domingo , 17 de dezembro de 2017
Home / Universo / Dicas Gramaticais / Dicas Gramaticais

Dicas Gramaticais

Gramaticando

Morfologia – final
No domingo passado abordamos neste espaço um tema importantíssimo na nossa língua portuguesa: morfologia. Hoje daremos continuidade.
7. Advérbio – É a palavra usada para indicar as circunstâncias em que ocorre a ação verbal.
7.1 Classificação do advérbio
De acordo com as circunstâncias que exprime, o advérbio pode ser de:
Tempo (ontem, hoje, logo, antes, depois)
Lugar (aqui, ali, acolá, atrás, além)
Modo (bem, mal, depressa, assim, devagar)
Afirmação (sim, deveras, certamente, realmente)
Negação (não, absolutamente, tampouco)
Dúvida (talvez, porventura, provavelmente)
Intensidade (muito, pouco, mais, bastante)
7.2 Locução adverbial
É um conjunto de duas ou mais palavras com valor de advérbio.
7.3 Advérbios interrogativos
São advérbios interrogativos: quando(de tempo), como(de modo), onde(de lugar), por que(causa). Podem aparecer tanto nas interrogativas diretas quanto nas indiretas.
8. Preposição
Há palavras que, na frase, são usadas como elementos de ligação: uma delas é a preposição.
Preposição é a palavra invariável que liga dois termos.
Nessa ligação entre os dois termos, cria-se uma relação de subordinação em que o segundo termo se subordina ao primeiro.

Gramaticando II

Continuação…
9. Conjunção
Além da preposição, há outra palavra que, na frase, é usada como elemento de ligação: a conjunção. Conjunção é a palavra que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração.
9.1 Classificação das conjunções
As conjunções podem ser coordenativas e subordinativas.
10. Interjeição
Há palavras que expressam surpresa, alegria, aplauso, emoções. Essas palavras são as interjeições. Interjeição é a palavra que procura expressar, de modo vivo, um sentimento.

10.1 Classificação de interjeição
As interjeições classificam-se segundo as emoções ou sentimentos que exprimem:
Aclamação: Viva!
Advertência: Atenção!
Agradecimento: Grato!
Afugentamento: Arreda!
Alegria: Ah!
Animação: Coragem!
Pena: Oh!
10.2 Locução interjetiva
São duas ou mais palavras com valor de interjeição.
OBS – Esmiuçamos neste espaço as dez classes de palavras que regem a nossa língua.

Rapidinhas

Gramaticando III

Utilização correta da palavra “através”

A palavra através tem apenas um significado: passagem de um lado para outro.
É muito comum ela ser empregada com outros sentidos (errados), como:
– Encontrei um emprego através de uma agência
A frase acima está errada, pois o através não tem o sentido correto. A frase correta seria:
– Encontrei um emprego por intermédio de uma agência
Exemplo de uso correto da palavra “através”:
– Consigo enxergar aquela cidade distante através de binóculos
– Vejo a neve através da janela

Morfologia e Sintaxe

Todos nós que estudamos a língua portuguesa nas escolas sabemos que uma gramática é dividida em fonética, morfologia, sintaxe, etc.
Porém tal divisão, às vezes, confunde os alunos, principalmente quando o assunto é morfologia e sintaxe. Muitos confundem as duas partes e acabam por misturá-las em uma análise.

A morfologia é a parte da gramática que considera a palavra em si (sozinha), já a sintaxe estuda a palavra em relação às outras que se acham na mesma oração. Resumindo, uma palavra exerce na oração duas funções: a morfológica que é a que a palavra exerce quanto à classe a que pertence (substantivo, adjetivo, pronome, etc) e a sintática, que vem a ser a que a palavra exerce em relação a outros termos da oração. Nesse caso, a palavra poderá desempenhar vários papéis (sujeito, objeto, etc).
Ex.: “Maria comprou um carro”.

Se analisarmos a palavra “Maria” no sentido morfológico, temos um substantivo próprio, já na sintaxe “Maria” é sujeito simples da oração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *