terça-feira , 24 de outubro de 2017
Home / Opinião / Toque Esportivo (page 5)

Toque Esportivo

Com Sérgio Oliveira
[email protected]

Toque Esportivo – Deveria ser só futebol, mas não é.

Pois bem, como diz a chamadinha, deveria ser só futebol, mas não é. Preparar um jogo entre times tradicionalmente rivais, principalmente para uma decisão de campeonato, mais parece a preparação para uma guerra sangrenta entre inimigos de morte. Assim podemos resumir os dias que antecedem ao jogo entre América e ABC, primeiro de uma série de dois que irá apontar o campeão potiguar de 2016. Como se não bastassem os conflitos entre torcedores, ainda aparece dirigente querendo cobrar ingressos com preços diferenciados, o que deixa o ambiente mais tenso. A Justiça e o Ministério Público que já proibiram duas torcidas organizadas de irem a Arena das Dunas, uma do ABC e outra do América (veja matéria) poderia também chamar atenção dos cartolas que fomentam a divisão e, alimentam a irritação.  

Permuta do Nogueirão, vereador faz alerta

O tema que parecia sepultado ganhou vida, pelo menos nos bastidores, qual seja, a permuta do estádio Professor Manoel Leonardo Nogueira, “O Nogueirão”. Foi o que denunciou no plenário da Câmara Municipal de Mossoró o vereador Tomaz Neto. A priori, opinião nossa, não seria um negócio ruim termos um estádio novo e moderno, mas o que gera preocupação, pela forma como colocou o edil, é o assunto ser tratado quase a sete chaves, com poucas pessoas tomando conhecimento e, disse ele, na frente estaria o prefeito Francisco José Júnior, motivo pelo qual, alertou o paralmentar, o desportista deve ficar atento e desconfiado.

Daqui, na inocência de quem não conhece os porões das ações da administração pública, vamos acreditar que tudo, se estiver existindo, não passe de precaução do senhor prefeito. Como a permuta, publicamente, já foi tentada uma vez e encontrou barreiras, quem sabe, ele esteja querendo evitar esse embate. De qualquer maneira, até onde possível, vamos tentar acompanhar, reforçando a dica do vereador para os demais esportistas da cidade façam o mesmo. A proposta é boa, mas não faz nenhum mal querer saber qual tem sido ou será, o procedimento nesse sentido.

TREINADOR

No final de semana publicamos, como imagem para ilustrar a matéria que trazia vários nomes, a foto do treinador Emanoel Sacramento, entre as opções do Potiguar. No texto citamos que este seria o preferido, com conversa adiantada e, não deu outra. Eis que o carioca teve seu nome confirmado na terça-feira. Deve chegar em maio.

JUNIORES

Pelas informações correntes, é possível que o Baraúnas mantenha em atividade suas divisões de base. Destaque seria a time sub-19 para disputar o Campeonato Estadual da categoria promovido pela Federação Norte-rio-grandense de Futebol. Se confirmar, é uma boa ideia.

TOCHA

Começa a contagem regressiva para o dia em que a Tocha Olímpica passará por Mossoró, dia 06 de junho. Somando, faltam menos de dois meses, já entrando na casa dos 30. Lamentamos ainda que não tenhamos nenhuma representação do futebol, por exemplo, Cícero Ramalho ou Márcio Mossoró, convidados para conduzir o símbolo maior dos jogos olímpicos.

PREOCUPAÇÃO

Além de correr atrás de patrocinadores e jogadores para monta o elenco, a diretoria do Potiguar tem outra preocupação: o deficitário estádio Nogueirão. Parcialmente interditado o Nogueirão funciona por curtos períodos, hoje, amparado por um laudo de 120 dias que já se aproxima do seu final. Será um grande prejuízo não ter onde jogar em Mossoró e ser obrigado a sair para outra cidade. O Baraúnas já passou por isso e ainda não conseguiu reencontrar seu rumo.

AUDAX

Parece até nome de remédio para combate ao zika vírus, mas é um time de futebol e, finalista do Campeonato Paulista, tendo eliminado na semifinal o time do Corinthians. Pois bem, de acordo com o noticiário nacional, já tem jogadores seus na alça de mira do Timão eliminado. Eis os frutos, além da disputa do título.

REFORMA geral. No Palmeira treinador Cuca ganhou carta branca.

JOGADOR Paulo Júnior será o entrevistado segunda-feira, Esporte Legal, TV Câmara.

LEMBRANDO, Esporte Legal, 19h30, canal 16 da TCM.

EM seu melhor lance, Paulo Júnior vai ganhando o jogo pela vida.

Toque Esportivo – Vereador alerta para permuta do Nogueirão.

Um tema que parecia sepultado ganhou vida, pelo menos nos bastidores, qual seja, a permuta do estádio Professor Manoel Leonardo Nogueira, “O Nogueirão”. Foi o que denunciou no plenário da Câmara Municipal de Mossoró o vereador Tomaz Neto. A priori, opinião nossa, não seria um negócio ruim termos um estádio novo e moderno, mas o que gera preocupação, pela forma como colocou o edil, é o assunto ser tratado quase a sete chaves, com poucas pessoas tomando conhecimento e, disse ele, na frente estaria o prefeito Francisco José Júnior, motivo pelo qual, alertou no plenário, o desportista deve ficar atento e desconfiado. Daqui, na inocência de quem não conhece os porões das ações da administração pública local, vamos acreditar que tudo, se estiver existindo, não passe de precaução do senhor prefeito. Como a permuta, publicamente, já foi tentada uma vez e encontrou barreiras, quem sabe, ele esteja querendo evitar esse embate mais aberto. De qualquer maneira, até onde possível, vamos tentar acompanhar, reforçando a dica do vereador para os demais esportistas da cidade façam o mesmo. A proposta é boa, mas não faz nenhum mal querer saber qual tem sido ou será, o procedimento nesse sentido.

A DISPUTA POR JOGADORES

A boa campanha do Potiguar e, alguns nomes que conseguiram se destacar no Baraúnas durante as disputas do Campeonato Estadual, levou a uma situação que parece inevitável: a disputa por seus jogadores. Pois é, o alvirrubro no Campeonato Brasileiro da Série D não estará sozinho na hora de renovar alguns contratos e, tentar acertar com ex-atletas do tricolor.

A dupla natalense, ABC e América, que estarão no brasileiro da Série C, mostra interesse por jogadores de Potiguar e Baraúnas que estão na relação do Time Macho. Tudo parece favorável aos grandes da capital, e na maioria e assim mesmo. Essa é uma situação já esperada para o período e, vamos acompanhar para saber como termina. Não sei os outros, mas em termos de salário o Potiguar costuma pagar aquilo que acerta. É um ponto a seu favor.

AMAZONAS

A semifinal é Carioca, mas o palco para Flamengo e Vasco será Manaus, no estado do Amazonas, neste final de semana. A opção aqui vai além da questão do estádio, pois o que se leva mesmo em consideração é o fator financeiro, com um bom dinheiro que devem ganhar. Isso, até mesmo, contra a vontade de alguns jogadores e comissão técnica por conta da longa viagem, mesmo sendo de asa dura.

CRESCENTE

Quem vem numa crescente nos últimos jogos é o time do ABC. Além da conquista da vaga na final do estadual, o alvinegro, na base da raça, conseguiu avançar de fase na Copa do Brasil. Ninguém tem dúvidas que são resultados que mexem e animam o time. O grupo passa a ganhar mais confiança e, com isso, chegarão bem motivados para os jogos decisivos do certame potiguar contra o América. Decisão começa dia 1º de maio.

BRIGÕES

O tempo passa e algumas coisas seguem na mesma, sem mudança. O futebol Sul-Americano, por exemplo, continua o mesmo dentro de campo, com muita briga. Principalmente nos jogos da Copa Libertadores. Na última semana vivemos cenas deprimentes de violência entre jogadores e comissões técnicas dentro de campo, em péssimo exemplo para aqueles que estavam nas arquibancadas.

TORCIDA

Teremos neste final de semana a estreia, em São Paulo, dos jogos de uma só torcida, por decisão judicial. E, se nada mudar, infelizmente, será assim em todos jogos considerados clássicos. A gota d`água foi a guerra entre as torcidas do Corinthians e do Palmeiras que resultou com a morte de um inocente. Perde o futebol, e ganham os bandidos que conseguem assim diminuir o prazer e alegria do esporte mais popular do Brasil. Ruim, mais necessário, pois alguma coisa tinha que ser feita.

PREOCUPAÇÃO

Além de correr atrás de patrocinadores e jogadores para monta o elenco, a diretoria do Potiguar tem outra preocupação: o deficitário estádio Nogueirão. Parcialmente interditado o Nogueirão funciona por curtos períodos, hoje, amparado por um laudo de 120 dias que já se aproxima do seu final. Será um grande prejuízo não ter onde jogar em Mossoró e ser obrigado a sair para outra cidade. O Baraúnas já passou por isso e ainda não conseguiu reencontrar seu rumo.

O Brasil, se fosse uma partida de futebol, estariam quebrando a bola.

UM bom juiz pune aqueles jogadores que insistem atuar fora da regra.

UMA coisa é certa, fora do campo o jogo tem sido feio. Só gol contra.

JAJÁ vai ter mais gente se explicando na justiça ou vai pra a cadeia. Coisas do jogo.

Toque Esportivo – Potiguar não abre mão da Série D.

Como previsto, tudo não passava de mero boato, em relação aos rumores de que o Potiguar poderia abrir mão de sua vaga na Série D do Campeonato Brasileiro. Diferente do que foi dito, sem um fundamento aparente, os dirigentes na verdade já estão tomando as primeiras providências, embora a competição só tenha seu início programado para a metade do mês de junho. E o que é melhor, já tem até data provável de reapresentação, 15 de maio, e as primeiras informações sobre treinador. Enfim, as coisas caminham dentro daquilo que se esperava, ou seja, se brigou para conquistar a vaga, que esta seja aproveitada da melhor maneira possível. A diretoria agora corre atrás de novos patrocinadores, já que o brasileirão requer investimentos diferenciados, para quem quer seguir adiante na competição, é claro. Espera-se, por exemplo, um contato com o prefeito Francisco José Júnior que já havia prometido uma parceria master, no caso de algum clube de Mossoró conseguir a vaga no certamente nacional, o que acabou acontecendo com o Potiguar. No mais, colocando um ponto final em qualquer tipo de especulação de desistência, é desejar sucesso e um bom planejamento aos cartolas do Time Macho, convocando os patrocinadores para que abram suas mentes e os bolsos. 

ESPERANDO O ACERTO FINAL

 

O período, para aqueles que encerram suas atividades na temporada 2016 com o fim de suas participações no Campeonato Estadual, é de acerto de contas. Em Mossoró, por exemplo, a semana começou com vários jogadores ainda hospedados na Toca do Leão, sede do Baraúnas no Sítio Florânia. A turma permanecer na cidade esperando o acerto de contas para que possam viajar para seus estados e cidades de origem.

As informações que nos chegam é de que a diretoria do tricolor trabalha em duas frentes. Uma delas aguarda a liberação da parcela da prefeitura, programada para esta semana, espera-se, até a véspera do feriado. Em outra ponta, a direção do clube cuida da venda de um terreno para reforçar seus cofres e pagar aos jogadores e fornecedores. De forma mais urgente, claro, torcemos para que sejam levantados os recursos destinados ao certo com os atletas, afinal, seria interessante poder deixar a Toca do Leão o mais breve possível. Bom para o Leão que diminuirá despesas.

 SEMIFINAIS

Estaduais pelo Brasil em reta de decisão. No Rio de Janeiro, nenhuma surpresa abalou os mais tradicionais campeões. Estarão na semifinal, com confrontos já definidos, Flamengo x Vasco e Botafogo x Fluminense. Senhores, façam suas apostas.

SURPRESA

O time do ABC, dispensa comentários em relação a sua péssima qualidade, porém, no saco de laranjas estragadas foi possível salvar uma. Destaque aqui é para o jogador Nando, que fez a diferença na reta final e no segundo turno, assumindo inclusive a artilharia do Campeonato Estadual com 13 gols. Esse sim, é uma boa referência.

PLANEJAMENTO

Como já foi dito, o Globo começou seu planejamento para o segundo semestre. O treinador Luizinho Lopes continua no cargo e já começou a traçar como pretende trabalhar, dizendo que terá um bom tempo para esse planejamento.

A proposta, diz ele, é implantar estilo europeu, trabalhando o time da divisão de base até o profissional.

DEMITIDO

Sempre o lado mais fraco. O dirigente tem a caneta e o dinheiro, contrata errado e, quando perde, culpa o treinador. Esse enredo é conhecido e acaba de ser aplicado no treinador Falcão, do Sport Club do Recife, após a eliminação do time na Copa do Nordeste. E olha que essa eliminação só aconteceu nos tiros livres da marca do pênalti.

MORAL

Sem moral. O futebol brasileiro anda em baixa mesmo. Para ter um jogador na seleção, a CBF precisa abrir uma frente de batalha. Isso mostra também a falta de interesse do próprio atleta que não faz o mínimo esforço. A briga da entidade é com o Barcelona que não quer liberar Neymar para a Copa América.

FRASQUEIRÃO. Seu jogo da final com o América, avisa o ABC, é no seu estádio.

RECLAMANDO muito. Assim tem sido o início de temporada de Felipe Nasr na Sauber. F1.

PILOTO brasileiro se sente prejudicado pela equipe. Fórmula 1 também tem trairagem.

DIREÇÃO da federação de futsal em disputa judicial no Rio Grande do Norte.

Toque Esportivo – Potiguar tropeça em seus próprios erros.

Mais uma vez tropeçando em seus próprios erros, o Potiguar desperdiça a oportunidade de disputar o segundo turno, assim como aconteceu no turno anterior. No primeiro, ficou de fora ao empatar com o ASSU no Nogueirão e, agora, pior do que a derrota para o ABC, foram os empates contra América e Alecrim, em Mossoró, somando apenas 02 de um total de 09 pontos disputados. Mais um, o time já estaria classificado por antecipação. Como eu disse em matéria da semana passada, o Potiguar empatou duas vezes e por isso havia colocado sua classificação em risco. As vagas para a final do returno, quando poderia chegar a final do campeonato e ainda pensar em vagas na Copa do Brasil e Copa do Nordeste, já não existem mais. Agora, ainda sonhando com o Campeonato Brasileiro da Série D 2016/2017, não depende mais daquilo que fez em toda competição. Passa agora a depender de uma vitória contra o Alecrim na final da Copa RN, o segundo turno. Por pura falta de competência, mais uma vez, o Potiguar tropeça em seus próprios erros e, a campanha que era boa, pode acabar naquela história do, nadou para morrer no seco. 

OS OUTROS SÃO OS OUTROS, E SÓ

E o comando técnico da seleção brasileira, seria o único problema para ser resolvido e recolocar o Brasil nos trilhos das vitórias? Já antecipo a minha resposta: Não. Podemos até discutir a permanência de Dunga ou não no cargo, mas colocar essa condição como aquela que resolveria a má fase da equipe, tenho certeza não seria o justo a ser feito. Vivemos hoje uma inversão de valores que leva a falta de identidade do atleta com o futebol brasileiro, com a sua seleção. A vedete, a atração e a artista principal deveria ser a seleção do Brasil e não seus jogadores.

Hoje a seleção virou apenas mera integrante do grande elenco. Ricos e vaidosos, atletas fazem pouco caso da condição de representantes de um país, dando atenção maior para o clube que defende além fronteiras e, para o corte do cabelo, ou como vai aparecer em público exibindo o óculos, o boné e a roupa de marca. O prazer de dizer, “estou defendendo o meu país”, isso não faz mais parte do roteiro. Com isso vem, a não realização de treinos, reunião do grupo poucos dias antes dos jogos e, para parar por aqui, a vaidade individual dentro de campo. “Eu sou o cara e, os outros são os outros, e só”.

COMERCIÁRIOS

Sob a coordenação do professor Onesimar Carneiro, seguem os jogos do Campeonato de Futsal dos Comerciários. Pelas informações que nos chegam, mesmo depois de um dia de expediente, as vezes ficando de pé, a turma chega na quadra e promove bons jogos de futebol de salão.

VITÓRIA

E o Baraúnas, quem diria, encerrou sua participação no estadual com vitória. Bateu o América, 1 a 0, no Nogueirão, gol do artilheiro Robert. Com isso o treinador Agnaldo Fidelis chega ao quinto jogo no comando com quatro vitórias e apenas uma derrota. Bom aproveitamento. Planejando o futuro, o jovem treinador Agnaldo Fidelis, já projeta novas experiências. Viabiliza um estádio no Flamengo, com Muricy Ramalho. Desejo sucesso.

DEFINIDOS

Definidos os dois finalistas da Copa RN, segundo turno do certame potiguar e, infelizmente, nenhum time de Mossoró presente. O adversário do América-RN na decisão geral do campeonato vai sair do jogo entre ABC e Alecrim, que se enfrentam sábado, 16h, na Arena das Dunas. Na rodada decisiva o ABC venceu o Potiguar, 3 a 1, e o Alecrim goleou o ASSU, 4 a 0.

VICE

A confusão em torno da vice-presidência da CBF continua. Até um juiz dos Estados Unidos será consultado sobre o assunto, já que a renúncia aconteceu em dezembro. José Maria Marin já estava cumprindo prisão domiciliar e, proibido de contatos com membros da CBF. Se ele assinou a renúncia, quebrou o privilégio da prisão domiciliar. Se não assinou, a renúncia é falsa e inválida. Ainda dizem que vice não é importante.

MANOBRAS

A situação acima são manobras dentro do tal “jeitinho brasileiro”. Só que desta vez seus atores e autores podem ter cometido um erro grave jogando José Maria Marin nos braços da justiça americana para punição mais dura.

ESTÃO pagando para jogar na Arena das Dunas. O América já correu para Goianinha.

CBF já confirmou. Série D do brasileirão, só no segundo semestre.

HORA de acertar as contas. Fim do estadual, times desmontados.

ATACANTE Fernandinho é o décimo reforço do Flamengo. Ex-Grêmio, entre outros.

Toque Esportivo – Fazendo as contas. A matemática da final.

Momento de tensão no futebol do Rio Grande do Norte ente aqueles que disputam o Campeonato Estadual. Teremos jogos decisivos entre o domingo e a quarta-feira, fechando a fase de classificação, quando os líderes, e isso e que deixa tudo mais emocionantes, ainda terão confrontos diretos. É o caso do Potiguar, único que só depende dos seus próprios resultados, líder com 11 pontos, mas que ainda terá que enfrentar Alecrim e ABC, segundo e terceiro colocado, cada um com 10 pontos. Até o ASSU, que chega “sem querer, querendo”, aparece com 08 pontos, pode resolver a sua vida e, atrapalhar a de outros competidores. Lembrando que nos dois confrontos finais estarão em aberto as disputas por vagas no Campeonato Brasileiro da Série D, Copa do Nordeste e Copa do Brasil. Assim, é hora de fazer as contas, na matemática da final.

OS PERCENTUAIS DECISIVOS

Se de um lado aparece o Potiguar, cheio de confiança com 99% com sua vaga garantida na Série D, temos na outra ponta, com índices bem diferentes, o Baraúnas. Mas, como disse o treinador Agnaldo Fidelis, mesmo com 1% de possibilidade de ainda brigar pela vaga no certame nacional, seu time vai lutar para ir buscar.

Entre os muitos ditados sobre motivação, tem um assim: “Enquanto existir vida, existirá esperança”. Então, se o pulso ainda pulsa, que o Baraúnas consiga transformar essa sobrevida em força para o renascimento completo. Se debaixo da cinza ainda tem fumaça, soprem, pois pode reacender a fogueira.

ARBITRAGEM

Enquanto aqui nós acompanhamos uma boa arbitragem no jogo Potiguar e América, em Assu, coleguinha da mídia estão de orelha em pé com a turma do apito. Postaram até uma matéria na qual dizem, “se não fossem os erros de arbitragem, o time do ASSU estaria melhor posicionado na classificação geral do campeonato”. É, infelizmente ainda temos problemas com alguns apitadores e seus bandeirinhas que insistem em interpretar a regra apenas no momento de favorecer os chamados grandes, mais tradicionais, digamos assim. Tem razão de ser a queixa do coleguinhas.

REFORMA

Não esperem nenhuma melhoria nas condições atuais do estádio Nogueirão em Mossoró. Em entrevista a reportagem da TV Câmara, e nós reproduzimos em nosso programa “Esporte Legal”, o secretário de esportes, Abraão Dutra, disse que não existe nenhum projeto para reformar o estádio. Sentença: aquela parte da arquibancada interditada desde 2004, vai continuar na mesma. Lamentável.

98 NATAL

A Rádio FM 98 de Natal e nota 100, também no esporte. Profissionais dos níveis de Lupércio Luiz, Francisco Inácio, entre outros, fazem parte de sua equipe e, daqui de Mossoró, eu tive o prazer, ao lado de Carlos Cavalcanti, participar da jornada da quinta rodada do estadual, no jogo Potiguar e América. Obrigado pela lembrança. Cavalcante, como sempre, vai “sacudindo, sacudindo na audiência do rádio”.

RANKING

Naquele ranking, que só a turma da Fifa entende e, os demais dão “pitaco”, a nova liderança é da Argentina, que de acordo com noticiário internacional, superou a Bélgica. Já o chamado “país do futebol” que perdeu o rumo após o massacre alemão, 7 a 1, o Brasil, aparece na 7ª posição.

CORRUPÇÃOO

senador Renan Calheiro acha pouco a impunidade que ainda reina no meio político na administração pública, e resolve meter sua colher no futebol. Na CPI do Futebol havia sido aprovada a convocação dos ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira e do presidente licenciado Marco Polo Del Nero. Em ato considerado de proteção a dupla, o presidente do senador resolveu invalidar o chamado para que os dois fossem ouvidos e explicassem as algumas denúncias de desvio de verbas na entidade. Corrupção com proteção.

 

 

CUIDADO, muito cuidado nessa hora decisiva no certame potiguar.

ELIMINAÇÃO do Globo na Copa do Brasil. RN segue perdendo espaço nacional.

SELEÇÃO, muitos problemas. Até briga entre Dunga e jogador Marcelo.

QUANDO a estrela deixa de ser a seleção, o confronto de vaidades atrapalha tudo.

Toque Esportivo – A seleção e a administração pública no Brasil.

Não é só a pátria que os une, existem outros detalhes que deixam bem parecidos o momento vivido pela seleção brasileira no cenário do futebol mundial e a administração pública no Brasil. Os dois “times” estão perdidos dentro e fora de campo com a falta de comando e de líderes. A cabeça pensante daqueles com o poder de tomar as decisões, tem se mostrado incompetente para encontrar uma saída favorável e, entre os responsáveis de fazer a máquina andar ou jogar, não existem líderes com a capacidade de chamar para si a responsabilidade, e pior, ninguém confia mais naqueles que, aparentemente, seriam o norte a ser seguido. Em meio a tudo isso, não poderia ser diferente, a seleção cai de produção, não rende nada e, nesse momento, estaria de fora da próxima Copa do Mundo. Já a administração pública no Brasil, leva o país ao fundo do poço com sua crise ética, moral e política.

MOMENTO DE LUTO NO ESPORTE

Vivemos um momento de perdas significativas para o esporte mossoroense, em particular. No final e início de semana registramos as mortes do professor de judô, educação física e árbitro Deusdete Couto, seguida de um dos fundadores do Baraúnas e treinador também do Potiguar, Zoívo Barbosa e do massagista José Ribamar, o “Zé Galinha”.

Além da atividade profissional ligada ao esporte, eram pessoas queridas por todos que gozavam de suas amizades. Daqui nossa solidariedade às famílias e, acrescento, o esporte mossoroense sofre um duro golpe com a partida dos três. Que Deus possa recebe-los em bom lugar e, conforte seus familiares e amigos.

COPA

Mais uma vaga que pode cair nos braços do Potiguar, graças à boa campanha que realiza no Campeonato Estadual. Além de liderar o certame e a disputa para o Campeonato Brasileiro da Série D, o alvirrubro pode também ficar com uma vaga na Copa do Brasil. Existe a possibilidade do Rio Grande do Norte ganhar uma terceira vaga. Mais uma motivação para o time se cuidar, treinar e manter o foco nos jogos do estadual.

SEMANA

Quem vive uma semana feliz é o treinador Agnaldo Fidelis. Logo em sua partida de estreia como titular do cargo, levou o Baraúnas a uma vitória de extrema importância. Derrotou um time bem estruturado, o Globo, que também é adversário direto pela vaga na Série D e, recolocou o tricolor vivo na própria Copa RN. Merece todos os aplausos.

DESAFIOS

Na próxima rodada do estadual, novos desafios para o futebol de Mossoró. O Potiguar vai receber o América-RN no Nogueirão, enquanto o Baraúnas viaja para encarar o ABC no Frasqueirão. Verdadeiras decisões, já que estamos falando de dois clássicos em momento decisivo do certame estadual em sua reta final de definição do returno.

DESACREDITADO

O futebol brasileiro, dentro e fora de campo, anda tão desacreditado e, sem referência, que o novo presidente da Fifa vem a América do Sul, visita três países e, não inclui o Brasil no roteiro. Disse que o momento não era bom para visitas. Certamente ele não quer envolvimento com nenhum dos cartolas que estão sendo investigados por corrupção, desvio de dinheiro no futebol.

PERGUNTA

Será que diante do quadro atual, quando nem mesmo a Fifa quer conversa com os cartolas da CBF, os clubes terão a coragem de buscar a independência, como fazem hoje alguns do Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais? Seria um duro golpe nas federações ricas e clubes pobres. Por enquanto, creio, é só um sonho, falando em cenário nacional.

SÁBADO tem, no Sindicato dos Bancários, o “Sabadão Alvirrubro”. Torcida do Potiguar.

NO ABC a situação segue delicada. O time não se encontra.

CRISE no Palmeira-RN. Treinador e três jogadores são dispensados.

JOGADOR Cascata, do América, diz que enfrentar o Potiguar motiva seu time.

Sérgio Oliveira – ABC e América, igual a decepção.

Quando o assunto é Copa do Nordeste, juntando com o Campeonato Brasileiro, podemos somar assim: ABC e América, igual a decepção. Os dois, bem juntinhos, foram eliminados das disputas da Copa do Nordeste sem conseguir sequer passar da primeira fase. O alvinegro já entrou na última rodada desclassificado e, mesmo assim, conseguiu piorar a situação ao ser goleado pelo Campinense, 4 a 0. Já o alvirrubro, que não dependia mais só do seu resultado, não fez sua parte ao ficar no empate, 1 a 1, com o Coruripe em plena Arena das Dunas. No geral o quadro preocupa, já que os dois potiguares estão em decadência no Campeonato Brasileiro, caindo para a Série C, sem conseguir reagir para sair, e agora também decepcionam seus torcedores na Copa do Nordeste. Olhando o cenário, não observamos nenhum gesto que nos leve a acreditar em dias melhores e, com isso, fica a dúvida se a dupla conseguirá ou não evitar o rebaixamento para a quarta divisão do futebol nacional.  

TUDO FAVORECEU AO ALVIRRUBRO

Além do fato de haver feito sua parte, isso se configura no mais importante, o Potiguar ainda contou com o fator sorte ao final da terceira rodada da Copa RN. Os resultados lhes favoreceram em todos os aspectos. Aqui estou incluindo a disputa pela vaga no Campeonato Brasileiro da Série D.

Além de avançar na classificação no returno do estadual, agora é o vice-líder com a mesma pontuação do líder ABC, 07 para cada lado, o Time Macho também disparou na liderança pela vaga na Série D. Subiu e se isolou nos 21 pontos. Quadro altamente favorável, principalmente depois do anúncio de que o Rio Grande do Norte terá duas vagas na competição nacional.

 

MUDANÇA

O Baraúnas vive uma semana intensa de mudanças. A principal delas, sem dúvida, a troca de treinadores, com a saída de Givanildo Sares, assumindo o cargo o então auxiliar, Agnaldo Fidelis. Será a primeira experiência de Agnaldo como treinador e, não tem nada a perder, já que o barco vem a deriva, faz tempo. Pelo contrário, se conseguir arrumar o time, muito difícil mas não impossível, pode firmar seu nome. Coisas do futebol.

BARRETÃO

O time do ASSU não tem dado moleza pra ninguém e, em lugar nenhum. Depois de somar um ponto contra o Baraúnas em Mossoró e derrotar o América em seus domínios, foi até Ceará-Mirim e arrancou o empate, 1 a 1, contra o Globo. Nesse momento, em relação a Série D do brasileirão, ameaça a vaga que parecia certa para o próprio Globo. E foi confronto direto, um daqueles jogos, principalmente para quem tem o mando de campo, chamado de seis pontos.

PACAEMBU

Em território paulista Flamengo e Fluminense disputaram um dos mais tradicionais clássicos do futebol brasileiro, pelo Campeonato Carioca, no estádio Pacaembu. O confronto acabou empatado sem gols, zero a zero. Na tarde do domingo, 20.

JOVEM

O treinador Givanildo Sales, do Baraúnas, disse que seu time é muito jovem e, ainda sente a pressão de um clássico e as próprias cobranças que são feitas no jogo. Queixou-se mais uma vez de não ter opções fora de campo capaz de entrar e modificar a situação desfavorável da partida. Por fim, disse que permanece no cargo, mas se a diretoria entender diferente, ele sai sem problemas.

MERECIMENTO

Para o treinador Bira Lopes do Potiguar, seu time já faz por merecer a vaga na final do segundo turno. Lembrou o fato de não tomar gols a mais de 500 minutos e também não perder um jogo nas últimas rodadas do estadual, incluindo os jogos finais do turno anterior. Aliás, somando os dois turnos, o Potiguar sofreu apenas uma derrota.

VIDA que segue difícil para o São Paulo. Mais um jogo sem vitória, 1 a 1, com o Ituano.

A FORMULA 1 começa 2016 com acidentes e, críticas ao regulamento.

EM Mossoró bandidos trocam tiros e dizem que são torcedores de Potiguar e Baraúnas.

TORCEDOR de verdade vai ao estádio apoiar seu time, e não trocar tiros em praça pública.

Sérgio Oliveira – Série D: Ranking da CBF ou Estadual?

O futebol do Rio Grande do Norte foi contemplado com mais uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D para os anos de 2016 e 2017, em relação as equipes que forem beneficiadas. E, nesse momento, para quem olha o novo quadro pela ótica, ou seja, perspectiva do direito e da razão, cabe uma reflexão. Uma das vagas, já sabemos, e isso consta no regulamento do Campeonato Potiguar, será daquele time que tiver melhor pontuação ao final do certame. E a segunda vaga, como fica, já que não consta no regulamento do estadual? Eis a questão. Se não existiu ou não vier a existir, nenhuma consulta para deliberação dos participantes, creio que a vaga ficaria então para aquele time potiguar melhor posicionado no ranking da CBF, entidade promotora da Série D. Nesse caso, atrás apenas de ABC e América, surge o Baraúnas. Então, pela ótica ou perspectiva do direito e da razão, avaliamos que a segunda vaga já teria seu dono. Com a palavra senhores cartolas dos clubes e da própria Federação Norte-rio-grandense de Futebol.

VELHO E ESQUECIDO, NOGUEIRÃO ENCOLHE

É comum ouvir dizer, e em alguns casos isso realmente acontece, na medida que o tempo vai passando, o ser humano envelhece e diminui de tamanho, no popular, escolhe. Existem os casos também nos quais idosos são abandonados, infelizmente, até mesmo por seus familiares. Voltando para o futebol, parece que é justamente isso que vem acontecendo com o estádio Nogueirão, um velho e esquecido que vai encolhendo. Pelo tempo, é uma praça esportiva que já cumpriu sua missão, por isso, é hora de modernizar.

E mais, o velho estádio, esquecido por seus administradores e, apoiadores, que prometeram reforma que nunca aconteceu, vai encolhendo com o passar dos anos. Para um estádio que já recebeu quase 20 mil torcedores em um jogo amistoso do Flamengo, hoje não permite sequer, fechar 5 mil. A cada vistoria do Corpo de Bombeiros, surge um muro e, menos espaço para receber o torcedor. Hoje, pouco mais de 3 mil. A saída, sem perspectiva de reforma, recebendo apenas remendos, seria mesmo a permuta por uma praça moderna.

CLÁSSICO        

A diretoria do Baraúnas já toma providências para o clássico de domingo, quando detém o mando de campo. E, para deixar o torcedor tranquilo, sabendo o que deve fazer, resolveu repetir as mesmas providências tomadas pelo Potiguar quando era o responsável pelo primeiro clássico. Então torcedor, tudo que for dito diferente, não leve em consideração. Os ingressos, por exemplo, não foram majorados, ou seja, os preços serão os mesmos: R$ 25,00 e R$ 50,00 na arquibancada e, nas cadeiras R$ 50,00 e R$ 100,00.

SÉRIE D

Se mantida a vontade expressada da FNF, de levar para o Campeonato Brasileiro da Série D os dois times que melhorem pontuarem no estadual 2016, creio que a situação se torna mais cômoda, nesse momento, para o Potiguar. Mas, nada para relaxar, pois qualquer pisada na bola pode lhe valer vida longa na temporada. Lembrem do ASSU, com 15 pontos, entrou na briga pra valer. Que se cuidem Potiguar e Globo.

ESTREIAS

A quarta-feira será de estreias na Copa do Brasil e, tem time potiguar em campo, jogando em Ceará-Mirim no RN. Depois de perder a liderança da disputa pela vaga no Campeonato Brasileiro da Série D para o Potiguar, o time do Globo quer esquecer um pouco essa situação e, focar suas atenções no Bahia. Os dois times se enfrentam hoje e podem repetir o confronto no dia 6 de abril, em Salvador. Só não haverá o segundo jogo em caso de vitória baiana com diferença de dois gols.

SAPO

Eis um sapo que não vai em direção a lagoa, o que ele procura mesmo é o gol. O novo atacante do ABC é jogador Victor Sapo, que vem do Nacional de São Paulo, time pelo qual marcou nove gols em onze partidas. Uma boa média que o torcedor do ABC espera seja mantida e até melhorada, pois anda precisando muito. No alvinegro todos esperam que esse Sapo, querendo ou não lavar o pé, ele acerte esse pé nas finalizações em gol.

HORÁRIO

Aquela fuleiragem de jogo aos domingos começando às 19h, parece que não vingou. Graças aos prejuízos gerados em Natal, não insistiram com a ideia ruim em Mossoró, como já aconteceu. O clássico entre Baraúnas e Potiguar será mesmo às 17h e, em Natal, a partida entre ABC e América será às 18h, ou seja, caiu em uma hora do pretendido inicialmente. A mudança pode até existir, dependendo da necessidade, mas, sem motivo aparente, melhor manter a tradição.

FIFA quer 5 milhões de dólares por delitos cometidos por Teixeira, Del Nero e Marin. A chapa esquentou.

A cobrança já foi feita. A Fifa quer ser indenizada como vítima.

FALANDO em dinheiro, Rio 2016. Para concluir Centro de Tênis, estão querendo mais R$ 63 milhões.

ESSE filme de dinheiro aos montes, já passou. Na Copa do Mundo. Praticamente, não deixou nenhum legado.

SERGIO-OLIVEIRA---16-03-16

Sérgio Oliveira – Série D: ranking da CBF ou estadual?

O futebol do Rio Grande do Norte foi contemplado com mais uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D para os anos de 2016 e 2017, em relação as equipes que forem beneficiadas. E, nesse momento, para quem olha o novo quadro pela ótica, ou seja, perspectiva do direito e da razão, cabe uma reflexão. Uma das vagas, já sabemos, e isso consta no regulamento do Campeonato Potiguar, será daquele time que tiver melhor pontuação ao final do certame. E a segunda vaga, como fica, já que não consta no regulamento do estadual? Eis a questão. Se não existiu ou não vier a existir, nenhuma consulta para deliberação dos participantes, creio que a vaga ficaria então para aquele time potiguar melhor posicionado no ranking da CBF, entidade promotora da Série D. Nesse caso, atrás apenas de ABC e América, surge o Baraúnas. Então, pela ótica ou perspectiva do direito e da razão, avaliamos que a segunda vaga já teria seu dono. Com a palavra senhores cartolas dos clubes e da própria Federação Norte-rio-grandense de Futebol.

VELHO E ESQUECIDO, NOGUEIRÃO ENCOLHE

É comum ouvir dizer, e em alguns casos isso realmente acontece, na medida que o tempo vai passando, o ser humano envelhece e diminui de tamanho, no popular, escolhe. Existem os casos também nos quais idosos são abandonados, infelizmente, até mesmo por seus familiares. Voltando para o futebol, parece que é justamente isso que vem acontecendo com o estádio Nogueirão, um velho e esquecido que vai encolhendo. Pelo tempo, é uma praça esportiva que já cumpriu sua missão, por isso, é hora de modernizar.

E mais, o velho estádio, esquecido por seus administradores e, apoiadores, que prometeram reforma que nunca aconteceu, vai encolhendo com o passar dos anos. Para um estádio que já recebeu quase 20 mil torcedores em um jogo amistoso do Flamengo, hoje não permite sequer, fechar 5 mil. A cada vistoria do Corpo de Bombeiros, surge um muro e, menos espaço para receber o torcedor. Hoje, pouco mais de 3 mil. A saída, sem perspectiva de reforma, recebendo apenas remendos, seria mesmo a permuta por uma praça moderna.

CLÁSSICO

A diretoria do Baraúnas já toma providências para o clássico de domingo, quando detém o mando de campo. E, para deixar o torcedor tranquilo, sabendo o que deve fazer, resolveu repetir as mesmas providências tomadas pelo Potiguar quando era o responsável pelo primeiro clássico. Então torcedor, tudo que for dito diferente, não leve em consideração. Os ingressos, por exemplo, não foram majorados, ou seja, os preços serão os mesmos: R$ 25,00 e R$ 50,00 na arquibancada e, nas cadeiras R$ 50,00 e R$ 100,00.

SÉRIE D

Se mantida a vontade expressada da FNF, de levar para o Campeonato Brasileiro da Série D os dois times que melhorem pontuarem no estadual 2016, creio que a situação se torna mais cômoda, nesse momento, para o Potiguar. Mas, nada para relaxar, pois qualquer pisada na bola pode lhe valer vida longa na temporada. Lembrem do ASSU, com 15 pontos, entrou na briga pra valer. Que se cuidem Potiguar e Globo.

ESTREIAS

A quarta-feira será de estreias na Copa do Brasil e, tem time potiguar em campo, jogando em Ceará-Mirim no RN. Depois de perder a liderança da disputa pela vaga no Campeonato Brasileiro da Série D para o Potiguar, o time do Globo quer esquecer um pouco essa situação e, focar suas atenções no Bahia. Os dois times se enfrentam hoje e podem repetir o confronto no dia 6 de abril, em Salvador. Só não haverá o segundo jogo em caso de vitória baiana com diferença de dois gols.

SAPO

Eis um sapo que não vai em direção a lagoa, o que ele procura mesmo é o gol. O novo atacante do ABC é jogador Victor Sapo, que vem do Nacional de São Paulo, time pelo qual marcou nove gols em onze partidas. Uma boa média que o torcedor do ABC espera seja mantida e até melhorada, pois anda precisando muito. No alvinegro todos esperam que esse Sapo, querendo ou não lavar o pé, ele acerte esse pé nas finalizações em gol.

HORÁRIO

Aquela fuleiragem de jogo aos domingos começando às 19h, parece que não vingou. Graças aos prejuízos gerados em Natal, não insistiram com a ideia ruim em Mossoró, como já aconteceu. O clássico entre Baraúnas e Potiguar será mesmo às 17h e, em Natal, a partida entre ABC e América será às 18h, ou seja, caiu em uma hora do pretendido inicialmente. A mudança pode até existir, dependendo da necessidade, mas, sem motivo aparente, melhor manter a tradição.

FIFA quer 5 milhões de dólares por delitos cometidos por Teixeira, Del Nero e Marin. A chapa esquentou.

A cobrança já foi feita. A Fifa quer ser indenizada como vítima.

FALANDO em dinheiro, Rio 2016. Para concluir Centro de Tênis, estão querendo mais R$ 63 milhões.

ESSE filme de dinheiro aos montes, já passou. Na Copa do Mundo. Praticamente, não deixou nenhum legado.

SERGIO-OLIVEIRA---16-03-16

Sérgio Oliveira – Velho e esquecido, Nogueirão encolhe.

É comum ouvir dizer, e em alguns casos isso realmente acontece, na medida que o tempo vai passando, o ser humano envelhece e diminui de tamanho, no popular, escolhe. Existem os casos também nos quais idosos são abandonados, infelizmente, até mesmo por seus familiares. Voltando para o futebol, parece que é justamente isso que vem acontecendo com o estádio Nogueirão, um velho e esquecido que vai encolhendo. Pelo tempo, é uma praça esportiva que já cumpriu sua missão, por isso, é hora de modernizar. E mais, o velho estádio, esquecido por seus administradores e, apoiadores, que prometeram reforma que nunca aconteceu, vai encolhendo com o passar dos anos. Para um estádio que já recebeu quase 20 mil torcedores em um jogo amistoso do Flamengo, hoje não permite sequer, fechar 5 mil. A cada vistoria do Corpo de Bombeiros, surge um muro e, menos espaço para receber o torcedor. Hoje, pouco mais de 3 mil. A saída, sem perspectiva de reforma, recebendo apenas remendos, seria mesmo a permuta por uma praça moderna.  

MOSSORÓ NÃO CONDUZIRÁ A TOCHA OLÍMPICA

Pois é, aquele que, literalmente, mais divulga o nome da cidade no meio esportivo no cenário mundial, não conduzirá a Tocha Olímpica. Estou falando do jogador Márcio Mossoró que ficou de fora no momento da escolha dos atletas que conduzirão o símbolo olímpico em sua passagem pela terra que tem Santa Luzia como padroeira. Claro que aqui não vai nenhum desmérito aos escolhidos, pelo contrário, são todas pessoas merecedora da honraria, mas, tenho certeza que Márcio Mossoró também merece o convite, pois nos países onde tem jogado, ao invés de Márcio, ele usa o nome Mossoró em sua camisa mostrando todo carinho que nutre por sua cidade berço.

Infelizmente nossas autoridades, mais uma vez, cometem equívocos que contrariam a vontade da maioria e deixa de lado quem realmente se importa com o município. Não tenho nenhum laço de amizade com o cidadão e atleta Márcio Mossoró, mas sou fã daqueles que, mesmo a distância e conquistando destaque no cenário mundial, não esquecem suas origens. Embora, em parte, sejam esquecidos por ela.

DECISÃO

A partida entre Potiguar e Palmeira, segunda rodada do Campeonato Estadual em seu segundo turno, é encarada como uma decisão, inclusive para os dois times. O Potiguar tenta a liderança da corrida pela vaga no Campeonato Brasileiro da Série D, já o Palmeira, quer pontuar para se livrar, quem sabe, do rebaixamento. Em casa, o torcedor espera que o alvirrubro possa se impor e vencer.

EDGARZÃO

A rodada do final de semana do Campeonato Potiguar começou com confronto no estádio Edgarzão e, vitória dos donos da casa, o ASSU, por 2 a 1. De virada em cima do América. Tomou o gol no primeiro tempo, mas, na etapa complementar empatou logo aos 04 minutos e, no finalzinho, aos 45 minutos. É a segunda derrota americana na Copa RN e, o Camaleão do Vale vai se firmando na briga pela vaga da Série D.

PRELIMINAR

Para o torcedor do ABC que vai ao Frasqueirão assistir seu time contra o Globo, tem aperitivo oficial. Na preliminar o Alecrim recebe o Baraúnas, com os dois times precisando da vitória para não perder de vista aos líderes do segundo turno e da disputa pela vaga do brasileirão. Também é uma daquelas partidas já em clima de decisão para os dois.

OPORTUNIDADE

Se a palavra de ordem no ABC é recuperação, o momento não poderia ser melhor. O principal rival já perdeu dois jogos no estadual e o alvinegro, em casa, tem a chance de retomar a liderança da Copa RN (2º turno). Mas, para isso, tem pela frente uma barreira difícil, o Globo. Porém, em relação ao primeiro semestre, o estadual é a única chance de título, já que na Copa do Nordeste o time já foi eliminado.

TAPETÃO

A bola ainda não rolou no campo, mas no tapetão a Série C do Campeonato Brasileiro já enfrenta duros embates. Os paulistas, defendendo seus interesses, não admitem mudança na forma de disputa, o que contraria o desejo dos clubes do Norte e Nordeste. Aliás, os conterrâneos alegam haver vencido na votação, porém um golpe pode mudar tudo. Segundo eles denunciam, não sou que digo isso. Infelizmente, como quase tudo nesse país, tem sempre um espertalhão querendo levar vantagem.

O jogo fora dos estádios neste domingo pode ser duro. Tão incitando a violência. Bola murcha.

A CBF propõe seguro para todos os atletas. Séries A, B e C. Não falou na Série D.

A notícia é boa, porém seria mais justo incluir a quarta divisão.

SE deixarem a Série D de fora, é um passo para concretizar a proposta do seu fim.