sexta-feira , 13 de dezembro de 2019
Home / Cotidiano / Déficit de funcionários prejudica emissão de carteiras de trabalho em Mossoró
Espera na fila pelo documento pode levar mais de um mês (Foto: Cacau).
Espera na fila pelo documento pode levar mais de um mês (Foto: Cacau).

Déficit de funcionários prejudica emissão de carteiras de trabalho em Mossoró

Usuários que necessitam da carteira de trabalho reclamam da demora na emissão do documento. Devido à pouca quantidade de profissionais na Gerência Regional do Trabalho e Emprego em Mossoró, são liberadas apenas 30 fichas de atendimento para o documento por dia, número insuficiente para atender à demanda da cidade e outros municípios região Oeste do Rio Grande do Norte e ainda de algumas cidades da Paraíba e de Pernambuco, o que gera filas de espera de mais de um mês.

“Há dois meses venho tentando agendar a emissão da carteira de trabalho, mas, sempre que entro no site, as vagas estão esgotadas ou não há datas liberadas. Já passei madrugadas tentando marcar o dia de atendimento, mas não consegui”, disse a consultora de vendas Rita Cássia.

A emissão da certeira só é realizada após agendamento, feito através do site do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) ou por meio do telefone 158. Na Gerência de Mossoró, apenas dois funcionários fazem o serviço de emissão do documento e o atendimento ao público só é realizado pela manhã, pois, devido à insuficiência de servidores, a tarde é reservada para a confecção das carteiras.

O servidor do MTE, Francisco dos Santos Costa explica que o sistema de marcação de atendimentos abre às 6h e que as vagas esgotam rapidamente. Ele orienta as pessoas que não têm acesso à internet a realizarem o agendamento através do telefone 158.

“Nós nos esforçamos para fazer o melhor atendimento. Mesmo nos casos que as pessoas precisam do documento com urgência, elas devem fazer o agendamento e, se não for possível esperar o prazo, nos procurar para buscarmos uma saída. Geralmente, conseguimos resolver 90% dos casos de urgências, mas precisamos de mais servidores”, disse.

Francisco dos Santos conta que a demanda na gerência diminuiu um pouco com os atendimentos para a carteira de trabalho sendo realizados também em Apodi, mas, ainda assim, os documentos são confeccionados em Mossoró, o que gera maior demanda de trabalho aos poucos funcionários do órgão no município.

Para emitir a carteira de trabalho, é preciso apresentar os originais de RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento e comprovante de endereço com CEP válido. Para tirar a segunda via do documento, é preciso entregar também o Boletim de Ocorrência de perda e ainda o número da carteira antiga.