sábado , 24 de agosto de 2019
Home / Destaques / Entidades discutem reflexos da paralisação dos caminhoneiros em Mossoró
A reunião aconteceu na sede do Sindicato do Comércio Varejista Mossoró (Sindvarejo).
A reunião aconteceu na sede do Sindicato do Comércio Varejista Mossoró (Sindvarejo).

Entidades discutem reflexos da paralisação dos caminhoneiros em Mossoró

Representantes de diferentes entidades se reuniram nesta terça-feira em Mossoró para discutir os reflexos da paralisação dos caminhoneiros sobre Mossoró. A reunião aconteceu na sede do Sindicato do Comércio Varejista Mossoró (Sindvarejo) e contou a presença dos comandantes da Polícia Militar, da Associação Comercial Industrial de Mossoró (ACIM), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio-RN), de donos de postos de combustíveis e de supermercados.

Devido à paralisação de atividades dos caminhoneiros, que se concentram às margens da BR-304, postos de combustíveis e diversas lojas e supermercados já apresentam dificuldades no abastecimento.

Michelson Frota, presidente do Sindvarejo e um dos representes na reunião, afirmou que cargas emergenciais como alimento e combustível, poderão ter o apoio e escolta da Polícia Militar e Forças Armadas. Segundo ele, “é uma solução emergencial, questão de sobrevivência mesmo, a gente está pedindo todo apoio e através do 0800 da Secretaria de Segurança do Estado”.

O movimento fez ainda com que a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte recomendasse aos professores não realizarem atividades avaliativas para os casos de alunos que não conseguem chegar à faculdade.