo , 20 de agosto de 2017
Home / Destaques / Estrada do Cajueiro será discutida em Audiência Pública

Estrada do Cajueiro será discutida em Audiência Pública

Apresentado nesta terça-feira, 18, requerimento da deputada Larissa Rosado (PSB) propõe discussão acerca da questão da BR-437 – Estrada do Cajueiro. A audiência pública deverá ser realizada na Câmara Municipal de Mossoró, em conjunto com a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, em data a ser definida conjuntamente com o legislativo municipal mossoroense.

A Estrada do Cajueiro compreende um trecho de 80 km da BR 437 que liga a Chapada do Apodi (RN) ao Vale do Jaguaribe (CE). Reivindicação antiga busca asfaltar o trecho que tem 38 km no estado do Rio Grande do Norte e 42km no do Ceará.

Para a deputada Larissa Rosado que, há muito luta por essa obra, “é necessária a integração do poder legislativo estadual e os municipais, como forma de unificar a luta, dividir responsabilidades e cobrar do poder executivo a tomada de providências para que se resolva esse tão antigo problema.

Em recente conversa com agricultores rurais do município de Baraúna, a parlamentar ouviu mais uma vez sobre a importância dessa estrada.

“A estrada do Cajueiro é responsável pelo escoamento de muito da produção agrícola do oeste potiguar e encontra-se praticamente intransitável, o que gera prejuízo aos produtores”, revela Larissa, afirmando que a audiência tem objetivo de levar ao Executivo Estadual, a voz dessas pessoas que são diretamente prejudicadas com a falta da estrada.

Educação

Atenta ao que acontece em sua cidade Natal, a deputada Larissa Rosado também apresentou hoje, solicitação de adequação urgente da estrutura, do quadro de pessoal e, sobretudo, de fornecimento de merenda escolar na Escola Estadual Francisco Antônio de Medeiros, única da cidade de Mossoró com Ensino Médio que funciona com regime de tempo integral.

“Não bastassem as dificuldades com a estrutura física e com a escassez de servidores, agora até a merenda não está chegando, o que inviabiliza a permanência dos alunos na escola e renega todo o projeto de permanência do jovem em formação na instituição escolar”, aponta a deputada, reforçando que a educação também deve ser prioridade do Governo do Estado.