domingo , 15 de dezembro de 2019
Home / Artigos / Cultura lúdica é a essência da infância – Elidiane Silva
Foto: Renato Araújo/Agência Brasília.
Foto: Renato Araújo/Agência Brasília.

Cultura lúdica é a essência da infância – Elidiane Silva

A infância é uma fase da vida que é marcada pelo brincar, pois quando falamos em infância vem logo ao pensamento as brincadeiras que estão inseridas no nosso contexto cultural. A infância da contemporaneidade sofreu algumas mudanças devido os avanços tecnológicos que trouxe uma nova comunicação e entretenimento rápido facilitando a interação entre as pessoas.

Diante da facilidade dos eletrônicos entrarem nas residências foram surgindo as mudanças em relação ao brincar, em seguida veio à internet que foi ganhando espaço no cotidiano das pessoas inclusive das crianças fazendo com que alguns brinquedos fossem menos usados sendo substituindo pelos eletrônicos.

Hoje as crianças estão muito ligadas à tecnologia, pois acabam deixando de fazer suas necessidades para ficar conectados a era digital. Deixam de ir ao banheiro, se alimentar, tomar banho e fazer as tarefas da escola para ficar em frente a um celular ou uma televisão, dando maior prioridade ao mundo virtual do que ao o real. Antes os pais presenteavam os filhos com boneco (a), bicicleta e carrinhos eram presentes certeiros, hoje esses brinquedos são substituídos por tablet, celular e computador.

As brincadeiras são ações praticadas pelas crianças que as levam a usarem o imaginário, desenvolvendo sua criatividade, imaginação, memorização e a oralidade ampliando sua capacidade de argumentação. O brincar se inicia desde o ventre da mãe, quando a criança começa a brincar com o cordão umbilical, assim o brincar faz parte de todas as fases da infância e é essencial no desenvolvimento cognitivo, motor, afetivo e social da criança, pois é através das brincadeiras que elas começam a ter uma relação social associando as brincadeiras com as coisas do mundo.

O brincar é importante no processo de desenvolvimento das crianças, pois é nessa atividade que elas desenvolvem a linguagem oral e começam a tomar suas próprias decisões. O brinquedo representa um papel importante na vida da criança, sendo uma forma de representar a criança na sociedade inserindo a criança no meio social através das brincadeiras buscando desenvolver sua cultura.

A socialização na infância acontece a partir do brincar desenvolvendo a relação social, daí a criança começa a interagir construindo e participando da cultura de forma lúdica. A cultura lúdica é construída através do brincar, resultando das experiências adquiridas pela a sociedade.

É a partir da ludicidade que as crianças conseguem ter uma interação com outras pessoas, é nesse primeiro momento que é dado o alcance dos objetivos das atividades desenvolvidas.

As atividades lúdicas disseminam de maneira simples e informal a nossa cultura, desenvolvendo na criança a capacidade de compreender como vivemos, de se identificar e assimilar comportamentos e regras sociais que os constituem e os fazem pertencer a um grupo.

É importante ressaltar que a infância é um ciclo da vida que é curto, mas que deve ser aproveitado da melhor maneira que uma criança pode encontrar seja brincando ou fazendo amizades na sociedade para a fase adulta.