sexta-feira , 15 de dezembro de 2017
Home / Opinião / Reflexões Teológicas

Reflexões Teológicas

Com Ricardo Alfredo
[email protected]
 

Reflexões Teológicas – Ricardo Alfredo

PENSAMENTO I

“O maior líder que a humanidade já viu, foi o mais simples dos homens. Jesus Cristo”. (Ricardo Alfredo)

 


A RELAÇÃO POLÍTICA E FÉ

Para compreendemos a relação entre política e fé, primeiro temos que entender que esse é um debate ideológico e ético e não apenas religioso, a ponto de atrair a atenção de líderes políticos, governantes, religiosos, teólogos e especialistas no assunto.

Antes de adentramos no tema é necessário fazemos alguns considerações que são relevantes, como: conceito de político, visão de reino, política partidária, escolha de candidatos e objetivo da política.

A política é algo divino em suas dimensões humanas. A política não é uma estratégia do inimigo de Deus para corromper, pelo contrário, a boa política é um projeto do Juiz dos Mundos, Deus. Apresentado a todos as bases do seu trono e os princípios do reino espiritual, valores que são: a verdade, a justiça, a paz, a fraternidade, o perdão, a liberdade, a alegria e a dignidade da pessoa humana.

Quase sempre fico contrário, mesmo que em silêncio, com pessoas que ensinam o que não sabem, nem tem domínio. E andam a dizer aos quatro ventos inverdade sobre a relação fé e política. De forma que quase sempre são extremistas ou liberais, não apresentado ao povo um equilíbrio espiritual nem moral.

Política, bem compreendida e praticada corretamente, pode ser entendida como um modelo artístico. Como arte dos grandes pensadores da humanidade ou mesmo como ciência da organização, direção e administração da conjuntura dos poderes. Não esquecendo que a política também aparece no esfera individual, assim como nas posturas e decisões diárias. Mesmo para aqueles que são incrédulo a política, e que diz que a odeia, e dela não faz parte. Sua atitude omissa tem de forma direta interferido na vida daqueles que mais necessitam das políticas públicas eficientes, que são os mais pobres.

Por outro lado, há que pergunte: o reino de Deus é político? Sim, o reino de Deus é político e espiritual. Porque o reinado do Juiz dos Mundos (Deus), é fundamentando na justiça e juízo e na misericórdia e na verdade. Por isso a igreja deve se posicionar contra as obras maus que nascem da política corrupta e de homens corruptos que são: políticos vigaristas que extraem da nação o melhor que tem e destrói a esperança do pobre e de quem sofre. Ele (Deus) deseja implantar na terra o mesmo reinado em que não haja injustiça, engano, roubos, corrupção e coisas semelhantes. O transcendente, Deus, não suporta a fome, odeia a rejeição ao menor do povo, e sendo assim, Ele deseja que homens de bem se manifestem contra a maldade e a tirania.

No campo das políticas humanas, principalmente as partidárias, já se anuncia o período de incomum agitação que é a escolha dos futuros candidatos, e a correria em busca de votos, assim como as promessas de soluções para as dores dos que mais sofrem.

A escolha de candidatos numa democracia consolidada, deveria observar como critério, o nível moral, intelectual e profissional do indivíduo. Sabendo se ele é apto ou não a governar ou atuar na criação das leis que levem ao bem estar social. O que acontece infelizmente, e que vários supostos cristãos têm sido lançado no meio político partidário sem nenhum preparo intelectual, ou não tendo a visão do bem comum, deixando transparecer que para ser candidato, o principal requisito é tem um pouco de carisma e fazer parte de um grupinho que domina e lidera a igreja.

E assim, um escrivão provinciano como sou, passa a entender que o único objetivo e afã destas criaturas é ver seus interesses econômicos imediatos consolidados, ou mesmo a busca por riquezas fáceis e sem muito trabalho, já que para grande parte dos supostos líderes da fé, o tamanho da igreja é definida pelo poder e pela fama que conquistou no mundo. E a política é o caminho mais fácil para esse fim.

O objetivo correto na política deveria ser bem comum, o que na verdade quase nunca acontece, pois os grilhões que prendem os mais fracos jamais serão soltos e estes estão sustentando uma casta de homens sem alma que gerencia o povo. Entretanto, no convencional político, o mais comum é a busca desenfreada por interesses particulares, familiares ou de grupos às custas do Estado.

A arte, altamente nobre da política, deve ser exercida por homens preparados e aptos em gestão e conhecimento das necessidades do povo, para que possa exerce-la sem buscar seu próprio interesse ou tirar vantagens indevidas. Isso é o que se espera do bom cidadão que tem como objetivo servir. Contudo, não é o que temos visto ou ouvido.

Na relação política e fé é necessário que os lideres sejam verdadeiros servos do criador e Senhor de todos, e assim, possam trabalhar na busca da igualdade de direitos e deverem entre todos.

Por outro lado, a proposta de uma trégua e uma relação profícua entre fé e política, vem tomando corpo na mente e nos corações daqueles que compreenderam que as decisões sociais só podem serem através da política. Mesmo assim, ainda temos diversas áreas religiosas ou não, que resistem a ideia de colisão para combater a corrupção no meio político. É bom lembrar a frase celebre que diz: “quando os bons silenciam, o mal domina”. (Ricardo Alfredo – 2002 livro Reflexões)

Diante do quadro atual no mundo, é de fácil compreensão que a política é uma seara extremamente delicada para aqueles que tem valores sólidos e são dedicado em agrada o Juiz dos mundos.

Mesmo diante do quadro de tanta incerteza no campo político, é dever dos que a si mesmo, anunciam ser cristão, lutar pela liberdade, pela verdade, pelos mais pobres do povo, pela viúva, pelos órfãos e por todos os injustiças num sociedade corrupta e sem ética. Cabe a igreja ser a verdadeira representante deste valores que são eternos.

Por todos esses aspectos, devemos ponderar que fé e política não são elementos antagônicos, como muitos desejam que sejam, mas são peregrinos que caminham próximos e, à medida que se aproximam melhoram a vida dos que mais precisam. E assim, fazem que o justo chamado da política seja louvado e exemplificado para as gerações que aproximasse da compreensão de um mundo melhor. É inevitável que o processo de conscientização da missão da fé junto à sociedade não tenha mais retrocessos, pois a alma humana criou asas e aprendeu a voar. E assim, a exigência de uma política justa e perfeita, jamais será adormecida.

 


GESTÃO EDUCACIONAL

ri1

A professora Renata Dantas, gestora (diretora) da Escola Municipal Deusdete Cecílio de Araújo, zona Rural de Mossoró-RN, como sempre antenada com as novidades educacionais, elaborou com sua equipe de professores o projeto Justiça e Escola que terá sua culminância no dia 18 de dezembro com participação de diversas autoridades e um palestrante convidado que é o coordenador do município do justiça e Escola.

Já no dia 19 de dezembro à escola em conjunto com a comunidade fará um desfile apresentando os seis pilares do justiça e escola, pelas ruas da zona rural do Sítio Mulunguzinho – Zona rural – Mossoró-RN. Parabéns a gestora e toda a sua equipe.

 


5° ANIVERSÁRIO

 

ri2

Parabéns aos todos os que lutaram se esforçaram para comprar a radio e fazer dela uma boa rádio em tempos de internet.

 


REFÚGIO

 

ri3

No período do carnaval sempre a A.D. Mossoró, assim como em toda a região é feito um refúgio para jovens. Primeiro se chamava EMAD ou EJAD, Porem, pelo que me parece o formato ainda é o mesmo.

 


PENSAMENTO II

“Às vezes me pergunto, pra que serve um homem, e o que ele tem? Se não a si mesmo, então ele não tem nada. Tendo a ele mesmo, então é capaz de dizer as coisas que sente de verdade e não as palavras de alguém que se ajoelha. As cicatrizes mostram, eu recebi as pancadas mais levantei e segui caminhado”. (Ricardo Alfredo)

 


PROSA I

Para todos os pensadores

AUSÊNCIA

Por muito tempo achei que a ausência é falta.

E lastimava, ignorante, a falta.

Hoje não a lastimo.

Não há falta na ausência.

A ausência é um estar em mim.

E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,

que rio e danço e invento exclamações alegres,

porque a ausência, essa ausência assimilada,

ninguém a rouba mais de mim.

(Carlos Drummond de Andrade)

 


PROSA II

Para Renata Dantas

LIDERAR

Liderar é se doar, é ter coração humanizado, amado, sentido e sofrido. É está disposto a servir, a cooperar, a ceder e se esvaziar.

Liderar é ser capaz de analisar e separar o trigo e o joio sem desprezar e nem ironizar, apenas tentar ajudar.

Liderar é ser guiado pelo coração, razão, emoção e amor.

Liderar é ter princípios nobres, é ter valor onde não há valor.

Liderar é ter um coração sábio. É saber indicar o caminho sem gritar nem espernear.

Liderar é ser simples. É conhecer a estrada e saber que ela pode levar as perigosas paixões do ódio e do rancor.

Liderar é ser forte na dor, no desamparo, na rejeição, porem leve de espírito.

Liderar, é nunca pensar que é melhor do que o próximo, mais ser do cego os olhos, do iletrado o saber, do doente o remédio, do que sofre o consolo, do triste a alegria, e do Rei e Juiz dos mundos, apenas um servo.

(Ricardo Alfredo)

 


FAMÍLIA DEBAIXO DA GRAÇA 2018

 

ri4

Como tema as cinco linguagem do amor o encontro promete renovar a caminhada do amor na vida dos casais. Com certeza é algo extraordinário é ver e participar para comprovar.

 


PENSAMENTO III

“É melhor o mundo inteiro sorrir de você, do que você concordar com sua loucura”. (Ricardo Alfredo)

 


RÁPIDAS DA SEMANA

1- Papiro com texto apócrifo sobre Jesus é encontrado

2- Missionário é morto com a Bíblia na mão

3- EUA e Israel se preparam para cenário de guerra

4- 5 mil oraram diante de clínicas de aborto

6- Famílias evangélicas estão sendo presas por orarem em casa, na Eritreia

7- Manuscrito com ensinamentos de Jesus a Tiago é descoberto por arqueólogos

8- Ministro russo Sergey Lavrov promete defender cristãos perseguidos no Oriente Médio

 


VELHOS AMIGOS

 

ri5

Essa com certeza foi a melhor equipe que a A.D. já viu em todos os tempos. Pessoas que hoje constrói e construiu uma sociedade melhor. Além de serem bom evangelizadores. Tenho a honra de ser amigo deles, cada um com sua personalidade, porem cheio de amor pelo próximo. Parabéns bons amigos e irmãos.

 


PERFIL AMOL

Academia Mossoroense de letras – AMOL

 

ri6

Mário Gerson Fernandes de Oliveira nasceu em Mossoró-RN, aos 16 de dezembro de 1981. É filho de Maria do Carmo Fernandes Oliveira e de Josias Faustino de Oliveira. Começou a produzir seus primeiros escritos aos quatorze anos de idade. Desde muito jovem teve contato com a literatura, as artes plásticas e, em especial, com a poesia. Juntamente com a Fundação Vingt-un Rosado, Coleção Mossoroense, em 1999 lançou o seu primeiro trabalho – um folheto intitulado Traços Poéticos, por um projeto denominado Poema na Escola.

Em 2008, foi o vencedor da categoria Contos, do Prêmio Literário Rota Batida, um convênio entre a Coleção Mossoroense e a Petrobras, com o livro O Suspiro do Inimigo.

Em 2007, lançou o livro GAZETA DO OESTE, 30 anos, em que revela a história do maior jornal do interior do Estado e do Oeste potiguar. Já em 2008 publicou outra obra, A Morte do Pescador, uma novela, com prefácio do escritor e crítico literário Manoel Onofre Júnior. Em 2011 lançou A Noite de Luvas Brancas, livro de poemas.

Membro do Instituto Cultural do Oeste Potiguar (ICOP), desde junho de 2005, sócio-correspondente da Academia Apodiense de Letras (AAPOL) e membro da Academia Mossoroense de Letras (AMOL).

 


WELLINGTON BARRETO PRESIDENTE DA ACJUS

 

ri7

O presidente da Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró (ACJUS), Dr. Welington Barreto, no ano de 2017 tornou a ACJUS uma das academia mais conhecidas do País. O seu trabalho é incansável e louvável, todos o admiramos pelo seu empenho e sua liderança na Academia e na cidade de Mossoró-RN. Todos nós seus amigos e admiradores lhe desejamos um natal prospero e repleto de saúde e felicidade.

 


UM ÍCONE DA NOSSA HISTÓRIA

 

ri8

O livro do professor Wilson Bezerra de Moura registra e documenta todos os momentos históricos verificados ao longo de cinco décadas, da sua loja maçônica. E a relação com a cidade de Mossoró-RN

Com o tema: “Cinquentenário da Loja Maçônica João da Escóssia”, traz um relato importantíssimo e histórico para cidade de Mossoró e para toda região. Com certeza este livro é e será motivo de pesquisa para que deseja conhecer a real relação entre a Maçonaria e os bastidores da cidade.

Outro fato importante é que todos os relatos relacionados a sua loja maçônica são citados em sequência lógica e estratégica para compreensão da boa leitura. Assim como, os primeiros passos, suas dificuldade e principalmente suas vitorias. Como diz o próprio autor: “Tínhamos documentos escritos, atas, documentos primitivos que serviram de base para a fundação da loja, e boa parte do livro contou com momentos extraídos da nossa memória”. Professor Wilson Bezerra de Moura, como sempre nos ensinar um pouco da sua nobreza, parabéns meu irmão e amigo.

 


MEMORIAE (MEMÓRIA)

 

ri9

Muitos e muitos anos no passado… grupo de jovens que acreditavam e cumpriam com amor o ide… está em nossas memorias

 


CONVITE

 

O professor Ângelo Roberto Canuto vem dado um show de administração na Escola Municipal Heloisa Leão. Sempre a escola oferece cursos preparatórios, palestras, Debates que tem gerando na comunidade uma riqueza de conhecimento e participação civil. Parabéns bom amigo, é disso que nosso pais precisa de gente destemida e que deseja mudar o quadro da nação. Começando com pequenas gotas de águas que podemos fazer uma chuva.

 


PROJETO OPERAÇÃO SORRISO

 

ri12


REFLEXÃO DA SEMANA

 

Salmo 20

Salmo 20 – Para proporcionar grandeza à alma e, trazer tranquilidade ao espírito e equilíbrio ao corpo.

1 O Senhor te ouça no dia da angústia; o nome do Deus de Jacó te proteja.

2 Envie-te socorro do seu santuário, e te sustenha de Sião.

3 Lembre-se de todas as tuas ofertas, e aceite os teus holocaustos.

4 Conceda-te conforme o desejo do teu coração, e cumpra todo o teu desígnio.

5 Nós nos alegraremos pela tua salvação, e em nome do nosso Deus arvoraremos pendões; satisfaça o Senhor todas as tuas petições.

6 Agora sei que o Senhor salva o seu ungido; ele lhe responderá lá do seu santo céu, com a força salvadora da sua destra.

7 Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus.

8 Uns encurvam-se e caem, mas nós nos erguemos e ficamos de pé.

9 Salva-nos, Senhor; ouça-nos o Rei quando clamarmos.

Reflexões Teológicas – Ricardo Alfredo

PENSAMENTO I

“Um guerreiro pode troca de armadura, mais não de coração”. (Ricardo Alfredo)

 


REFLEXÃO SOBRE OS CAMINHOS DA POLITICA

Nas rodas de conversas com intelectuais, homens e mulheres probos, leigos e pesquisadores da cidade sou obrigado, de forma direta, a posicionar-me de forma clara, e conforme o conhecimento secular sobre a perfeita vontade do árbitro dos mundos, Deus, diante as políticas públicas e a política partidária.  Dentro deste campo, é fundamental, criticar de forma honesta e construtiva, as instituições denominadas de Igrejas e seus pastores, por atuarem nas políticas públicas de forma interesseira. Em pleno século XXI, ainda temos pessoas (ditos pastores e padres) que pensar e atuar nas políticas com um grau de interesses doentio e estes precisam serem criticados, comentados, reprovados, combatidos, para que possam sentir na pele o quanto é reprovável seu comportamento, antes que eles passem para outro estagio de corrupção humana, que a da alma.

De forma lógica, precisamos pensar em políticas, mesmo a partidária, pois sem elas, o estado não funciona e sua eficiência passa a ser apenas receber tributos. Como a política é em si só, a arte de governar e conversar com propósitos definidos, levando recursos aos mais carentes, então é urgente a reorganização dos partidos e das novas teorias humanista, onde o homem de ser visto como prioridades e não as coisas.

Na modelo atual de sociedade é perceptível o crescimento das religiosos, motivados pela carência afetiva, assim como pelo o fenômeno é global, da solidão cibernética. Este fenômeno pode ser observado não só pelo surgimento de novas religiões, mais pelo aumento da constância aos cultos, assim como pelo formato de uma linguagem religiosa nos discursos políticos de tal modo que podemos discorrer o uso político da religião e um uso religioso da política.

Quando relacionamos a política e as igrejas ambas tem propósitos que as unem que é o bem comum da comunidade, principalmente os mais carentes. Outra coisa importante sobre a igreja é que desde a sua fundação, ela tem um alvo que é ser casa de comunicação entre o transcendente (Deus) e o humano.

Dentro da sua mística existencial, a igreja precisa cuidar do espiritual, sem esquecer o material, ou seja, enquanto o espirito estar nutrido o corpo precisar da mesma nutrição, é onde entra a igreja e sua forma de protestar contra a ignorância, a fome e a miséria. E o meio político ainda é a melhor forma de ajudar e proteger os mais carentes do povo.

Em relação a futuros candidatos, tenho posição firmada, pastor e padre não deveriam abandonar o seu chamado de fé e adentra no mundo político, pois o mesmo está inconscientemente a nós dizer que não vale apena servir ao juiz dos mundos, e assim sendo, é melhor servir aos homens e aos seu desejos de poder.

Quando observamos as religiões na longa duração, entendemos que em todas elas doutrinam em dois aspectos, contraditórios e excludentes apenas na aparência.

Portanto, o verdadeiro papel da Igreja é levar a doce e boa palavra de rei eternal, trazendo esperança aos que sofrem e os tornado aptos a toda a boa obra, inclusive, servir à nação em qualquer cargo ou função da carreira pública. Se isto não for feito, a corrupção continuará apodrecendo a política e roubando, e desviado o verdadeiro caminho da evolução espiritual projetada pelo rei da eternidade, Deus.

 


FAMÍLIA

 

ri1


 

COMPETÊNCIA – (educação)

 

ri2

 

A secretária de Educação Municipal de Mossoró-RN, sobre a regência da professora Magali Delfino (secretaria de Educação), vem gerando transformações de qualidade, tanto nas escolas como nos meios de transportes escolas. Foi criado a coordenação da divisão de transporte escolar da unidade de apoio escolar da Semeel.  Ao qual tem como coordenador o competente Rogério Gomes de Carvalho, o bom amigo Rogério é responsável por 28 rotas com alunos e uma frota de carros pequenos a serviço dos técnicos da Semeel. Tem sido um serviço de excelência. Parabéns bom amigo e irmão.

 


GESTÃO COMPETENTE – (Educação municipal)

 

ri3

ri3.2

 

A competente e amável Renata Danielly gestora da Escola Municipal Deusdete Cecílio de Araújo, zona Rural de Mossoró-RN, vem desenvolvendo um trabalho especial na comunidade de forma que o processo de ensino aprendizagem tem ocorrido de forma evolutiva e clara. Sua dedicação e amor pela educação e pela comunidade é admirável. Parabéns a toda equipe e a sua gestora.

Ideia saudável e bem vinda – Universal reúne pastores de outras igrejas no Templo de Salomão para “promover a união”

A Igreja Universal do Reino de Deus promoveu encontros de pastores de diversas denominações evangélicas no Templo de Salomão, em uma iniciativa para aproximar a igreja fundada pelo bispo Edir Macedo de outras lideranças religiosas.

Ao todo, em diversas reuniões, aproximadamente mil pastores e pregadores visitaram o megatemplo que replica, em proporção superdimensionada, o templo construído pelo rei Salomão em Jerusalém.

 


ENCONTRO

É prepara-se para forte emoções.

 

ri4


ACONTECEU

 

ri5


ACADEMIA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS DE MOSSORÓ – ACJUS, LANÇA NOTA DE APOIO A UERN

 

ri6


COMEMORAÇÃO NACIONAL

 

ri7


INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

O Natal voltou a ser usado pelo Estado Islâmico como cenário de ameaça aos cristãos mundo afora. Após ter sido expulso do Iraque e da Síria por forças de coalizão internacionais, lideradas por Estados Unidos e Rússia, em frentes distintas, os extremistas muçulmanos agora querem espalhar o terror na data simbólica para a cristandade.

Rodeou um cartaz do Estado Islâmico com a intimidação de um “Natal sangrento”. Os terroristas usaram uma imagem simbólica: um homem ao volante em uma das ruas que dão acesso à Basílica de São Pedro, no Vaticano. A ameaça traz ainda um aviso: “Aguardem”.

Em frente à Basílica – que é reconhecida mundialmente como um dos principais templos do catolicismo – fica a Praça de São Pedro, local que recebe milhares de fiéis a cada missa realizada pelo papa Francisco, semanalmente, e também durante a celebração do Natal. (Fonte: noticias.gospelmais.)

 


DIA DA BÍBLIA

 

ri8

 

Muitas igrejas comemoram ao dia da Bíblia, é um dia importante para todos os pesquisadores e teólogos.


 

IPP PLANALTO

ri9


 

FUTURA SEDE DA ACADEMIA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS DE MOSSORÓ – ACJUS

Sede da ACJUS, Idealizada e sonhada pelo competente amigo e irmão Welington Barreto, presidente da Academia, vem sendo construída a grandes passos. Parabéns ao presidente e a todos os confrades e confreiras.

 

ri10

 


PRA VOCÊ

Deitado em meu quatro fico a imagina a cena do grande rei Davi, amigo de Deus, que tinha um acorde secreto que agradava o rei do universo. Sua fé era fonte e firme, capaz de enfrentar o impossível sem temer. Contudo, em certo dia percebeu em seu reino uma linda e proibida mulher que fazia brilhar seus olhos como um luar claro, feito dia.

Seu coração que vivia sozinho, ficou preso aquela mulher, como quem é amarrado na cadeira da cozinha. A sua mente não descansava de pensar nela. O seu quarto parecia pequeno, o seu reino parecia não ter sentido sem a presença dela em sua vida. E dos seus lábios foram tirados os aleluias e as glórias.

O seu coração ficou atado ao dela, as aleluias e glórias tinham fugido dos seus lábios. A noite sozinho um rei chorava sem ter quem o ouvisse. O rei cansado descobriu que o amor não é uma caminhada de vitória mas de renúncia.

Reflexões Teológicas

PENSAMENTO I

“Quando somos forçados a ficar de joelhos, a mente e o coração devem estar preparados para dizer: eu vou me levantar, e me levantarei como o nascer do dia nascer do dia, sem medo… mil vezes me levantarei, mesmo que as ondas sejam fortes e altas. Mesmo que a dor seja intensa, me levantarei e verei o novo dia raiar”. (Ricardo Alfredo)

POSSE DO ICOP 

Eu, (Ricardo) e meu bom amigo Padre Sátiro, (somos membros do Icop) prestigiando a posse da nova diretoria na sexta à noite. Parabéns a nova diretoria.
Eu, (Ricardo) e meu bom amigo Padre Sátiro, (somos membros do Icop) prestigiando a posse da nova diretoria na sexta à noite. Parabéns a nova diretoria.

 

 

MOMENTO DE ESTENDER AS MÃOS

 

O nosso bom amigo e irmão pastor Antônio Marcos passa por um momento de tratamento e com certeza precisa das nossas orações e contribuições. Meus irmãos sejam fortes contribuintes com o servo de Deus para o seu Tratamento. Acima está a agencia e a conta corrente para quem possa ajudar.

OS CAVALEIROS DA TÁVORA

 

O encontro dos cavaleiros da Távola ocorreu na casa do grande irmão e amigo Henrique, que com muito carinho e com boa comida nos recebeu. Outro fator importante foi à boa conversa que tivemos. Quero de público parabenizar aos coordenadores do grupo, principalmente a Jusiel que orquestrou a reunião.

ORAÇÃO PELA PAZ

Senhor, fazei-me instrumento da vossa paz.
Onde há ódio, que eu leve o amor.
Onde há ofensa, que eu leve o perdão.
Onde há discórdia, que eu leve a união.
Onde há dúvida, que eu leve a fé.
Onde há erro, que eu leve a verdade.
Onde há desespero, que eu leve a esperança.
Onde há tristeza, que eu leve a alegria.
Onde há trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre,
Fazei que eu procure mais
consolar que ser consolado;
compreender que ser compreendido;
amar que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
é morrendo que se vive para a vida eterna.

(São Francisco de Assis)

 

O SÁBIO OUVE A VOZ QUE DIZ:

“Levantai ao alto os vossos olhos, e vede: quem criou estas coisas? Foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ele as chama a todas pelos seus nomes; por ser ele grande em força, e forte em poder, nenhuma faltará”. (Isaías 40:26 AA)

 

 

NOVA SÉRIE DA TV PAGA APRESENTA MESSIAH.  ESTÁ SERIE EXPLORARÁ RETORNO DE JESUS CRISTO

 

Canal de TV paga anunciou que começa neste mês a produção uma nova série ao lado dos criadores Mark Burnett e Roma Downey, conhecidos por criar A Bíblia.
O novo drama também tem ângulo religioso, e se chama Messiah (Messias, em inglês), explorando o que aconteceria se um homem misterioso aparecesse, nos dias de hoje, clamando ser a segunda encarnação de Jesus Cristo. A nova serie contará com 10 episódios. (Fonte: Observatório do Cinema)

A consciência Bíblica na proteção dos animais

Deus nunca permitiu o homem a tratar os animais com crueldade. A VIDA ANIMAL corre perigo, com a possibilidade de extinção de muitas espécies; assim como ocorre com o meio ambiente e o uso desordenado dos recursos no planeta. Não somente a presença humana no Planeta, o extrativismo, a poluição e a ocupação humana nos habitat faz com que os animais sofram; a produção industrial de alimentos, esportes sangrentos e o abandono de animais de estimação pioram essa triste situação.

A Bíblia diz:

O Salmista exalta que Deus… dá aos animais o seu alimento (Salmos 147:9).

Salvas o homem e o animal, ó Jeová (Salmos 36:6); O justo importa-se com a alma do seu animal doméstico, mas as misericórdias dos iníquos são cruéis (Provérbios 12:10).

As Escrituras dizem que Deus odeia a quem ama a violência (Salmos 11:5);

No Novo Testamento, Jesus chegou a dizer que um único pardal não cai ao chão sem o conhecimento de seu Pai (Mateus 10:29). (Fonte: Pleno News)

 

Produção vinícola deste ano em Israel supera as expectativas, confirmando uma antiga profecia bíblica!

 

Enquanto a produção vinícola mundial caiu com valores recorde, os barris das destilarias israelitas estão a abarrotar com uma abençoada produção de vinho que confirma sem sombra de dúvida as profecias de Joel.

Só que a colheita foi tão abundante que não havia barris suficientes para conter todo o vinho produzido pelas uvas. Para muitos, este é o cumprimento da profecia de Joel 2:24: “E as eiras se encherão de trigo, e os lagares transbordarão de mosto (vinho) e de azeite.”

A profecia refere-se não apenas à abundância, mas também à honra que isso traria a Israel: “Eis que vos envio o trigo, e o mosto, e o azeite, e deles sereis fartos, e vos não entregarei mais ao opróbrio entre do gentios” (Joel 2:19).

Esta abundante produção vinícola em Israel contraria a grave queda na produção dos maiores produtores mundiais, especialmente na Europa, devido às grandes vagas de calor. Na Califórnia, os grandes incêndios também prejudicaram gravemente a produção do famoso vinho local.

Há produtores em Israel que confessam terem ficado espantados, pois que, tendo cortado a produção de forma a melhorar a qualidade dos vinhos, não só foi surpreendido pela grande qualidade, como pela quantidade, algo “nunca visto nestes últimos 20 anos em Israel”.

A bênção da abundância de vinho não atingiu só a região vinícola dos Montes Golan, mas até mesmo a região da Samaria e de Hebron.  Quem te ouvidos, ouça o que Espirito diz as Igrejas. (Fonte: Shalom Israel)

 

 

ACJUS – ACADEMIA JURÍDICA

Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró

Da esquerda para direita, padre sátiro, eu (Ricardo) e Dr. Laíre Rosado.
Da esquerda para direita, padre sátiro, eu (Ricardo) e Dr. Laíre Rosado.

Com certeza padre sátiro disse algo engraçado que nós passamos a rir sem controle. Aqui temos três gerações pensantes.

 

Eu, (Ricardo) e padre sátiro conversando sobre os rumos teológicos que o mundo tem tomado.
Eu, (Ricardo) e padre sátiro conversando sobre os rumos teológicos que o mundo tem tomado.

 

RECORDAÇÃO

Recebendo a medalha da câmara municipal de Mossoró (CMM), uma bela homenagem. Ao lado um bom amigo e ex-aluno e a minha esquerda a vereadora Izabel Monte Negro (atual presidente da casa).

 

POSSE COMO ESCRITOR NA ASCRIM

 

Escolhidos pelos meus pares (ESCRITORES) para ter assento na ASCRIM como escritor, grande honra. E bela festa de posse. Queria de público agradecer a todos que compartilharam comigo deste dia ímpar.

 

POSSE NO INCOP – INSTITUTO CULTURAL DO OESTE POTIGUAR.

 

Sendo empossado no Incop – instituto cultural do oeste potiguar. Outro dia de grande festa e muita honra para este simples escrivão provinciano.

 

 

SAUDADE E GRATIDÃO

 

 

 

Encontro realizado no meu condomínio com a presença de várias autoridades do mundo civil, eclesiástico e jurídico. E a honrosa presença do meu irmão e amigo Milton Marques in memória e Dr. Elder Heronildes, dois discursos memoráveis.

 

OS DIREITOS DO IDOSO NA SAÚDE.

O poder público deve:

  • Garantir ao idoso acesso à saúde;
  • Criar serviços alternativos de saúde para o idoso;
  • Prevenir, promover, proteger e recuperar a saúde do idoso;
  • Idoso tem direito ao atendimento preferencial nos postos de saúde e hospitais municipais, juntamente com as gestantes, deficientes, devendo os mesmos serem adaptados para o seu atendimento;
  • Iidoso tem direito de ser vacinado anualmente contra gripe e pneumonia;
  • Idoso deve ser informado sobre a prevenção e controle da osteoporose.

Fiquei atento, você de ser tratado com amor e respeito por todos.

 

PREPAROS PARA O NATAL

REFLEXÃO

Valores e Princípios na vida do Apóstolo Paulo

1- O Amor de Cristo: “o amor de Cristo nos constrange” II Coríntios 5.14

Para Paulo o que o fortalecia a humanização era o Amor de Cristo ao ponto de se sentir constrangido, no sentido de impulsionado. De fato, a alegria do Senhor é a nossa força (Neemias 8.10).

 

2- Não se envergonhar: “pois não me envergonho do evangelho” Romanos 1.16

Mesmo doutor em direito mosaico, Paulo nunca se envergonhava de Cristo, mesmo que antes fosse livre e depois fosse preso, que tenha sido rico e agora estivesse pobre, ou qualquer outra situação (I Coríntios 4.9-13).

Sabe por que não devemos nos envergonhar?

Por que:

O céu sabe que em nós há poder e quer que nós o usemos.

O inferno sabe que em nós há poder e quer que o esqueçamos.

O mundo sabe que em nós há poder e quer nos procurar para receber alívio.

Por isso não podemos nos envergonhar de algo que todo mundo sabe

 

3- Supervalorizar o Evangelho: “em nada considero a vida preciosa para mim mesmo” Atos 20.24

Por isso ninguém é como o apóstolo Paulo. Ele dava tanto valor ao evangelho que o tinha superior à própria vida. Ele tinha necessidade de retribuir sua salvação ganhando outras vidas para Deus.

William Carey dizia: ‘meu negócio é falar de Jesus e concerto sapatos para pagar as contas’.

 

4- Pequenos gestos com grande significado:

“fiz-me de tudo para com todos, a fim de salvar alguns” I Coríntios 9.12-22

Esta estratégia sem amor seria hipocrisia.

Paulo sacrificou suas vontades e preferências muitas vezes para ganhar vidas para Cristo.

É preciso parar com a megalomania de querer coisas grandes. Devemos fazer ‘de tudo’ para ganhar ‘alguns’ como o grande Apóstolo fez sabendo que estes poucos ganhariam outros. Ele não se importava com números, mas com qualidade que consequentemente geraria quantidades enormes de almas para Cristo.

Se não puder fazer grandes coisas, faça pequenas coisas, com grande significado espiritual.

 

5- Humildade: “temos este tesouro em vasos de barro par que a excelência do poder seja de Deus e não de nós” II Coríntios 4.5-11

Paulo pregava e criava uma igreja e depois escrevia pedindo orações em seu favor. Era humilde.

Missão e evangelização não são para sabidos e entendidos e sim para pessoas simples do povo.

Se o crente estiver cheio de Deus, ele estará vazio de si mesmo e transbordará do evangelho.

Não há como glorificar a deus exaltando-se a si mesmo porque Deus não dívida a sua glória com ninguém.

 

Portanto, a ideia central é aprender do apóstolo Paulo ser humano e se humanizar, como forma de ser um verdadeiro cidadão no reino de Deus.

Reflexões Teológicas

 PENSAMENTO I

“Em meio ao caos, posso silenciar e ouvir sua voz suave a dizer: Sê forte”. (Ricardo Alfredo)

GENEROSIDADE

Num mundo que acreditamos sermos evoluídos e preparados. Criamos a época dos voos, da viagem rápida, do rádio, da internet e da comunicação. Porem, nos extraviamos, vivendo num mundo egoísta, cruel, mesquinho, onde as coisas valem mais que as pessoas e o ter maior que o ser.

Temos tempo para tudo, menos para viver uma vida plena… as rodas de conversas, quando possível, o comentário é … Estou sem tempo. Nenhuma pessoa tem tempo sobejando e se existisse, certamente teria abandonando alguma coisa de fazer. O tempo hoje em dia passa veloz como o vento, temos um dia-a-dia frenético, cheio de comprometimentos, obrigações e quase nada sobra para cuidar de nós, de nossas famílias e das outras pessoas.

É por isso que esquecemos da generosidade com a viúva, com o órfão, com o faminto, com o que sofre e os que estão sentados na estrada da vida esperando uma mão estendida, um socorro generoso.

Em meio a este caos, a generosidade, fruto do amor de um espírito, que aprendeu com o juiz dos mundos (DEUS), é trancado dentro de um corpo, como defesa de uma vida.  E assim a maioria das pessoas refletem sobre a generosidade como apenas doar bens materiais ou praticar a caridade. Entretanto, a generosidade é maior, é um estado de espirito, como alguém que toca o céu, sem a pretensão de ser maior ou melhor que outrem.

Em meio ao mundo cheios de sons estranhos e teorias esquisitas, a generosidade é a total liberdade da alma (consciência), onde doasse é virtude, sem esperar recompensa alguma.

Um coração repleto do reflexo do rei que está acima das estrelas, semeia e lançar a semente da generosidade e seus olhos transbordam no caminho da tolerância e bondade. O pensando, apóstolo Paulo, sábio em entendimento ensinou: “Como em muita prova de tribulação houve abundância do seu gozo, e como a sua profunda pobreza abundou em riquezas da sua generosidade.” (2 Coríntios 8:2).

Numa linguagem contemporânea, o grande mestre dos gentios, apóstolo Paulo, menciona que a generosidade pavimenta outras virtudes celestes no homem do novo reino, que é:  paciente, coração sincero, tolerância, cuidado com os mais frágeis. Não se conduz inconvenientemente e cheio de respeito pelo outro.

O cantor rei e salmista Davi, disse: “O ímpio toma emprestado, e não paga; mas o justo se compadece e dá.” (Salmos 37:21). É impossível ser um servo do rei da glória (Deus), e não ser humilde e generoso, faz parte do caráter do cidadão que caminha para entrar no reino eternal e logo aprendeu a usar das mesmas características do seu Rei.

A nossa geração esqueceu que o criador de tudo, o arquiteto de todas coisas, sonda os homens e os mede pela intensidade de um coração generoso e de uma alma (razão) que não busca a exaltação nem o aplauso. O marco é dado pelo apóstolo Marcos ao mencionar:  “Todos deram do que tinham de sobra, enquanto ela, na sua pobreza, ofereceu tudo aquilo que possuía para viver” (Marcos 12, 44).

Em toda a sua glória de sabedoria, o rei Salomão escreveu: Quem dá com generosidade, vê suas riquezas se multiplicarem; outros preferem reter o que deveriam ofertar, e caem na pobreza. O generoso sempre prosperará; quem oferece ajuda ao necessitado, conforto receberá. O povo amaldiçoa aquele que esconde o trigo para alcançar maior preço, mas a bênção alcança aquele que logo se dispõe a atender o povo”. … (Provérbios 11: 24, 25 e 26)

A generosidade é uma especial caraterística do homem que cresceu na presença do rei eternal. Ela se (A generosidade) é a expressão maior que conseguimos aprender no verdadeiro caminho do sentido da vida.

Portanto meus amigos, nestes dias escuros, onde se apregoa o ter, o materialismo como maior expressão de sucesso. A voz que ecoa no vento nos ensina que o sucesso está em ser generoso e bom, como fruto do amor que salta para eternidade. Não esqueçamos o que fazemos na vida ecoa na eternidade.

 

thumbnail_foto 01

 

RÁPIDAS DA SEMANA

1- Evidência científica é encontrada a partir de história da Bíblia

2- Produção vinícola deste ano em Israel supera as expectativas, confirmando uma antiga profecia bíblica!

3- Papa critica uso de celular por fiéis e religiosos em missas

4- Os pastores que tentam manter vivo o espírito de Lutero

5- A expansão evangélica no Brasil em 26 ano

6- Movimento universitário leva ‘oração grátis’ a candidatos que aguardavam o 7- Enem em frente de escolas, em Santarém

8- Igreja Assembleia de Deus no Brasil sofre sua segunda grande ruptura na historia

 

thumbnail_foto 02

 

PENSAMENTO II

“Deus é paz no mundo. O mundo precisa de Deus! As famílias tendo Deus não terá guerras! E também não traz guerra as outras famílias”. (Ricardo Alfredo)

 

 

ENCONTRO EM DOIS GRANDES ESCRITORES

 

thumbnail_foto 03

 

O professor Dr. Benedito Vasconcelos e João Almino (ABL) em grande encontro de escritores.

 

INFORMES ACJUS

 

thumbnail_foto 04

João Almino – escritor

17/11/17 – a partir das 18h30, tendo como palco o Majestoso Teatro Municipal Dix Huit Rosado , quando na oportunidade teremos a presença de várias lideranças culturais como o imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL) – João Almino que estará lançando o seu novo livro – ENTRE FACAS, ALGODÃO.
Teremos ainda as presenças do Presidente da Federação das Academias de Letras Jurídicas do Brasil – FALEJUB- Ricardo Bezerra, presidente da Academia Cearense de Letras Jurídicas – ACLJ- Roberto Victor, além de muitas outras personalidades que virão do Rio de Janeiro, Espirito, Pernambuco, Paraíba, São Paulo e Natal.

 

INSTITUTO CULTURAL DO OESTE POTIGUAR – ICOP

 

thumbnail_foto 05

 

POESIA

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e a arte de representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida – umas porque usam de fórmulas visíveis e portanto vitais, outras porque vivem da mesma vida humana.
Não é o caso da literatura. Essa simula a vida. Um romance é uma história do que nunca foi e um drama é um romance dado sem narrativa. Um poema é a expressão de ideias ou de sentimentos em linguagem que ninguém emprega, pois que ninguém fala em verso. (Fernando Pessoa)

 

PROGRAMAÇÃO ALUSIVA AO 3° ANIVERSÁRIO DA ACJUS

 

 

CONVITE – ACJUS

O presidente da ACJUS o Dr. Wellington Barreto, convida toda a população Para sessão Magna de III aniversário da academia, conjunta com o elogio ao patrono da cadeira 23- amaro Cavalcanti. Presença do grande escritor João Almino da Academia Brasileira de Letras. (ABL).

 

thumbnail_foto 07

 

 

Dois grandes escritores da ACJUS

 

thumbnail_foto 08

 

Presenças sempre marcante em todos os eventos das academias de nossa região, é dos grandes escritores Dr. Antônio Clóvis e da Dr. Taniama. Que se diga de passagem, sempre apresentado trabalho em livro que não deixa nada a desejar, se comparados com livros lançados no sul do pais.

Poeta de primeira linha, o professor Dr. Clovis vem despontado como um dos maiores pensadores de nossa geração. Tendo sua preocupação maior nos seus escritos, o bem comum e a solidariedade social.

Já a Dr. Taniama é naturalmente uma grande pesquisadora e intérprete da linguagem popular em seus escritos, de forma que ela consegue traduzir todo conhecimento adquirido no nível de compreensão de todas as classes sociais e cultural, ato esse de pura genialidade.

São dois escritores que honram as academias que pertencem e que iram pertencem. Tenho a honram de ser amigo deles.

 

thumbnail_foto 09

 

REFLEXÃO

1 CORÍNTIOS 13 – O Amor Revelado

1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.

2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.

5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;

6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;

7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;

9 Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;

10 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.

12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

 

Reflexões Teológicas

PENSAMENTO I

“Bondosos corações daqueles que estendem a mão sem esperar nada em troca. Depende de nós semear a vontade de ajudar quem precisa, incerta é a nossa vez para precisar da ajuda dos outros” (Lupita Fernandez)

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

DESCONSTRUINDO O EU DO INDIVIDUALISMO

O individualismo nos leva a solidão e ao desespero de uma vida vazia e sem a expressão da generosidade e da bondade. Expressão essa que reflete o eterno (Deus). Em outras palavras, o individualismo é assentar o interesse pessoal acima da necessidade de um grupo (coletividade). É bom relembrar que as necessidade de um grupo (coletividade), sempre deve estar acima da necessidade individual, ou seja, a coletividade é predominante na sobrevivência e nas relações que a espécie mantém.

A maior prova do amor de Deus por quem se preocupa com a coletividade está expressa no livro do profeta Isaias, que afirma: Porque foste a fortaleza do pobre e a fortaleza do necessitado na sua angústia; refúgio contra a tempestade e sombra contra o calor […]Um ao outro ajudou e ao seu próximo disse: Sê forte” (Isaías 25,4; 41,6).

O individualismo nos conduz ao egoísmo, a avareza e a altivez. E estes três aspectos torna o ser insensato, injusto e insensível a dor do seu semelhante. Em estudos aprimorados, é possível perceber a presença do individualismo na própria criação, porem de forma benéfica e que se doa em favor de outro. Todavia, o individualismo do eu vem se desenvolvendo dentro dos tempos de forma silenciosa e perigosa para humanidade.

O eu, do individualismo, não é algo novo, nem privilégio surgido na modernidade, mas é algo que foi implantado e arraigado no coração humano pelo sistema dominante e classificativo dos seres em grupo ou etnias, de forma que em todos os modelos sociais, grupos, sistemas e até mesmo na religiosidade ele (o individualismo) está prevalecendo e muitos estudos explicam que o individualismo é um modelo de sobrevivência, entretanto sabemos que o individualismo é uma síndrome do medo e da rejeição. Quando não, é um modelo de justificação das ações danosas causas pelo eu. E justificadas usando as palavras de Nicolau Maquiavel, no século XVI, quando disse que “os fins justificam os meios”.

Quando o eu, do individualismo predomina, a ética do coletivo é prejudica, pois os interesses são centrados em um ser, deixando de lado o interesse da coletividade e assim, gerando subcidadãos ou proscritos sociais, que são lançados nas novas senzalas que são as favelas.

Está lógica perversa e doentia, é a prevalecia do conceito social da divisão das classes sociais e geradora da violência, da agressão e da formação de subumanos. Pois o único meio de equiparação social não é dando valores em dinheiro e sim respeito através da educação de qualidade que torna o ser capaz de distinguir a sua passagem pela vida como dom dado pelo Rei Eternal, (DEUS).

A lógica do sistema é promover a desumanização. E para isso é usada a política e seu sistema arbitrário e desumano, que conduz a individualização como processo de evolução. A política, assim como a economia e até mesmo o meio religioso estão mergulhados no materialismo e no egoísmo do eu. Já o reino de Deus propõe a humanização da vida através da justiça, do amor, da fraternidade, da partilha e da solidariedade. Semelhante a proposta de Cristo, que diz: caminha outra milha com aqueles que sofrem a insensibilidade por consequência de atos individualistas.

Com certeza neste momento a pergunta em nossa mente é: como vencer o individualismo que predomina em todas as partes? A resposta não é fácil, entretanto, é possível usar de cautela em todas as nossas ações e temos como primícias analisamos cada ação no decorrer do dia a dia.

Por isso é necessário desconstruímos o eu do individualismo e passarmos a pensar na coletividade como forma de vencer as dores da vida e ao mesmo tempo, compreendemos o dom chamado vida. E dentro destes simples conceitos, citamos alguns passos que são:

Fortalecendo o fraco de espirito e ensinado a vencer suas próprias dores e desilusões;

Socorrendo a viúva em suas necessidades, sem ter a pretensão de ser o melhor do mundo;

Construir um mundo mais ético e decente para as futuras gerações, inclusive seus descendentes;

Transpondo os preconceitos e as discriminações, ao tempo de retirar a angústia do semelhante que sofre a dor da rejeição e do descaso;

Ser capaz de desangustiar os fragilizados pela crise existencial, fruto do abandono social;

Reconhecermos nossas fragilidades e valorizamos nossas qualidades.

Portanto meus amigos, está posto o grande desafio para quem pensa e para os sábios de coração, e ao qual não podemos ignora-los, nem fecharmos os olhos, só nos resta a luta e a vitória que nos está proposta pelo criador universal, Deus. Que Diz: Sê forte e corajoso.

 

________________________________________________________________________________________________________________________________

RÁPIDAS DA SEMANA

1- Igreja usa bares para fundar congregações e realizar cultos regados a cerveja: “Criminalidade caiu”; veja vídeo

2- A Igreja de Lutero na América Latina, 500 anos após a Reforma

3- Presbiterianos em São Paulo propõem o fim do uso de títulos religiosos por candidatos

4- Sem querer, CNN argumenta contra a ideologia de gênero que ela própria defende

5- A arrepiante oração escrita pela mulher que está no corredor da morte por ser cristã

6- MMA do Senhor: quando a igreja usa lutas como instrumento de evangelização

7- Museu defende que ciência deve muito à Bíblia

 

____________________________________________________________________________________________________________________________________

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

 

1

 

Ela vive há 3.000 dias no inferno à espera do enforcamento – mas ainda tem forças e fé para rezar ao Cristo Ressuscitado.

A católica paquistanesa Asia Bibi foi jogada na prisão em 14 de junho de 2009, sob a acusação, mundialmente questionada, de “ter blasfemado contra o islã”.

Casada e mãe de 5 filhos, ela foi condenada, um ano depois, a nada menos que o enforcamento! Desde 2013, após duas transferências de presídio, Asia Bibi fenece em uma das três celas sem janelas do corredor da morte de Multan, no Punjab.
Em 2017, passados mais de 3.000 dias e noites de angústia, solidão e terror inimagináveis, ela ainda aguarda o veredito final.

Do inferno em que é mantida presa à sombra do horror de não saber o dia nem a hora em que a sua vida pode ser extirpada de modo aberrantemente cruel e injusto, ela escreveu esta prece a Jesus Cristo:

“Senhor Ressuscitado, permite que a tua filha Asia ressuscite contigo.
Rompe as minhas correntes, liberta o meu coração para além destas barras e acompanha a minha alma, para estar perto das pessoas que eu amo e sempre perto de ti.

Não me abandones no dia do tormento, não me prives da tua presença.

Tu, que sofreste a tortura e a cruz, alivia o meu sofrimento. Sustenta-me perto de ti, Senhor Jesus.

No dia da tua ressurreição, Jesus, eu quero orar pelos meus inimigos, por aqueles que me feriram. Oro por eles e te peço que os perdoes pelo mal que me fizeram.
Peço-te, Senhor, que retires todas as barreiras, para que eu alcance a bênção da liberdade.

Peço-te proteção para mim e para a minha família”.
Oremos nós também por ela e demos-lhe apoio. Assim oraremos e apoiaremos todos os cristãos perseguidos mundo afora, em meio aos seus sacrifícios inimagináveis para simplesmente serem fiéis Àquele em quem acreditam do fundo do coração. (fonte: Publicado originalmente em Aleteia)

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

PENSAMENTO II

“Quando nos doamos a alguém, é um ato de fé, verdadeira prova de amor. O perigo está apenas em escolher errado ou doar seu coração a quem não sabe ama-lo”. (Ricardo Alfredo)

 

 __________________________________________________________________________________________________________________________

 DEBANDADA DE PASTORES CGADB

 

2

 

Pastor Samuel Câmara

O Pastor Samuel Câmara, presidente Assembleia de Deus em Belém do Pará e mais de 25 mil pastores estariam se preparando para deixar a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) para se filiarem a uma nova convenção nacional que está sendo criada.

Uma fonte não identificada, confirmou a saída do pastor que está há 33 anos na CGADB e declarou que pastores de todo o Brasil já estão se reunindo para formar esta nova convenção. “É um caminho inevitável”, declarou a fonte citando os problemas gerados na CGADB por conta das últimas eleições para presidente.

O entendimento a esse respeito, já acontece há dois meses e várias reuniões aconteceram em diferentes estados brasileiros e em uma delas, em Belém do Pará, já teriam criado o Estatuto da nova Convenção Assembleiana – cujo nome não foi divulgado.

Entre as principais mudanças estará a ordenação de pastoras, algo não permitido atualmente na CGADB. A nova convenção também terá uma editora para produzir e distribuir o material da Escola Bíblica Dominical, livros, além de ter um curso básico de teologia com certificado do MEC.

André Câmara, filho do pastor Samuel Câmara, afirmou que o entendimento para a criação da nova convenção partiu de diversas lideranças evangélicas do país.

“Isso é um movimento de todos os pastores do Brasil, é um movimento do Brasil, não é do pastor Samuel Câmara. O pastor Samuel Câmara não tem ingerência nisso, é uma coisa muita espontânea”. (Fonte: JM Notícia).

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________

AS 95 TESES DO DR. MARTIN LUTHER, 1517

 

3

 

1 Ao dizer: “Fazei penitência”, etc. [Mt 4.17], o nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo quis que toda a vida dos fiéis fosse penitência.

2 Esta penitência não pode ser entendida como penitência sacramental (isto é, da confissão e satisfação celebrada pelo ministério dos sacerdotes).

3 No entanto, ela não se refere apenas a uma penitência interior; sim, a penitência interior seria nula, se, externamente, não produzisse toda sorte de mortificação da carne.

4 Por consequência, a pena perdura enquanto persiste o ódio de si mesmo (isto é a verdadeira penitência interior), ou seja, até a entrada do reino dos céus.

5 O papa não quer nem pode dispensar de quaisquer penas senão daquelas que impôs por decisão própria ou dos cânones.

6 O papa não pode remitir culpa alguma senão declarando e confirmando que ela foi perdoada por Deus, ou, sem dúvida, remitindo-a nos casos reservados para si; se estes forem desprezados, a culpa permanecerá por inteiro.

7 Deus não perdoa a culpa de qualquer pessoa sem, ao mesmo tempo, sujeitá-la, em tudo humilhada, ao sacerdote, seu vigário.

8 Os cânones penitenciais são impostos apenas aos vivos; segundo os mesmos cânones, nada deve ser imposto aos moribundos.

9 Por isso, o Espírito Santo nos beneficia através do papa quando este, em seus decretos, sempre exclui a circunstância da morte e da necessidade.

10 Agem mal e sem conhecimento de causa aqueles sacerdotes que reservam aos moribundos penitências canônicas para o purgatório.

11 Essa erva daninha de transformar a pena canônica em pena do purgatório parece ter sido semeada enquanto os bispos certamente dormiam.

12 Antigamente se impunham as penas canônicas não depois, mas antes da absolvição, como verificação da verdadeira contrição.

13 Através da morte, os moribundos pagam tudo e já estão mortos para as leis canônicas, tendo, por direito, isenção das mesmas.

14 Saúde ou amor imperfeito no moribundo necessariamente traz consigo grande temor, e tanto mais, quanto menor for o amor.

15 Este temor e horror por si sós já bastam (para não falar de outras coisas) para produzir a pena do purgatório, uma vez que estão próximos do horror do desespero.

16 Inferno, purgatório e céu parecem diferir da mesma forma que o desespero, o semidesespero e a segurança.

17 Parece desnecessário, para as almas no purgatório, que o horror diminua na medida em que cresce o amor.

18 Parece não ter sido provado, nem por meio de argumentos racionais nem da Escritura, que elas se encontram fora do estado de mérito ou de crescimento no amor.

19 Também parece não ter sido provado que as almas no purgatório estejam certas de sua bem-aventurança, ao menos não todas, mesmo que nós, de nossa parte, tenhamos plena certeza.

20 Portanto, sob remissão plena de todas as penas, o papa não entende simplesmente todas, mas somente aquelas que ele mesmo impôs.

21 Erram, portanto, os pregadores de indulgências que afirmam que a pessoa é absolvida de toda pena e salva pelas indulgências do papa.

22 Com efeito, ele não dispensa as almas no purgatório de uma única pena que, segundo os cânones, elas deveriam ter pago nesta vida.

23 Se é que se pode dar algum perdão de todas as penas a alguém, ele, certamente, só é dado aos mais perfeitos, isto é, pouquíssimos.

24 Por isso, a maior parte do povo está sendo necessariamente ludibriada por essa magnífica e indistinta promessa de absolvição da pena.

25 O mesmo poder que o papa tem sobre o purgatório de modo geral, qualquer bispo e cura tem em sua diocese e paróquia em particular.

26 O papa faz muito bem ao dar remissão às almas não pelo poder das chaves (que ele não tem), mas por meio de intercessão.

27 Pregam doutrina humana os que dizem que, tão logo tilintar a moeda lançada na caixa, a alma sairá voando [do purgatório para o céu].

28 Certo é que, ao tilintar a moeda na caixa, podem aumentar o lucro e a cobiça; a intercessão da Igreja, porém, depende apenas da vontade de Deus.

29 E quem é que sabe se todas as almas no purgatório querem ser resgatadas? Dizem que este não foi o caso com S. Severino e S. Pascoal.

30 Ninguém tem certeza da veracidade de sua contrição, muito menos de haver conseguido plena remissão.

31 Tão raro como quem é penitente de verdade é quem adquire autenticamente as indulgências, ou seja, é raríssimo.

32 Serão condenados em eternidade, juntamente com seus mestres, aqueles que se julgam seguros de sua salvação através de carta de indulgência.

33 Deve-se ter muita cautela com aqueles que dizem serem as indulgências do papa aquela inestimável dádiva de Deus através da qual a pessoa é reconciliada com Deus.

34 Pois aquelas graças das indulgências se referem somente às penas de satisfação sacramental, determinadas por seres humanos.

35 Não pregam cristãmente os que ensinam não ser necessária a contrição àqueles que querem resgatar ou adquirir breves confessionais.

36 Qualquer cristão verdadeiramente arrependido tem direito à remissão pela de pena e culpa, mesmo sem carta de indulgência.

37 Qualquer cristão verdadeiro, seja vivo, seja morto, tem participação em todos os bens de Cristo e da Igreja, por dádiva de Deus, mesmo sem carta de indulgência.

38 Mesmo assim, a remissão e participação do papa de forma alguma devem ser desprezadas, porque (como disse) constituem declaração do perdão divino.

39 Até mesmo para os mais doutos teólogos é dificílimo exaltar perante o povo ao mesmo tempo, a liberdade das indulgências e a verdadeira contrição.

40 A verdadeira contrição procura e ama as penas, ao passo que a abundância das indulgências as afrouxa e faz odiá-las, pelo menos dando ocasião para tanto.

41 Deve-se pregar com muita cautela sobre as indulgências apostólicas, para que o povo não as julgue erroneamente como preferíveis às demais boas obras do amor.

42 Deve-se ensinar aos cristãos que não é pensamento do papa que a compra de indulgências possa, de alguma forma, ser comparada com as obras de misericórdia.

43 Deve-se ensinar aos cristãos que, dando ao pobre ou emprestando ao necessitado, procedem melhor do que se comprassem indulgências.

44 Ocorre que através da obra de amor cresce o amor e a pessoa se torna melhor, ao passo que com as indulgências ela não se torna melhor, mas apenas mais livre da pena.

45 Deve-se ensinar aos cristãos que quem vê um carente e o negligencia para gastar com indulgências obtém para si não as indulgências do papa, mas a ira de Deus.

46 Deve-se ensinar aos cristãos que, se não tiverem bens em abundância, devem conservar o que é necessário para sua casa e de forma alguma desperdiçar dinheiro com indulgência.

47 Deve-se ensinar aos cristãos que a compra de indulgências é livre e não constitui obrigação.

48 Deve-se ensinar aos cristãos que, ao conceder indulgências, o papa, assim como mais necessita, da mesma forma mais deseja uma oração devota a seu favor do que o dinheiro que se está pronto a pagar.

49 Deve-se ensinar aos cristãos que as indulgências do papa são úteis se não depositam sua confiança nelas, porém, extremamente prejudiciais se perdem o temor de Deus por causa delas.

50 Deve-se ensinar aos cristãos que, se o papa soubesse das exações dos pregadores de indulgências, preferiria reduzir a cinzas a Basílica de S. Pedro a edificá-la com a pele, a carne e os ossos de suas ovelhas.

51 Deve-se ensinar aos cristãos que o papa estaria disposto – como é seu dever – a dar do seu dinheiro àqueles muitos de quem alguns pregadores de indulgências extraem ardilosamente o dinheiro, mesmo que para isto fosse necessário vender a Basílica de S. Pedro.

52 Vã é a confiança na salvação por meio de cartas de indulgências, mesmo que o comissário ou até mesmo o próprio papa desse sua alma como garantia pelas mesmas.

53 São inimigos de Cristo e do papa aqueles que, por causa da pregação de indulgências, fazem calar por inteiro a palavra de Deus nas demais igrejas.

54 Ofende-se a palavra de Deus quando, em um mesmo sermão, se dedica tanto ou mais tempo às indulgências do que a ela.

55 A atitude do papa é necessariamente esta: se as indulgências (que são o menos importante) são celebradas com um toque de sino, uma procissão e uma cerimônia, o Evangelho (que é o mais importante) deve ser anunciado com uma centena de sinos, procissões e cerimônias.

56 Os tesouros da Igreja, dos quais o papa concede as indulgências, não são suficientemente mencionados nem conhecidos entre o povo de Cristo.

57 É evidente que eles, certamente, não são de natureza temporal, visto que muitos pregadores não os distribuem tão facilmente, mas apenas os ajuntam.

58 Eles tampouco são os méritos de Cristo e dos santos, pois estes sempre operam, sem o papa, a graça do ser humano interior e a cruz, a morte e o inferno do ser humano exterior.

59 S. Lourenço disse que os pobres da Igreja são os tesouros da mesma, empregando, no entanto, a palavra como era usada em sua época.

60 É sem temeridade que dizemos que as chaves da Igreja, que lhe foram proporcionadas pelo mérito de Cristo, constituem este tesouro.

61 Pois está claro que, para a remissão das penas e dos casos, o poder do papa por si só é suficiente.

62 O verdadeiro tesouro da Igreja é o santíssimo Evangelho da glória e da graça de Deus.

63 Este tesouro, entretanto, é o mais odiado, e com razão, porque faz com que os primeiros sejam os últimos.

64 Em contrapartida, o tesouro das indulgências é o mais benquisto, e com razão, pois faz dos últimos os primeiros.

65 Por esta razão, os tesouros do Evangelho são as redes com que outrora se pescavam homens possuidores de riquezas.

66 Os tesouros das indulgências, por sua vez, são as redes com que hoje se pesca a riqueza dos homens.

67 As indulgências apregoadas pelos seus vendedores como as maiores graças realmente podem ser entendidas como tal, na medida em que dão boa renda.

68 Entretanto, na verdade, elas são as graças mais ínfimas em comparação com a graça de Deus e a piedade na cruz.

69 Os bispos e curas têm a obrigação de admitir com toda a reverência os comissários de indulgências apostólicas.

70 Têm, porém, a obrigação ainda maior de observar com os dois olhos e atentar com ambos os ouvidos para que esses comissários não preguem os seus próprios sonhos em lugar do que lhes foi incumbido pelo papa.

71 Seja excomungado e maldito quem falar contra a verdade das indulgências apostólicas.

72 Seja bendito, porém, quem ficar alerta contra a devassidão e licenciosidade das palavras de um pregador de indulgências.

73 Assim como o papa, com razão, fulmina aqueles que, de qualquer forma, procuram defraudar o comércio de indulgências,

74 muito mais deseja fulminar aqueles que, a pretexto das indulgências, procuram defraudar a santa caridade e verdade.

75 A opinião de que as indulgências papais são tão eficazes ao ponto de poderem absolver um homem mesmo que tivesse violentado a mãe de Deus, caso isso fosse possível, é loucura.

76 Afirmamos, pelo contrário, que as indulgências papais não podem anular sequer o menor dos pecados veniais no que se refere à sua culpa.

77 A afirmação de que nem mesmo S. Pedro, caso fosse o papa atualmente, poderia conceder maiores graças é blasfêmia contra São Pedro e o papa.

78 Afirmamos, ao contrário, que também este, assim como qualquer papa, tem graças maiores, quais sejam, o Evangelho, os poderes, os dons de curar, etc., como está escrito em 1 Co 12.

79 É blasfêmia dizer que a cruz com as armas do papa, insignemente erguida, equivale à cruz de Cristo.

80 Terão que prestar contas os bispos, curas e teólogos que permitem que semelhantes conversas sejam difundidas entre o povo.

81 Essa licenciosa pregação de indulgências faz com que não seja fácil, nem para os homens doutos, defender a dignidade do papa contra calúnias ou perguntas, sem dúvida argutas, dos leigos.

82 Por exemplo: por que o papa não evacua o purgatório por causa do santíssimo amor e da extrema necessidade das almas – o que seria a mais justa de todas as causas -, se redime um número infinito de almas por causa do funestíssimo dinheiro para a construção da basílica – que é uma causa tão insignificante?

83 Do mesmo modo: por que se mantêm as exéquias e os aniversários dos falecidos e por que ele não restitui ou permite que se recebam de volta as doações efetuadas em favor deles, visto que já não é justo orar pelos redimidos?

84 Do mesmo modo: que nova piedade de Deus e do papa é essa: por causa do dinheiro, permitem ao ímpio e inimigo redimir uma alma piedosa e amiga de Deus, porém não a redimem por causa da necessidade da mesma alma piedosa e dileta, por amor gratuito?

85 Do mesmo modo: por que os cânones penitenciais – de fato e por desuso já há muito revogados e mortos – ainda assim são redimidos com dinheiro, pela concessão de indulgências, como se ainda estivessem em pleno vigor?

86 Do mesmo modo: por que o papa, cuja fortuna hoje é maior do que a dos mais ricos Crassos, não constrói com seu próprio dinheiro ao menos esta uma basílica de São Pedro, ao invés de fazê-lo com o dinheiro dos pobres fiéis?

87 Do mesmo modo: o que é que o papa perdoa e concede àqueles que, pela contrição perfeita, têm direito à remissão e participação plenária?

88 Do mesmo modo: que benefício maior se poderia proporcionar à Igreja do que se o papa, assim como agora o faz uma vez, da mesma forma concedesse essas remissões e participações 100 vezes ao dia a qualquer dos fiéis?

89 Já que, com as indulgências, o papa procura mais a salvação das almas do o dinheiro, por que suspende as cartas e indulgências outrora já concedidas, se são igualmente eficazes?

90 Reprimir esses argumentos muito perspicazes dos leigos somente pela força, sem refutá-los apresentando razões, significa expor a Igreja e o papa à zombaria dos inimigos e desgraçar os cristãos.

91 Se, portanto, as indulgências fossem pregadas em conformidade com o espírito e a opinião do papa, todas essas objeções poderiam ser facilmente respondidas e nem mesmo teriam surgido.

92 Fora, pois, com todos esses profetas que dizem ao povo de Cristo: “Paz, paz!” sem que haja paz!

94 Devem-se exortar os cristãos a que se esforcem por seguir a Cristo, seu cabeça, através das penas, da morte e do inferno;93 Que prosperem todos os profetas que dizem ao povo de Cristo: “Cruz! Cruz!” sem que haja cruz!

95 e, assim, a que confiem que entrarão no céu antes através de muitas tribulações do que pela segurança da paz.

 

_______________________________________________________________________________________________________________________ 

PROGRAMAÇÃO ALUSIVA AO 3° ANIVERSÁRIO DA ACJUS

 

 

__________________________________________________________________________________________________________________________________

INSTITUTO CULTURAL DO OESTE POTIGUAR – ICOP

 

6

 

 ________________________________________________________________________________________________________________________

POESIA

Oh! Bendito o que semeia
Livros à mão cheia
E manda o povo pensar!

O livro, caindo n’alma
É germe – que faz a palma,
É chuva – que faz o mar!

(Castro Alves ALVES, C., Espumas Flutuantes, 1870).

 

_______________________________________________________________________________________________________________________

PASTOR MARCOS

 

7

 

Pastor Marcos em momento de Evangelização com toda a sua igreja nas comunidades de Mossoró.

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

CONVITE MATER CHRISTI

 

8

Belo convite da professora e imortal Maria auxiliadora que é diretora geral da instituição. Obrigado.

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

QUARTETO INCANTO

Nas solenidades da ACJUS, o quinteto vem dando show com lindas vozes e canções extraordinárias para quem gostada boa música.  Parabéns confrades e confreiras.

 

9

 

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

GRANDE ESCRITOR

Estou ao lado do grande escrito Dr. Wilson Bezerra de Moura, bom amigo, bom pai, sempre atento as necessidade dos outros. Além de ser um cidadão que honra a cidade de Mossoró e deixa os amigos orgulhos de lhe conhecer.

 

 

________________________________________________________________________________________________________________________ 

CONVITE – ACJUS

A cada dia o presidente o Dr. Wellington Barreto vem dando um show de administração na ACJUS, e o convida é nada mais, nada menos, que o grande escritor João Almino da Academia Brasileira de Letras. (ABL).

 

12

 

____________________________________________________________________________________________________________________________________

REFLEXÃO

Salmo 10

1 Por que estás ao longe, SENHOR? Por que te escondes nos tempos de angústia?

2 Os ímpios na sua arrogância perseguem furiosamente o pobre; sejam apanhados nas ciladas que maquinaram.

3 Porque o ímpio gloria-se do desejo da sua alma; bendiz ao avarento, e renuncia ao Senhor.

4 Pela altivez do seu rosto o ímpio não busca a Deus; todas as suas cogitações são que não há Deus.

5 Os seus caminhos atormentam sempre; os teus juízos estão longe da vista dele, em grande altura, e despreza aos seus inimigos.

6 Diz em seu coração: Não serei abalado, porque nunca me verei na adversidade.

7 A sua boca está cheia de imprecações, de enganos e de astúcia; debaixo da sua língua há malícia e maldade.

8 Põe-se de emboscada nas aldeias; nos lugares ocultos mata o inocente; os seus olhos estão ocultamente fixos sobre o pobre.

9 Arma ciladas no esconderijo, como o leão no seu covil; arma ciladas para roubar o pobre; rouba-o, prendendo-o na sua rede.

10 Encolhe-se, abaixa-se, para que os pobres caiam em suas fortes garras.

11 Diz em seu coração: Deus esqueceu-se, cobriu o seu rosto, e nunca isto verá.

12 Levanta-te, Senhor. Ó Deus, levanta a tua mão; não te esqueças dos humildes.

13 Por que blasfema o ímpio de Deus? dizendo no seu coração: Tu não o esquadrinharás?

14 Tu o viste, porque atentas para o trabalho e enfado, para o retribuir com tuas mãos; a ti o pobre se encomenda; tu és o auxílio do órfão.

15 Quebra o braço do ímpio e malvado; busca a sua impiedade, até que nenhuma encontres.

16 O Senhor é Rei eterno; da sua terra perecerão os gentios.

17 Senhor, tu ouviste os desejos dos mansos; confortarás os seus corações; os teus ouvidos estarão abertos para eles;

18 Para fazer justiça ao órfão e ao oprimido, a fim de que o homem da terra não prossiga mais em usar da violência.

Reflexões Teológicas

PENSAMENTO I

“A medida do amor é amar sem medida”. (Santo Agostinho)

______________________________________________________________________________________________

 

A RESPONSABILIDADE CRISTÃ E A POLÍTICA

Durante e depois da reforma protestante, foi perceptível as mudanças sociais e as novas teorias de políticas e políticas públicas. De forma que as políticas públicas formaram transformadas, dando nova vida ao estado. Mesmo com essas mudanças, não foi possível evitar as arenas políticas e os confrontos de ideias no campo político e das políticas públicas. Entretanto, é neste momento que se define as grandes obras humanas, os legados e as transformações que perduram até os nosso dias.

Na história dos séculos, encontramos momentos de elevação e declino humano. E é exatamente momento que ocorre o declino humano, que ocorre o declínio da igreja no seu processo de influenciar a vida familiar, as políticas públicas, a sociedade e seu comportamento, e assim foram esquecidos e abandonos os princípios da fé, da legalidade e da ética. E neste ínterim, o maior dom humano que é servir, foi esquecido e trocado pelo vantagismo imediato.

O idealismo, furto da fé, que apregoava a liberdade, a igualdade e a fraternidade como base do cristianismo, foi aos poucos sendo substituídos pelo interesse particular e pela vantagem indevida. De forma que os princípios da fé, ensinados pelos grandes profetas foram abandonados em troca do poder temporal.

A derrocada do idealismo Cristão, causado pelo declino da igreja, criou um passivo de deformação tão elevado, que a sociedade passou a buscar respostas concretas em dogmas e doutrinas puramente materialista. E assim como, ao lado da relação da cristandade com o estado gerou inúmeras mazelas sociais, como: leis injustas, ética perdida e o interesse pessoal acima de tudo.

Passou assim a cristandade a apregoar, inverdade sobre a fé, como: a miséria é a vontade de Deus; quem não é dizimista vai para o inferno; se não usar roupas e modelos dados por líderes não entraram no céu; e pior o modismo nós levou ao culto a personagens e autoridades, sessões de descarrego, unções proféticas, correntes da vitória, discussões teológicas sem sentido, campanhas de prosperidade, construções faraônicas, mercado e comércio da fé e todo tipo de “crentes e católicos de quatro paredes” que só pensa em si e em seus sonhos de sucesso e realização pessoal. De forma que as liturgias são verdadeiras afronta a Deus.

Ainda temos que enfrentar as vozes silenciosas movidas por atitudes de indiferença em relação a fome, a miséria, a dor alheia, ao desemprego e ao escárnio do pobre.

Não significa que devemos partir para o ativismo político, mais para o verdadeiro exercício de ser cristão que é a influenciar a política e a vida social como verdadeiro sentido de reino de Deus. Mesmo sendo sabedores de que a pátria celestial está para além das nossas percepções sensoriais humanas.

O apóstolo Paulo diz: “deprecações, orações, intercessões e ações de graça por todos os homens; pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda piedade e honestidade” (1Timóteo 2.1,2).  Numa linguagem mais simples, ele relata as três relações que ocorre na vida humana que é: com Deus, com o outro e com o mundo. Assim como ele alerta sobre a nossa responsabilidade de não se abster da vida cristã influenciado a política e as políticas de estado.

As políticas necessitam pensar na ética cristã. Assim como, também precisamos compreendemos quão nossa fé bíblica pode afetar a vida pública, a partir das alternativas e ações que fazemos, diante de cenários como as eleições, projetos de leis, ameaça à fé cristã pelo estado, reivindicações; críticas, sugestões.

É bom lembrar que o cristão deve:

Esmerar-se na obediência e submissão às autoridades e as leis, não só por temor ao castigo, mas também pela consciência (Rm 13.1-5);

Esmerar-se por pagar pontualmente seus tributos (Rm 13.6-8);

Às autoridades devemos não só submissão e obediência, mas também honra e respeito (1 Pe 2.13,17);

Participar da vida política de forma consciente, sendo “o sal da terra” e “a luz do mundo” (Mt 5.13,16);

Na paz deve contribuir para a prosperidade de seu país (Pv 6.6-11; 2 Tess 3.10-12) e, na guerra, defendê-lo (Rm 12.18).

O pensador Cristão Gary DeMar diz: “Sal e luz são necessários por causa da realidade do pecado. O cristão deveria estar envolvido na política mesmo sendo ela suja. Ficar a parte da política é acentuar ainda mais a sua corrupção pronunciada” (Gary DeMar).

Portanto meus irmãos, a responsabilidade cristã na política é fundamental para temos uma nação formada com caráter de cidadão do reino celestial e não apenas materialistas

 

______________________________________________________________________________________________

 

PERGUNTA DE UM VELHO AMIGO

Porque você acredita com tanta certeza, que Deus existe? Eu lhe respondi: ninguém nesta vida tem certeza plena. Entretanto, a minha alma sabe que foi Deus que deu perfume as rosas; pois luz nos olhos, prateou a lua, fez o espaço sem fim; colocou ouro no solo; e mesmo diante do tormento de um pensador, eu sinto que a alma se acalma ao olhar o céu cheios de estrelas, como a dizer: sou criação do rei eternal. Então, Ele Existe e reina acima das estrelas.

 

ENCONTRO DE GRANDES AMIGOS

Velho tempo, belos dias… hoje guardamos as mais doces recordações.

 

Reflexões Teológicas

______________________________________________________________________________________________

LANÇAMENTO

 

Reflexões Teológicas

 

O professor Dr. Benedito Vasconcelos lança seu novo livro contado toda a sua trajetória profissional.  Com certeza é uma boa leitura e orientadora para escolha de um profissão.

______________________________________________________________________________________________

 

CONVITE ACJUS- (academia de ciências jurídica e sociais de Mossoró)

 

3

______________________________________________________________________________________________

 

RÁPIDAS DA SEMANA

1- Sem querer, CNN argumenta contra a ideologia de gênero que ela própria defende

2- A arrepiante oração escrita pela mulher que está no corredor da morte por ser cristã

3- MMA do Senhor: quando a igreja usa lutas como instrumento de evangelização

4- Museu defende que ciência deve muito à Bíblia

5- Como Catarina von Bora, mulher de Lutero, influenciou a Reforma Protestante

6- Autor de “O Código Da Vinci” diz que Deus não sobreviverá à ciência

7- Pastor Valdemiro cria 1ª reality show evangélico da TV brasileira (Fonte:noticiascristas)

 

______________________________________________________________________________________________

MOSSORÓ PARA CRISTO

 

Reflexões Teológicas

 

______________________________________________________________________________________________

CONGRESSO ESTADUAL DA EDB

 

Reflexões Teológicas

______________________________________________________________________________________________

PENSAMENTO II

“Somente os fontes podem amar sem medida”. (Ricardo Alfredo)

 

______________________________________________________________________________________________

 

NOVEMBRO AZUL

 

Reflexões Teológicas

 

Parabenizo a grande ideia da igreja presbiteriana central em trabalhar na sua igreja a conscientização dos membros com palestras sobre o câncer de próstata que vem avançado e devastado vidas

______________________________________________________________________________________________

CONVITE

 

Reflexões Teológicas

 

Como teólogo recebi esse convite com muita honra, obrigado. 

______________________________________________________________________________________________

IMORTAIS DA ACJUS

 

 

 

______________________________________________________________________________________________

Imortais da AMOL – Academia Mossoroense de letras

 

 

Ao lado dos grandes mensageiros da fé, pastor da igreja adventista, os padres Guimarães e Sátiro. Notei que nesta foto acontece uma coisa rara. Algo me fez sorrir, talvez padre Sátiro dizendo algo engaçado.

______________________________________________________________________________________________

PRESIDENTE DA ACJUS

 

Reflexões Teológicas

 

PRESIDENTE DA ACJUS o DR. JOSÉ WELLINGTON BARRETO – cadeira nº 01, vem demonstrando para o estado do Rio Grande do Norte o que é organização e capacidade de articulação em diversas áreas

 ______________________________________________________________________________________________

 

REMONTE HISTÓRCIO SOBRE A ACJUS

Orgulho da Cultura Mossoroense.

A Academia de Ciências Jurídicas e Sociais – ACJUS – é uma instituição cultural e cientifica, sem fins lucrativos, com sede e foro na cidade de Mossoró-RN, mas que tem abrangência em todo estado do rio grande do Norte, além de manter intercâmbio com outras academias congêneres no Brasil e em outros países.

A ACJUS é regida por normas estatutárias e tem como objetivo promover as ciências sociais e jurídicas através de debates, seminários, painéis, conferências, teses, projetos gráficos e editoriais, além de outros procedimentos necessários ao engrandecimento da cultura mossoroense e potiguar, como por exemplo, participando dos conselhos culturais e das ações públicas voltadas a emancipação dos indivíduos através da qualificação profissional e do conhecimento cultural. A ACJUS tem um compromisso inarredável com a história.

ACJUS Surgiu por interesse de um seleto grupo de intelectuais a partir da observação da realidade local e estadual quanto ao vaco existente no debate das ciências jurídicas e sociais em Mossoró e até mesmo no estado potiguar. Assim, um grupo de proeminentes cientistas sociais, sociólogos, antropólogos, filósofos, historiadores, escritores, teólogos, jornalistas, juristas e outros profissionais dos mais variados campos da literatura, se uniram e após diversos encontros culminou-se com a fundação da ACJUS no dia 5 de novembro de 2014.

Após a fundação, passou-se ao processo de eleição da diretoria executiva e dos departamentos, fato que se deu em 28/01/15. Eleita a primeira diretoria, o passo seguinte foi o registro em cartório da ata de fundação e eleição, assim como dos estatutos sociais. Depois veio a inscrição no CNPJ 22.546.467/0001-74, posteriormente veio o reconhecimento de utilidade pública na Assembleia Legislativa através de Lei Nº 10.047/2016, sancionado pelo Governador ROBINSON FARIA.

Já o processo de reconhecimento no âmbito de Mossoró se deu através do vereador Antonio Tomaz Neto que foi o propositor na Câmara Municipal, sendo a Lei Nº 3.479/2016, sancionada pelo então prefeito de Mossoró, FRANCISCO JOSÉ DA SILVEIRA JÚNIOR.

Além da sua consolidação jurídica e social, a ACJUS, vem cumprindo as exigências estatutárias quanto à efetivação da posse dos seus acadêmicos, sendo que atualmente das 38 cadeiras ocupadas, 6 já tiveram a formalização completada, quando os titulares procederam com os elogios acadêmicos aos respectivos patronos.

Para efeito de informação, se faz importante registrar, que pelos estatutos a ACJUS é composta de 50 cadeiras, sendo que atualmente 38 já estão ocupadas e as 12 restantes serão preenchidas paulatinamente após publicação de edital com essa finalidade. Outro registro importante e que merece destaque  é com relação ao direito estatutário que permite aos acadêmicos com 70 ou mais anos de idade, ser titular da cadeira cujo patrono é ele mesmo.

Atualmente os confrades Benedito Vasconcelos Mendes (cadeira nº), Wilson Bezerra de Moura (cadeira nº), além de Sátiro Cavalcanti Dantas (cadeira nº), estão nessa condição, ou seja, são titulares das suas cadeiras e patronos das mesmas, mas um diferencial da ACJUS.

A primeira diretoria da instituição para o biênio 2015 a 2016 ficou assim composta:

Presidente: JOSÉ WELLINGTON BARRETO – cadeira nº 01;

1ª – Vice-presidente: TANIAMÁ VIEIRA DA SILVA BARRETO – cadeira nº 03;

2º – Vice-presidente: MILTON MARQUES DE MEDEIROS – cadeira nº 04;

Secretário Geral: LÚCIO NEY DE SOUZA – cadeira 02;

1ª – Secretária: ÂNGELA MARIA RODRIGUES DE O. PEREIRA GURGEL – cadeira 05;

2ª – Secretária: CATARINA CORDEIRO LIMA VITORINO – cadeira – 06

1º – Tesoureiro: RAIMUNDO ANTONIO DE SOUZA LOPES – cadeira 07;

2º – Tesoureiro: RICARDO ALFREDO – cadeira 08;

Diretoria de eventos: JOANA D’ARC FERNANDES COELHO – cadeira 09;

Diretoria de relações institucionais: OSIVALDO M. CÉSAR DE SÁ LEITÃO – cadeira 10;

WILSON BEZERRA DE MOURA – cadeira 11;

ELDER HERONILDES DA SILVA – cadeira 12;

Membros do Conselho fiscal titulares: GERALDO MAIA DO NASCIMENTO – cadeira 13;

LAÍRE ROSADO FILHO – cadeira 14;

CARLOS ALBERTO LIMA FILGUEIRA – cadeira 15;

Membros do Conselho fiscal suplentes: PAULO DE MEDEIROS FERNANDES – cadeira 16;

PETRONILO HEMETÉRIO FILHO – cadeira 17;

BENEDITO VASCONCELOS MENDES – cadeira 18

A segunda diretoria foi eleita em 28 de janeiro de 2017, para comandar a instituição no biênio 2017 a 2018, ficando composta na seguinte ordem:

 

Presidente: JOSÉ WELLINGTON BARRETO – cadeira 01;

1º Vice-Presidente: TANIAMÁ VIEIRA DA SILVA BARRETO – cadeira 03;

2º Vice-Presidente: MILTON MARQUES DE MEDEIROS – cadeira 04;

Secretário Geral: ANTONIO CLÓVIS VIEIRA – cadeira 19;

1º Secretária: LUDIMILLA CARVALHO SERAFIM DE OLIVEIRA – cadeira 37;

2º Secretário: CARLOS ALBERTO LIMA FILGUEIRA – cadeira 15;

1º Tesoureiro: EDILSON GONZAGA DE SOUZA JÚNIOR – cadeira 22;

2º Tesoureiro: DISRAELI DAVI REINALDO DE MOURA – cadeira 34;

Departamento de eventos:        ZÉLIA MACEDO HERONILDES – cadeira 31;

ÂNGELA Mª RODRIGUES DE O. P. GURGEL – cadeira 06;

CATARINA CORDEIRO LIMA VITORINO – cadeira 05;

SUSANA GORETTI LIMA LEITE – cadeira 24;

VANDA MARIA JACINTO – cadeira 38;

MARIA AUXILIADORA TENÓRIO P. DE AZEVEDO – cadeira 35;

JANE WEYNE FERREIRA DE MENEZES – cadeira 36;

Departamento histórico-cultural:         ELDER HERONILDES DA SILVA – cadeira 12;

GERALDO MAIA DO NASCIMENTO – cadeira 13;

WILSON BEZERRA DE MOURA – cadeira 11;

BENEDITO VASCONCELOS MENDES – cadeira 18;

PETRONILO HEMETÉRIO FILHO – cadeira 17;

JOANA D’ARC FERNANDES COELHO – cadeira 09;

Departamento de relações institucionais e imprensa

RICARDO ALFREDO – cadeira 08;

OSIVALDO MÁRCIO CÉZAR DE SÁ LEITÃO – cadeira 10;

LAIRE ROSADO FILHO – cadeira 14;

SÁTIRO CAVALCANTI DANTAS – cadeira 28;

 

Departamento de relações internacionais: LÚCIO NEY DE SOUZA – cadeira 02;

PAULO LOPO SARAIVA – cadeira 26;

BRUNO ERNESTO CLEMENTE – cadeira 33;

FRANCISCO CANINDÉ MAIA – cadeira 39;

PAULO DE MEDEIROS FERNANDES – cadeira 16

Departamento de controle de patrimônio:

SÉRGIO FERNANDES COELHO – cadeira 40;

DISRAELI DAVI REINALDO DE MOURA – cadeira 34

ZÉLIA MACEDO HERONILDES – cadeira 31;

Departamento de editoração: GERALDO MAIA DO NASCIMENTO – cadeira 13;

RAIMUNDO ANTONIO DE SOUZA LOPES – cadeira 07;

TANIAMÁ VIEIRA DA SILVA BARRETO – cadeira 03;

Consultores jurídicos: FRANCISCO MARCOS ARAÚJO – cadeira 29;

BRENO VALÉRIO FAUSTO DE MEDEIROS – cadeira 20;

FRANCISCO GLAUBER PESSOA ALVES – cadeira 23;

WELMA MARIA FERREIRA DE MENEZES – cadeira 30;

Membros do Conselho fiscal titulares: FRANCISCO PÉRICLES AMORIM – 25;

LÚCIO NEY DE SOUZA – cadeira 02;

MILTON MARQUES DE MEDEIROS – cadeira 03;

Membros do Conselho fiscal suplente:

MARIA HÉLDERI DE QUEIROZ DIÓGENES NEGREIROS – cadeira 32

Atualmente a ACJUS tem sede provisória que fica localizada à Rua Alameda das Oiticicas, nº 17, Bairro Costa e Silva – CEP 59.625-440, Mossoró-RN, mas num atitude ousada e sem precedente na história cultura de Mossoró, vem construindo a sua própria sede administrativa e social em espaço localizado na Rua Cleodon Almeida, nº 100, Bairro Abolição II – CEP nº 59.619-500, Mossoró-RN.

A ACJUS tem como patrono o inolvidável RUI BARBOSA e como presidente de honra o intelectual ELDER HERONILDES DA SILVA.

 

REFLEXÃO

Aos irmãos (Salmos 133)

1 Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.

2 É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes.

3 Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião, porque ali o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre.

Reflexões Teológicas

A ORIGEM DE POLÍTICOS CORRUPTOS, CRISTÃOS!

Não é o meu desejo escrever palavras dura, que as vezes ferem na alma, mas a ordem para quem serve é escrever o que sente. E a voz que ecoa no meu coração diz: escreve. Diz a eles o quanto é irrelevantes a sua aparência de bondade.

A irrelevância, citada, não se trata diretamente da igreja de Deus em nossos dias, mas de um cristianismo mergulhado nos dogmas extravagantes e no materialismo desumano. E estes são oferecidos e postos a quem mais precisa do socorro político-social e espiritual, que são os pobres de espírito e de conhecimento. Entretanto, é bom salientar que como solução imediatista é ensinado ao povo que há com Deus uma forma de barganhar, que na verdade somente os que não aprendeu o sentido da vida, assim apregoa.

É no mínimo estranho que 85% da população brasileira sejam de cristãos e ao mesmo tempo, sejamos o país mais corrupto e mais violento do mundo. É incompatível com a doutrina do Cristo.

Enquanto 85% se dizem cristãos! O povo está mergulhado num transtorno de obsessão por riquezas e pela gloria mundana, coisa passageira como o sopro de uma vela, que não se importa com a verdade real sobre o reino vindouro. E assim segui a saga do cristianismo, mostrando-se ineficaz e incapaz de ajudar na formação do caráter de uma nação, esquecendo-se do ideal, dos princípios e exemplos que foram dados pelos grandes homens que serviram ao Rei do universo.

Os grandes escritores da história registram que a corrupção tem aspecto de ser endêmica e sistemática. Lançada pelo estado e executada por diversos líderes políticos e religiosos. Entretanto, a responsabilidade de combate a corrupção não é só da polícia federal, do STF e de juízes e procuradores cheio do Espirito de Justiça da parte de Deus. É muito mais extensa do que se imagina.  E nessa extensão de combate, estão: a Igreja católica e dos protestantes; os evangélicos tradicionais, pentecostais e neopentecostais que deveriam deixar de fazer um cristianismo somente vertical, coberto pela omissão nos fundamentos anunciado no estatuto da lei (a Bíblia), e passassem a fazer um cristianismo bíblico de combate a corrupção que destrói a casa da viúva, leva o órfão a passar fome, expulsa o homem do campo e destrói a esperança dos mais honestos.

Nesta nação, o cristianismo é maioria absoluta. Porém, incapaz de educar para vida cidadã na terra e forja o caráter celestial. É por isso que muito, estão sem saber para onde correr ou encontrar socorro. São como ovelhas perdidas e sem rumo, em busca de uma ponte que os tirem das incertezas da caminhada, chamada vida.

O método de ensinar a teologia nas instituições/igrejas, só criou cidadãos extremistas, materialistas, fantásticos e heréticos. De forma que as liturgias são verdadeiras afronta a Deus. Como culto a personagens e autoridades, sessões de descarrego, unções proféticas, correntes da vitória, discussões teológicas sem fim, campanhas de prosperidade, construções faraônicas, mercado e comércio da fé e todo tipo de “crentes e católicos de quatro paredes” que só pensa em si e em seus sonhos de sucesso e realização pessoal.

A verdade é que nosso cristianismo é totalmente vertical, minimamente fraterno, desumano aos externos, e ainda temos como viés de sermos irresponsavelmente apolítico e indiferente diante de várias necessidades sociais.

Não precisamos deste cristianismo sem relevância nenhuma. Precisamos do cristianismo do Cristo ressurreto, que visita a casa da viúva, que levanta quem está caído e sofrendo. Um cristianismo de misericordiosa e justiça.

A saída para a reconstrução moral e ética do cristianismo na sociedade decadente, está em voltar as suas origens. Onde a igreja interagia com comunidade carente ou não, que fala com os vizinhos próximos e distantes, que orientava os andarilhos em sua jornada de busca, que trazia sorriso aos desempregados, que ensinava aos jovens o caminho da justiça social, que dizia as crianças que elas eram o futuro da igreja e do reino, que doutrinava os executivos a serem justos com seus empregados, apregoava aos políticos a honestidade como princípio da fé; que se importa com a saúde, que trata a educação como missão divina, que faz da segurança a luz de um povo, e faz surgir as oportunidades de emprego; que reflita sobre a melhoria da rua, bairro, cidade e num contexto geral.

Já ecoa o soar de dias políticos, e é indispensável que Clérigos, ministros, teólogos, conferencistas, dirigentes e professores, levantem sua voz e abram espaços nos discursos, estudos, pregações, proposições, ministrações, orientações e ensinos para a política social. É imperativo instituir e pôr uma reflexão contínua sobre as políticas públicas, para que as mesmas tenham em sua base a formação da pessoa humana e assim cheguem a forma humanos, humanos e não tolos revestidos de apenas de conhecimento sem prática .

Mesmo a igreja não sendo política, ela precisa influenciar a boa política e os bons políticos de sua época com sua presença, sua autoridade espiritual e educação fornecida.

Portanto, meus amigos e irmãos, bem sei que devemos aguarda o retorno do Rei universal, todavia, jamais devemos negligenciar com os deveres impostos de ser o sal da terra e a luz do mundo.

 

 CHÁ PARA MULHERES

Conversando com uma amiga cristã, me falou que muitas igrejas vem trabalhando essa ideia de encontro para chá de mulheres. Parabéns pela ideia, é sempre bom encontro para uma boa conversa e evangelizar…Parabéns.

 

1

___________________________________________________________________________________________

 

 

 NOVEMBRO AZUL

 

2

 

Parabenizo a grande ideia da igreja presbiteriana central em trabalhar na sua igreja a conscientização dos membros com palestras sobre o câncer de próstata que vem avançado e devastado vidas.

  

 ___________________________________________________________________________________________

III CONGRESSO DE CASAIS

 

3 

 

A Igreja Batista Palavra Viva promove uma serie de debate no III congresso para casais como tema: “quem te que mudar sou eu”. Nos dias 24 e 25 de novembro as 19:30 em sua sede e no dia 26 o presbítero Gildazio vem ensinado os passo da vivencia com o cônjuge. Parabéns pelo tema atual.

 

RÁPIDAS DA SEMANA

1- Museu defende que ciência deve muito à Bíblia;

2- Como Catarina von Bora, mulher de Lutero, influenciou a Reforma Protestante

3- Autor de “O Código Da Vinci” diz que Deus não sobreviverá à ciência

4- Pastor Valdemiro cria 1ª reality show evangélico da TV brasileira

 

___________________________________________________________________________________________

 

8° ANIVERSÁRIO

Recebi no zap um belo convite referente a igreja Batista Àgape. Convite este comemorando o 8° aniversário. Parabéns ao pastor e a igreja.

 

4

___________________________________________________________________________________________

CONVITE ACJUS- (academia de ciências jurídica e sociais de Mossoró)

 

5

___________________________________________________________________________________________

ESCRITORES

Tenho a honra de está ao lado dos grandes escritores

 

 

___________________________________________________________________________________________

DIA DO PROFESSOR

 

13

___________________________________________________________________________________________

REFLEXÃO

Levante-te,

Posso ver em seus olho o quanto Você está triste e cansada de lutar contra a tempestade, que parece não tem fim, sinto sua dor como que a ver!

Vejo de longe, como quem assistir ao jogo, sua vida como um carrossel, rodopiando em círculos sem poder sair ou se libertar. Até parece que lutadora dentro de si, foi esquecida num canto sozinha.

Ofereço minha mão para te erguer e caminhamos juntos, movemos as grandes montanhas que nos impede de vermos o horizonte.

Levante-te e venha comigo, pois o sol está nascendo é dia claro. Veja não há mais montanhas, olhe… como o horizonte é azul e nos convida a viver.

Levante-te sem medo, sem temor. Levante-te como uma grande onda, esquece a dor e levante-te. Vem me seguia e lhe ensinarei a levante-te milhares de vezes.

Levante-te, mesmo que o silencio não seja de tranquilidade, Levante-te, mesmo que respirar seja algo difícil diante da triste e da dor. E o sentimento de morte seja presente como o sol que queima.

Reflexões Teológicas

PENSAMENTO I

“Existe um acorde secreto que alguns homens tocam na presença do rei universal, e Ele os ouve”. (Ricardo Alfredo)

__________________________________________________________________________________________________

O SENTIDO DA VIDA

Advirto que antes de ler, você tenha um coração que busca, não só por respostas, mas por perguntas. E assim, você não tenha a breve ilusão de encontrar aqui um sentido para vida, mas lhe digo que encontraras um coração humanizado e repleto de sinceras perguntas.

O sentido da vida compõe uma diversidade de perguntas filosóficas acerca do propósito e significado da existência humana nesta dimensão, chamada ilusão do viver. Ao analisamos os livros e suas tradições, encontramos uma variedade de possibilidades de respostas para “o sentido da vida”, comumente conexas ou com a religião ou com a filosofia.

Não tenho solução para tudo, nem teria essa audaciosa ideia, mais tenho a certeza de que você saberá que há muitos homens e mulheres sinceros, que pensam como você, e caminha pela terra buscando compreender, pelo menos em parte, o que realmente é a vida e qual o seu sentido!

O homem comum acredita que ao mergulhar nas dúvidas e perguntas, ele demonstra ser sensível e espiritual, mero engano! Fazendo assim, apenas ficará mais longe de conhecer o sentido da vida, pois o racional é apenas uma diminuta que torna o bem em mal e o mal em bem. Criando uma armadilha em torno do pensar.

Já outros, nesta vida, sentem prazer tendo ao seu lado alguém que lhe diga qual caminho seguir e o que fazer neste caminho. Lhe tirando o direito de descobrir as fases do viver. Por incrível que pareça, aborrecem os observadores que com ele se preocupa.

O caminho do conhecimento da vida, somente os guerreiros de coração, pode suportar. Pois eles não são tão poéticos como declamar a poetisa, nem fanáticos como o pintor prende em seu quadro. Eles são repletos de provas, perguntas e pequenos momentos de felicidade.

A vida é um sonho ou mesmo um sopro de um instante! E diante deste fato precisamos deixar de lado o que não tem significação e partir para a conquista daquilo que almejamos que a felicidade de viver.

Mesmo que seja pelo breve instante, a felicidade é a luz que abre o sorriso e faz a alma brilhar mesmo na noite mais escura. Nesta vida a nossa obrigação é ser feliz. Mesmo que isso, aos olhos dos outros seja irracional e louco.

Dentro da ideia do sentido de viver, é interessante saber que quando apenas aplicamos a filosofia na vida, ela passa a ter um sentido apenas ético, sem gosto, como a existência de sal. Em todos os casos que tenho acompanhado, o sentido da vida sem a ideia de Deus, torna o homem condenado ao desespero.

Mediante este desespero existencial, o ser é lançado num campo de escolha onde pode ser:  da existência estética que é o prazer e o divertimento, a existência ética que é o cumprimento do dever social, moral e ético, sem esquecer da existência religiosa que é a busca do divino e do transcendente.

Entretanto é necessário compreender que a vida é um dom especial dado pelo criador e dela precisamos aproveitar cada minuto da existência, servido. Interessante, é que muitos se perdem na estrada, passam a buscar prazer existencial nas demandas humanas.

Servir, talvez seja este o mais magnifico dom. quando olhemos a natureza termo a certeza que ela, enorme e exuberante, aprendeu do seu criador a servir. As árvores em meio aos ventos cantam e adoram. É como se elas nos perguntasse a quem serviste hoje.

Há sem dúvida, um vazio existencial, uma busca. Uma desejo em saber quem somos? De onde viemos? Porque estamos aqui? E estas perguntas permeiam as cabeças levando o ser a busca prazer de viver. E é exatamente deste ponto que surgem pessoas que fazem das coisas seu sentido e razão de existir.

Os meios de comunicação em massa nos empurra a pensar que precisamos de coisas para viver bem e ter sucesso na vida, dando-lhe sentido. Assim, a idolatria, ou o desejo ter e ser, invade a cabeça humana tirando-lhe a razão do viver em troca de ter coisas materiais. E estas coisas na verdade são mortas, sem vida.

Somente o cego de alma, não é capaz de ver, o quão suave e doce a vida pode ser. Estando ele atrelado a matéria como sentido de viver, passa a substituir os valores eternos da alma, pelas trintas moedas que o acenam e assim sofre a angustia da solidão, não mais conseguido enxergar a beleza da vida e o seu sentido da vida.

As multidões recorrer as vias visíveis, para encontrar o sentido de viver. Entretanto, o sábio de coração, de longe, sentado em seu pensar, entendeu que o desejo enlouquecido pelas riquezas mundanas torna cada dia o ser vazio, insensível, infeliz, inseguro, angustiado e amargurado de viver. Logo, ele propõem, libertação das amarras do mundo material. Mesmo que digam: louco.

Como entender o sentido da vida se ainda nos encontramos laçados pela matéria, pelo ter e pelo ser? Quando sairemos da nossa proteção desprotegida? Da nossa apatia e falso conforto? E entraremos de verdade na reflexão do viver, do existir e somente do está por estar na vida!

Nos estragamos na caminhada do sentido da vida, ao valoramos o que não tem valor e desvalorar o que realmente tem valor. Nos estragamos, quando esquecemos a família, os amigos e do amor. Para cuidamos apenas do ter para comprar e do ser para poder.

Certamente amanhã terei um sentido diferente do de hoje! Daqui a dez anos será completamente diferente do que tenho hoje. Pra que buscar um sentido exato para algo que sempre será inexato? Não faz o menor sentido.

A tendência humana é colocar o coração naquilo que mais ama, sendo assim, onde estiver o coração está o tesouro do homem. O pensamento mais comum é que quando encontramos esse tesouro estamos vivendo a plenitude de nosso dias.

O sistema que vivemos nos empurra para conquista o sucesso profissional a qualquer preço, pois é através dele que chegamos ao status social aceitável entre os homens.  O que na verdade é apenas um meio de ser aceitado e admirado pelo outros.

Alguns encontram o sentido da vida em: viajar e conhecer o mundo; ser famoso; ser reconhecido como gênio; ser considerado campeão; ter seu corpo como formoso e belo; ter muitos amigos; riquezas; ter um grande amor; ser capaz de comprar o que deseja; lutar por uma causa. Todos esses pontos são a base da vida humana par dar sentido à vida e se sentir feliz.

Assim, como humanos, sempre em busca do sentido da vida. E essa busca infinita nos requer tempo e esforços de tal forma que na caminhada descobrimos um vazio existencial incalculável como se algo, faltasse, algo que nos sufoca e que ao mesmo tempo acalenta o sonho.

É como se algo escapasse de nossas mãos e escorregasse, cada vez que tentamos segurar firme.

Tudo aparenta ser tão grande e ao mesmo tempo tão pequeno, que a magnitude da busca tomar proporções insaciáveis, de como quem está no deserto em busca de água para saciar sua sede, já que o infinito tornasse finito, o permanente em provisório e o eterno em temporal.

 

__________________________________________________________________________________________________ 

CONGRESSO DE CASAIS

 

1

__________________________________________________________________________________________________

PENSAMENTO II

“Não há montanha tão alta e vale tão desertos que me impeça de caminhar”. (Ricardo Alfredo)

__________________________________________________________________________________________________

 

MUSEU EM DESTAQUE

O amigo Alano Linhares coordenado de marketing do museu vem dedicando ao museu seu bom tempo com ideias extraordinárias para promove o museu em toda a sociedade. Parabéns amigo.

 

2

__________________________________________________________________________________________________

PENSAMENTO III

“O que mais nos aproxima de Deus, é quando cantamos”. (Ricardo Alfredo)

__________________________________________________________________________________________________

 

CONVITE ESPECIAL DO MUSEU DO SERTÃO

 

3

__________________________________________________________________________________________________

UM OLHAR, UMA ESCUTA

 

 

Coordenado pela secretaria de educação, sobre a liderança da professora inovadora Magali Delfino, um olhar e uma escuta foi um sucesso. As equipes guiadas pelas professoras Eliane, Jandira e Gorette levaram um grande número de professores a refletir sobre a música. Parabéns a todos.
______________________________________________________________________

AGENDAMENTO PARA O MUSEU DO SERTÃO

 

7

__________________________________________________________________________________________________

 

RÁPIDAS DA SEMANA

1- Pastor Valdemiro cria 1ª reality show evangélico da TV brasileira;

2- Embrião dos evangélicos, Reforma Protestante completa 500 anos com 30% da população no Brasil;

3- Xavante que traduziu Bíblia para o seu idioma defende purificação da cultura indígena;

4- Ex-engenheiro de carro autônomo da Google cria religião para adorar a IA

5- Silas Malafaia e Marco Feliciano se pronunciam contra a Rede Globo

6- Pastor Abílio Santana é processado pelo deputado Jean Wyllys

7- ONU determina fim da pena de morte por blasfêmia

 

__________________________________________________________________________________________________

PREPARADO PARA COMANDAR

 

8

__________________________________________________________________________________________________

IDENTIFICAÇÃO
Nome: MANOEL DE LIMA DA ASSUNÇÃO

Posto: Major QOPM (Em 25/08/2017)

Naturalidade: Mossoró-RN

Data de Nascimento: 30/08/1973

FORMAÇÃO ACADÊMICA
 

Ø  Licenciatura em Letras com Habilitação em Língua Inglesa, (Incompleto), pela Universidade Estadual do Rio Grande Norte – UERN, 1994;

Ø  Bacharel em Segurança PúblicaCurso de Formação de Oficiais – Academia de Polícia Militar “ Cel Milton Freire de Andrade” “Turma 1997”.

Ø  Bacharel em Direito, pela Universidade Estadual do Rio Grande Norte – UERN, Concluinte de 2008;

Ø  Pós-Graduação em Segurança PúblicaCurso de Aperfeiçoamento de Oficiais na Academia Estadual de Segurança Pública do Estado do Ceará, 2013.

Ø  Curso de Examinador de Trânsito, pelo DETRAN-RN;

Ø  Curso de Instrutor de Trânsito, pelo DETRAN-RN;

TÍTULOS RECEBIDOS
Ø  Diploma concedendo “MEDALHA POLICIAL MILITAR” pelos 10 (dez) anos de bons serviços prestados – Ato Governamental – 2011;

Ø  Comenda “TRANSFORMANDO VIDA” do Conselho da Comunidade da Execução Penal da Comarca de Mossoró e da Penitenciária Federal – entregue pelo Exmº Sr. Dr. Juiz de Direito Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros da Vara de Execução Penal – 2013;

Ø  Diploma concedendo Medalha  “BENTO MANOEL DE MEDEIROS”, em virtude de ter sido destaque dentre os demais, de forma eficiente e eficaz, no desempenho profissional da atividade policial militar – 2014;

Ø  Diploma de Honra ao Mérito “ALDENOR EVANGELISTA NOGUEIRA” pela Câmara Municipal de Mossoró-RN – 2014;

 

Ø  Diploma concedendo Medalha “PROFISSIONAL POLICIAL DO MÉRITO OPERACIONAL”, em virtude de ter sido destaque operacional durante as fiscalizações de trânsito em combate a criminalidade e, de forma eficiente e eficaz, no desempenho profissional da atividade Policial Militar – 2017

FUNÇÕES EXERCIDAS
Ø  Comandante do Pelotão de Trânsito de Mossoró-RN, 2001;

Ø  Subcomandante do 2º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual – 2º DPRE – Mossoró – RN, 2002;

Ø  Chefe do Setor de Liberação e Apreensão de veículo do 2º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual – 2º DPRE – Mossoró-RN, 2003 – 2005;

Ø  Vice Diretor do Complexo Penal Estadual Agrícola Dr. Mário Negócio, 2005 – 2010; e

Ø  Exerceu a função de Subcomandante do 2º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual – 2º DPRE – Mossoró-RN, 2011 à 2014;

Ø  Eleito Venerável Mestre da Loja Maçônica “AMÂNCIO DANTAS” nº 3071, no Oriente de Mossoró-RN – para o biênio 2015/2017 e reeleito para o biênio 2017/2019;

Ø  Diretor do Projeto de Educação de Trânsito na Escola – PROJETE – na cidade de Mossoró-RN, atendendo 08 (oito) escola das redes Estadual e Municipal;

Ø  Atualmente exerce a Função de Comandante do 2º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual – 2º DPRE – Mossoró-RN;

A polícia está cada dia se especializado. Seus soldados e oficias preparados para defender a sociedade. E o major MANOEL DE LIMA DA ASSUNÇÃO é uma dessas pessoas cultas e preparadas para comandar e instruir a sociedade. Parabéns a gloriosa polícia, parabéns ao major MANOEL DE LIMA DA ASSUNÇÃO.

 

__________________________________________________________________________________________________

REFLEXÃO DO DIA

COMO SER SÁBIO

“Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor. Se você conhece o Deus Santo, então você tem compreensão das coisas. A sabedoria fará com que você viva uma vida mais longa. Se você for sábio, o lucro será seu; se zombar de tudo, você mesmo sofrerá as consequências.” (Pv 9:10-12).

Corrupção, a injustiça social

As leis são derivações da religião, ou seja, para compreensão delas é necessário fazer uma análise das sagradas letras, Bíblia, e assim chegaremos ao teor de entendimento de sua aplicação na vida social.

Um dos grandes pensadores social na área jurídica é o profeta Habacuque. Em sua época os lideres mantinha o povo sobre a vara da impiedade e do desvio moral, e assim ele ao se sentir sozinho clamor ao rei do universo pela sua intervenção ao dizer: “Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! E não salvarás? Por que me mostras a iniquidade e me fazes ver a opressão?” (Hc 1.2,3a).

A injustiça social e a corrupção sempre existiram e são práticas milenares. De forma que os que lideravam o povo, sempre buscaram seu bem estar e o bem estar dos seus familiares e amigos.

Assim como os que governavam eram corruptos e injusto, o meio religioso agia do mesma forma pervertendo o direito do pobre, aceitando suborno e praticando a iniquidade conscientemente.

Sendo Habacuque, conhecedor do direito e das normas jurídicas de sua época, assim como, seguidor fiel do rei universal, sentia a dor de ver o povo sofrer a angústia da fome e do desprezo social causado pela administração corrupta e violenta.

Mesmo assim diante do grau elevado de corrupção o profeta Habacuque se leva como voz de Deus e condena os métodos de enriquecimento ilícito e a injustiça pratica.

Em nossos dias, a corrupção é tão endêmica que homens de boa índole e de boa fé pública, tem se afastado dos meios admirativos e políticos por vergonha por ver a iniquidade se multiplicar.

Quando falarmos em política, ato de administrar a coisa pública para o bem comum, sentimos a vergonha de ver nossos líderes envolvidos em: conchavos políticos, desmandas judiciais, inércia e ineficiência dos poderes constituídos. Notamos estarrecidos a hipocrisia de grande parte das autoridades políticas e religiosas, os quais deveriam por oficio defender o pobre e sofredor. Os escândalos patrocinados por líderes dos poderes temporal e eclesiástico ocupam os noticiários e trazem vergonha e indignação aos homens de bem.

É neste contexto que muitos, ditos cristão, envergonha o bom nome do salvador trazendo à baila a doença moral chamada corrupção. É, neste tempo, que os cristão precisam tomar posição ao ver a grande corrupção instalada nos poderes. Não só se indignar mais transformar essa indignação em ação.

É obrigação dos homens de bem, principalmente daqueles que são cidadãos da cidade eterna, fazem oposição a iniquidade e a maldade contra os mais pobres, as viúvas, os órfãos e quem sofra.

É obrigação sim, auxiliar os mais fracos dando-lhe conhecimento da nova cultural que aprender com o rei celestial. E aos mesmo tempo transformado a cultural da maldade em cultura do bem.

Bem sei, que neste momento sua pergunta é: Tenho que acreditar nas políticas humanas como solução? Não só as políticas humanas, mas na transformação do carácter humano provido da instalação do reino de Deus na terra.

Um dos maiores escritores, John Wesley (1703-1791), ao ensinar o direito e a religião ao povo inglês, provou uma mudança profunda na vida social e moral, assim como na vida religiosa.

Portanto, meus amigos, não digo leitores, mais amigos, que ouvem ecoar minha voz através dos textos. Lhes digo: é hora de agir, ensinar o povo a pensar, meditar e temer. Não temer o que homem pode fazer, mais temer o que foi deixado de fazer quando podia pelo próximo. Para que no dia da nossa partida para eternidade, possamos ser semelhante ao apostolo Paulo e assim dizer: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”.

Jamais esqueça o que fazemos na vida ecoa na eternidade.

Reflexões Teológicas

PENSAMENTO I

“Todo sábio, cedo aprender, que a verdadeira sabedoria é a humildade”. (Ricardo Alfredo)

___________________________________________________________________________________

CORRUPÇÃO, A INJUSTIÇA SOCIAL  

As leis são derivações da religião ou seja, para compreensão delas é necessário fazer uma análise das sagradas letras, Bíblia, e assim chegaremos ao teor de entendimento sua aplicação na vida social.

Um dos grandes pensadores social na área jurídica é o profeta Habacuque. Em sua época os lideres mantinha o povo sobre a vara da impiedade e do desvio moral, e assim ele ao se sentir sozinho clamor ao rei do universo pela sua intervenção ao dizer: “Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não me escutarás? Gritar-te-ei: Violência! E não salvarás? Por que me mostras a iniquidade e me fazes ver a opressão?” (Hc 1.2,3a).

A injustiça social e a corrupção sempre existiram e são práticas milenares. De forma que os que lideravam o povo, sempre buscaram seu bem estar e o bem estar dos seus familiares e amigos.

Assim como os que governavam eram corruptos e injusto, o meio religioso agia do mesma forma pervertendo o direito do pobre, aceitando suborno e praticando a iniquidade conscientemente.

Sendo Habacuque, conhecedor do direito e das normas jurídicas de sua época, assim como, seguidor fiel do rei universal, sentia a dor de ver o povo sofrer a angústia da fome e do desprezo social causado pela administração corrupta e violenta.

Mesmo assim diante do grau elevado de corrupção o profeta Habacuque se leva como voz de Deus e condena os métodos de enriquecimento ilícito e a injustiça praticada.

Em nossos dias, a corrupção é tão endêmica que homens de boa índole e de boa fé pública, tem se afastado dos meios admirativos e políticos por vergonha por ver a iniquidade se multiplicar.

Quando falarmos em política, ato de administrar a coisa pública para o bem comum, sentimos a vergonha de ver nossos líderes envolvidos em: conchavos políticos, desmandas judiciais, inércia e ineficiência dos poderes constituídos. Notamos estarrecidos a hipocrisia de grande parte das autoridades políticas e religiosas, os quais deveriam por oficio defender o pobre e quem sofre. Por outro, os escândalos patrocinados por líderes dos poderes temporal e eclesiástico ocupam os noticiários e trazem vergonha e indignação aos homens de bem.

É neste contexto que muitos, ditos cristão, envergonha o bom nome do salvador trazendo à baila a doença moral chamada corrupção. É, neste tempo, que os cristão precisam tomar posição ao ver a grande corrupção instalada nos poderes. Não só se indignar mais transformar essa indignação em ação.

É obrigação dos homens de bem, principalmente daqueles que são cidadãos da cidade eterna, fazem oposição a iniquidade e a maldade contra os mais pobres, as viúvas, os órfãos e quem sofra.

É obrigação sim, auxiliar os mais fracos dando-lhe conhecimento da nova cultural que aprender com o rei celestial. E aos mesmo tempo transformado a cultural da maldade em cultura do bem.

Bem sei, que neste momento sua pergunta é: Tenho que acreditar nas políticas humanas como solução? Não só as políticas humanas, mas na transformação do carácter humano provido da instalação do reino de Deus na terra.

Um dos maiores escritores, John Wesley (1703-1791), ao ensinar o direito e a religião ao povo inglês, provou uma mudança profunda na vida social e moral, assim como na vida religiosa.

Portanto, meus amigos, não digo leitores, mais amigos, que ouvem ecoar minha voz através dos textos. Lhes digo: é hora de agir, ensinar o povo a pensar, meditar e temer. Não temer o que homem pode fazer, mais temer o que foi deixado de fazer quando podia pelo próximo. Para que no dia da nossa partida para eternidade, possamos ser semelhante ao apostolo Paulo e assim dizer: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”.

Jamais esqueça o que fazemos na vida ecoa na eternidade.

 

___________________________________________________________________________________

MPC – MOSSORÓ PARA CRISTO

 

1

 

Como sempre a campanha Mossoró para Cristo, ideia do grande pastor Rilton Peixoto, em nossos dias morador longe de Mossoró, vem trazendo uma mensagem salvadora e edificante.

Lembro-me dos bons dias em que o pastor Rilton Peixoto de forma humanizada apregoava o bom e simples Evangelho de Cristo.

 

 

 

RÁPIDAS DA SEMANA

1- Embrião dos evangélicos, Reforma Protestante completa 500 anos com 30% da população no Brasil

2- Xavante que traduziu Bíblia para o seu idioma defende purificação da cultura indígena

3- Ataques contra igrejas cristãs preocupam bispos do Mali

4- Ex-engenheiro de carro autônomo da Google cria religião para adorar a IA

5- Supremo autoriza ensino religioso confessional nas escolas públicas

 

___________________________________________________________________________________

MUSEU DO SERTÃO

 

2

 

O imortal professor Benedito, em suas grandes ideias pelo povo de Mossoró e região, criou no Rancho Verde o museu do sertão que é o marco para o nordeste e para o Brasil.

Este museu conta as história do nordeste, assim como a história do Brasil. Parabéns confrade, grande pensador.

 

_____________________________________________________________________________________

LITERATURA DE CORDEL

 

3

 

Dr. ANTÔNIO CLÓVIS VIEIRA -, por ocasião do elogio ao seu Patrono Luiz Colombo Pinto Neto, na cadeira 19. Grande poeta do cordel, vem se destacando em Mossoró e Região. Parabéns bom amigo e confrade.

___________________________________________________________________________________

SEMINÁRIO DA FAMÍLIA

 

4

 

Dois bons amigos e estudiosos da Bíblia o Dc. Alex e o Pastor Valdo, levando ao povo lições profundas sobre família. Parabéns.

 

___________________________________________________________________________________

ICOP- INSTITUTO CULTURAL DO OESTE POTIGUAR

 

5

 

Sobre a presidência do professor Dr. Benedito Mendes, o ICOP vem dando um show de cultura. E ao mesmo tempo homenageando a grande nomes de Mossoró e região.

 

___________________________________________________________________________________

 

6

 

Escola dominical é sinônimo de conhecimento e isso a igreja Batista é especialista. Parabéns.

 

___________________________________________________________________________________

 

7

8

 

Com certeza será de grande valia as duas palestras, pois trará orientação nas área de oncologia e saúde da mulher.

 

___________________________________________________________________________________

REFLEXÃO

A IGREJA

Caro amigo, recomendo que antes de prosseguir, assim como advirto que de forma verdadeira deixe fora da sua mente e coração todo espírito de religiosidade, toda opinião pré-concebida, todo preconceito, toda sabedoria humana, todo embaraço, principalmente o espirito de hipocrisia que tão de perto rodea a cristandade.

Em nossos dias há uma conflito enorme nas denominações, as quais chamamos de igrejas ou Cristandade, e não é necessário ser Doutor, mestre ou equisperto na teólogo para entender que há um grau de perigo para a igreja universal do Cristo. E diante destes fatores, é perceptível a mistura que há de interesses das lideranças em manter o povo na obscuridade do conhecimento e assim, o povo começa a praticar a lei como meio de agradar o Rei universal. Não que a lei seja ruim pelo contrário, a lei é boa para convivência e os bons costumes, entretanto, ela não pode saltar para eternidade.

Todavia, é necessário saber que ela, a lei, não pode dar a vida eterna, assim como a denominação não pode. Então é necessário deixar de viver a ilusão dos sacrifícios como fonte salvadora, dita pela igreja atual. Entres estas fontes salvadoras estão: guardar sábado, vestir roupa tal, dizimar, fazer sacríficos financeiro e assim vai as invencionice humana para justificar a escravização intelectual e moral dos outros seres.

A igreja de Deus nada a tem com as glórias mundanas. É estranho que grande parte dos que estão indo as igrejas tem como objetivo receber. Receber bênçãos terrenas, glórias deste mundo, e é o que mais se escuta nas pregações, sermões, é venha e torne-se rico. E assim, fazem tudo pela prosperidade, mesmo engano humano de homens e mulheres que buscam seus prazeres nas coisas terrenas.

É exatamente neste ponto, que precisamos separa a ideia de igreja, cristandade e denominação. E para isso precisamos do livro do apóstolo Mateus que nos esclarece, pois o evangelho de Mateus é o primeiro a anunciar a temática chamada de igreja. Sendo assim, essa é primeira vez que o nome igreja é citado, (Mateus 16:13-20). Nas sagradas letras, igreja não é tratada como denominação, organização com edifício de tijolos ou entidade jurídica. O verdadeiro sentido para o nome igreja é reunião ou assembleia de um povo voltado a Deus.

Para sermos bem claro, nas sagradas letras a Igreja é um organismo vivo, chamado de corpo de Cristo, noiva de Cristo, formada por membros que precisam uns dos outros, e que nenhum pode ser retirado ou amputado. Até porque a cabeça do corpo não permitiria essa amputação.

Numa leitura cuidadosa não encontramos na bíblia nome dado a nenhuma igreja, ou seja, não existe igreja “a” ou Igreja “b” ou fulano pertence a igreja “a” ou “b”. Na verdade o que existe é a igreja de Cristo, formada pelos seus adoradores em espirito e em verdade e em todos os credos, raças e etc…

A igreja a genuína foi fundada, aproximadamente no ano 30. E fazem parte todos os aceitaram o Cristo na sua vida, gerando um ser repleto do Espirito de Deus. Qualquer igreja que foi fundada em outra data e que não faça inclusão de todos os salvos por Jesus Cristo, não está de acordo com a bíblia, mesmo que nela tenha membros genuínos.

Não é a pessoa que escolher ser membro da igreja de Cristo, é Cristo que atrai para si os que ele deseja e deles faz seus verdadeiros servos num mundo cheio de loucura e ódio.

Precisamos desconstruir a ideia de que igreja e cristandade é a mesma coisa. Cristandade é o conjunto de todos os que se dizem cristão. Já igreja é formada pelos genuínos, verdadeiros servos de Deus. Contudo você deve estar se perguntado, então como saberei quem é genuíno ou não? É, por enquanto essa missão é impossível, pois o joio está ao lado do trigo e somente Deus é capaz de conhecer os pensamentos e ler a intenção do coração.

A igreja de Deus não tem nome. Ela é formada pelo grande número de genuínos fieis em todo mundo. Então dar nomes a diferentes grupos de Cristãos é fazer o que Deus não mandou ou tentar fazer um única denominação como numa colcha de retalho é tentar unir o que Deus não dividiu. No reino de Deus não existe denominações e sim um povo salvo.

Essa babel de igrejas que encontramos em nossos dias não está na bíblia, é simplesmente um plano do inimigo de Deus para confundir os eleitos, os genuínos. Sendo auxiliado por homens e mulheres que viram na denominação um meio de vida, os quais nunca se prepararam na vida secular e agora fizeram para si uma chamada.

A parte mais difícil de aceitar são as doutrinas pregadas ou anunciada como verdades eternas. E entre elas estão:

Cair no Poder ou Fanerose, é um termo que vem do grego e quer dizer visível. É um modismo de que a presença de Deus gera um campo de energia que deixa a pessoa sem sentidos e desacordada. Invencionice humana, Deus é um Deus que usa e ensina na consciência, gerando sabedoria e não atitude tolas.

Confissão Positiva, através de sua mente você gera um campo positivo e trazer a existência material o seu desejo. Outro engano, o poder de Deus é ministrado para trazer paz e harmonia entre os seres humanos não para enriquecer.

Outras estranhezas pregadas são: Unção do Riso, Objetos de Culto, Movimento da Fé, Maldição Hereditária, Leilão da Fé, Evangelho da Saúde, Evangelho da Prosperidade, Entrevistar Demônios, Emagrecimento Instantâneo, Dentes de Ouro, Demônios Territoriais, Deificação do Ser Humano e Correntes de Libertação. Todas são doutrina que não encontramos respaldo nas sagradas letras. E pior que muitos estão envolvidos com essas práticas estranhas acreditado que é verdadeira.

Meus amigos, Com essa diversidade de doutrinas esquisitas e estranhas, que ao mesmo tempo é diferentes e emocionantes, a pergunta que aflora em minha mente é quem vai se interessar em ser como Jesus e ficar com a simplicidade do Evangelho?