domingo , 15 de dezembro de 2019
Home / Destaques / Espanha: socialistas voltam a ganhar eleições mas perdem força
Espanha

Espanha: socialistas voltam a ganhar eleições mas perdem força

Por RTP  Lisboa

A Espanha voltou às urnas pela segunda vez este ano e os socialistas do Partido Socialista Obrero Español (PSOE) ganharam as eleições gerais deste domingo (10), mas sem maioria absoluta. O PSOE ganhou com 28% e perdeu três deputados, comparativamente às eleições de abril passado, ficando com 120 deputados.

O conservador Partido Popular (PP) elegeu mais 21 deputados e reforçou-se como segunda força política espanhola com quase 21% dos votos,

A novidade do pleito foram os 15,9% da legenda Vox que, com 52 deputados (mais 28 do que elegeu em abril), passa a ser a terceira força política.

Segue-se o partido Unidas Podemos, que alcançou os 12,84%, embora tenha perdido sete deputados, e o Ciudadanos que, com 6,79%, passou de 57 para 10 deputados, o que levou Albert Rivera, líder da legenda, a apresentar sua demissão.

Impasse

Sem maioria absoluta e com perda de força parlamentar por parte da esquerda, as últimas eleições voltam a trazer um impasse político na Espanha. Mas Pedro Sánchez, líder do PSOE, já garantiu que vai haver um “governo progressista”.

O bloco de partidos da esquerda espanhola formado pelo PSOE, Podemos e Mais País (considerado extrema-esquerda) supera apenas em seis deputados o de direita formado pelo PP, Vox e Cidadãos. O bloco de partidos de direita aproxima-se agora do de esquerda, considerando que em abril estavam separados por dezesseis lugares.