domingo , 22 de outubro de 2017
Home / Opinião / Canto de Página (page 7)

Canto de Página

Com Cid Augusto
[email protected]

Farpas

Começou o engalfinhamento na campanha da OAB de Mossoró. A Chapa 10 acusa a Chapa 20 de ser subserviente ao prefeito da cidade, enquanto a Chapa 20 denuncia a Chapa 10 por atentar contra a democracia com um tal de “acordão”, rememorando a história recente entre Robinson Faria e Henrique Alves. O clima pode ser medido pela troca de farpas nas redes sociais e pelo repente do poeta e advogado José Luiz Carlos de Lima no lançamento da Chapa 10, nessa quinta-feira. Genial, como sempre, mas ferino que nem se estivesse num desafio de viola, a apresentação revirou os ânimos nos grupos de WhatsApp, causando reações indignadas dos atingidos e seus correligionários. Na disputa passada, só para lembrar, Zé também exercitou o estilo Gregório de Matos Guerra, e, por irônico que pareça, muitos dos que hoje se queixam, lá estavam aplaudindo; enquanto muitos dos que hoje aplaudem, lá estavam se queixando. Coisas da política.

Meia
A partir de agora, as pessoas e empresas que vendem ingressos para eventos culturais pela internet estão legalmente obrigadas a disponibilizar a meia-entrada em ambiente virtual.

Seminário
Seguem até 30 de outubro, as inscrições para o I Seminário Regional de Inclusão Escolar, no Colégio Diocesano Santa Luzia. Informações no (84) 3316-3766.

Crítica
O empresário José Maria Viana não poupa críticas ao sobrinho afim, Francisco José da Silveira Júnior. A última, veiculada no Twitter, questiona: “Quanto é mesmo q prefeito insano paga p/qualquer revista. Dizer cidade é a melhor, está as mil maravilhas quanto? Ou é de graça pura informação” (sic!).

Pagamento
A pergunta de José Maria é pertinente. Um colega jornalista afirma ter em mãos comprovante do pagamento de R$ 180 mil por uma página na revista Época. Aguardemos a divulgação.

Subserviência
O advogado e professor universitário Edilson França disse a interlocutores que se demitiu do cargo de secretário de Justiça e Cidadania porque não suportava a subserviência do governo ao Ministério Público.

Pedofilia
Todas as investigações nacionais sobre pedofilia incluem Mossoró, constatação nefasta que já deveria ter chamado a atenção das autoridades locais.

Missão
O ministro Dias Toffoli fez muito bem ao cancelar a ida de representantes do TSE à Venezuela, a fim de observar as eleições parlamentares naquele país, depois do veto a Nelson Jobim, escalado como chefe da missão.

Telegrama
O Planalto fez biquinho, mas se era de mandar alguém ideologicamente afinado, só para dizer “Caracas!”, melhor e mais barato mandar telegrama dando os parabéns pela vitória antecipada. Ou alguém duvida do resultado?

Artesanato
A lei que regulamenta a profissão de artesão foi publicada ontem no Diário Oficial e, de acordo com o texto, “presume o exercício de atividade predominantemente manual”. O uso de ferramentas e outros equipamentos é permitido, “desde que visem a assegurar qualidade, segurança e, quando couber, observância às normas oficiais aplicáveis ao produto”.

Sonegação

A sonegação fiscal de 2015 gira em torno de R$ 420 bilhões no Brasil, conforme o “sonegômetro” instalado no Centro de São Paulo pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional.
O grupo defende medidas enérgicas de fiscalização do contribuinte como forma de ajustar as contas públicas, pois o valor que se deixou de arrecadar este ano corresponderia a 13 vezes a previsão de recolhimento com a CPMF.
Leigo em economia, suponho que o problema maior não é a falta de arrocho, e sim a carga tributária extorsiva que desestimula desde o trabalhador ao empresário a declarar seus rendimentos, bem como a angustiante sensação de que os impostos são mal-aplicados e não apresentam o retorno esperado pela sociedade.

Perfume
A jornalista Eliana Lima revela na revista Bzzz, encartada no O Mossoroense, que a senadora Fátima Bezerra (PT) é nada proletária quando se trata de perfume. Um frasco de 50ml de sua fragrância predileta, a francesa Eau Du Soir, custa mais de R$ 1 mil.

Teatro
A professora Gláucia Russo assina a direção da peça “Pluft, o fantasminha”, de Maria Clara Machado, que será encenada domingo, às 17h, no Teatro Dix-huit Rosado.

Plágio
Fazer pose de intelectual nas redes sociais chupando matérias antigas dos jornais da cidade é sacanagem. E enviar o texto plagiado para o próprio autor? Cara-de-pau!

Horário
Sobre as aulas gratuitas de Zumba e Jump na avenida Rio Branco, de domingo a sexta-feira, a assessoria de comunicação da prefeitura informa que se realizam das 18h às 19h. A informação estava de fato no release e não saiu por leseira nossa, motivo pelo qual nos retratamos.

IPVA
O aumento do IPVA é questão de tempo no RN. A Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia já deu carta branca ao projeto do governo que eleva de 2,5% para 3% o valor do tributo.

Comunicação
Na campanha pela presidência da OAB em Mossoró, a chapa 10 tem se saído melhor no quesito comunicação. Na abordagem direta aos advogados, 10 e 20 se equiparam.

Lançamento
A chapa 20, a propósito, será lançada às 19 horas de hoje, no Garbos Recepções, segundo me avisa o jornalista Márcio Costa, tendo na cabeça os advogados Denys Tavares, presidente, e Diego Tobias, vice.

Relator
Deputado Ricardo Motta, presidente da Comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia, foi escolhido relator do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2016, previsto em 11 bilhões 999 milhões 840 mil reais.

Adutora
O deputado estadual Álvaro Dias propõe a criação de uma adutora para abastecer Caicó com água da barragem Armando Ribeiro Gonçalves. Mas, que água? A barragem de Assú, como se sabe, está com menos de 30% de sua capacidade.

Delegacia da Mulher

A delegada Cristiane Magalhães sofreu críticas tão duras quanto injustas nas redes sociais, com repercussão até no jornal Extra, do Rio, por causa de uma placa que havia na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Mossoró, com o seguinte aviso:
“Informamos que não é permitido entrar na Delegacia da Mulher – trajando bermuda, short ou saia curta, camisa regata, blusa decotada, sem camisa; com crianças, exceto se estiver amamentando; com uso de capacete; fumando”.

Não me importa o mérito da placa, embora deva registrar que as vedações a roupas curtas e ao tabagismo são comuns a todas as repartições públicas e a primeira, logicamente, não se aplicava a mulheres necessitadas de socorro urgente.

A proibição do uso de capacete no interior do prédio era questão de segurança para policiais, vítimas, acusados, testemunhas, advogados.

Por fim, delegacia não é lugar de criança, a não ser em circunstâncias excepcionalíssimas, pois a exposição a situações de violência e a depoimentos chocantes pode acarretar danos psicológicos irreparáveis ao indivíduo em formação.

Isso, contudo, não vem ao caso. A divergência é salutar e engrandece a cidadania. O debate só não pode perder de vista nem obscurecer o competente trabalho da equipe da Deom.

Cristiane Magalhães, alvo principal da indignação das feministas, é um dos melhores quadros da polícia do RN, além de respeitada professora de direito penal. Sua atuação, com estratégias que associam prática e conhecimento científico, é um divisor de águas na proteção à mulher e no combate à criminalidade.

Merece respeito.

Diário
O Programa do Falcão, da TV Diário, terá como convidado especial no próximo dia 27, às 22h30, o cantor e compositor mossoroense Carlos André, segundo informa o grande Herbert Mota.

Desabafo
“Estou cada vez mais convencido de que o mal está em que todo o grupo próximo a mim fala […] As dez pessoas mais próximas são as que mais fazem confusão, porque são essas fofocas que saem no jornal […] Os inimigos dão menos trabalho” – FHC, em Diários da Presidência, obra que será lançada dia 29.

Homenagem
A jornalista Ana Ruth Dantas informa que o ministro Marcelo Navarro, do STJ, será homenageado em Natal pela Procuradoria da República. O evento está previsto para o dia 26, às 10h, no auditório da Justiça Federal.

Campanha
Está mais do que na hora de município e Estado tomarem providências para evitar colapso no abastecimento hídrico de Mossoró, a começar por campanhas de conscientização sobre o uso responsável da água que nos resta.

Mortes
A polícia do Rio de Janeiro matou 18% mais que em 2015, de acordo com números do Instituto de Segurança Pública (ISP). Quem se atreve a levantar os dados do Rio Grande do Norte?

Atividade
A Secretaria de Esporte e Lazer da prefeitura de Mossoró anuncia aulas gratuitas de zumba e jump, de domingo a sexta-feira, na Praça de Eventos da avenida Rio Branco. Só não diz o horário.

Agenda aí
Prepara o bolso! A consultoria Safira Energia, referência nacional no setor elétrico, sinaliza para um aumento de até 15% na conta de luz, no próximo ano. Como sempre, a culpa é do El Niño e o pato quem paga é o consumidor.

Questão de convivência

Seca. 2016 será ano de seca, dizem os climatologistas. O quinto consecutivo, repetindo a estiagem de 1979 a 1984, quando multidões de famintos invadiam os centros urbanos em busca do básico do básico: comida. As frentes de emergência do governo federal, com obras quase sempre sem pé nem cabeça, pareciam campos de trabalhos forçados aos quais homens e mulheres se submetiam em troca de uns parcos tostões que não lhes garantia sequer o feijão à mesa. A fome levou muitos a se alimentarem de xique-xique, ratos, garapa, anus, urubus. Felizmente, o cenário atual é menos dramático, graças aos programas sociais criados por FHC, ampliados por Lula e mantidos por Dilma, mas, como diria Luciano Lellys, repórter-fotográfico do O Mossoroense, as lentes do poder ainda estão com erro de paralaxe, espécie de desvio óptico decorrente do ângulo de visão do observador. A irregularidade das chuvas é característica do Nordeste e não um problema a ser combatido. Problema é a inexistência de projetos eficazes de convivência com esse fenômeno climático que nos atinge há séculos, desde antes de Cabral, influenciando inclusive a migração dos povos indígenas. A falta de consciência também é patente, pois numa terra em que os recursos hídricos são escassos e milhares sofrem o drama do balde e do carro-pipa, ainda nos damos ao luxo de esbanjar água e poluir rios.

Rabo de palha
O senador José Agripino, para quem toda denúncia contra adversário é “caso de polícia”, não consegue se livrar das novas nem das velhas acusações. Ontem, por exemplo, o Blog do Brito reviveu a famosa história do Rabo de Palha, que teve Agripino como protagonista, nos anos 1980.

Prejuízo
A crise na Petrobras, que deve afetar a região até com a paralisação de 80% das sondas e a demissão de centenas de trabalhadores, tem caráter nacional. De acordo com o Grupo de Economia da Energia (GEE) da UFRJ, o setor petrolífero deixará de produzir R$ 62 bilhões em renda até 2019.

Referência
O presidente da Câmara Municipal, Jório Nogueira, tornou-se a referência do governador Robinson Faria em Mossoró. E, de espaço em espaço, pavimenta o caminho que pode levá-lo do Palácio Rodolfo Fernandes ao Palácio da Resistência. É o que se comenta na Governadoria.

Integral
A Assembleia Legislativa emendou a Constituição do RN para incluir o ensino médio em tempo integral, ótimo projeto importado do Centro-Sul pela deputada Márcia Maia, que não deve ser implantado, levando-se em conta que, aos olhos do governo, educação é gasto, jamais investimento.

Solidão
“Sobre as páginas do livro do silêncio/ Minha alma penetra descontente/ À procura de algo que me faça/ Pelo menos pensar que já fui gente”. Trecho de Solidão Noturna, soneto que intitula o livro recém-lançado pelo poeta José Ribamar, nas bancas pela bagatela de R$ 10,00. Vamos comprar.

Agenda aí
Dia 25, a partir das 16h, no Memorial da Resistência, caminhada Outubro Rosa, movimento de conscientização sobre a prevenção ao câncer de mama e colo do útero. Mais informações no (84) 3316-0871 ou nas redes sociais do movimento Mossoró Contra o Câncer.

Mais uma?

Diziam as más línguas, quando as pessoas tinham tempo para a leitura e gostavam de notícias elaboradas, detalhadas, que seria impossível derrubar um jornal em Mossoró pela quantidade de colunas em que se sustentavam. Eis aqui mais uma entre dezenas, embora nada acrescente e não sirva de arrimo a coisa alguma, pois chega no vácuo de outra que se foi, a exemplo de tantas que ilustraram estas páginas com vibrante inteligência, e nada acrescenta ante a diversidade e a velocidade da informação na era das redes sociais. De toda sorte, enquanto o prefeito Francisco José da Silveira Júnior não conclui o único projeto de seu governo, qual seja enterrar com pompa e circunstância os veículos de comunicação da cidade que não se ajoelham aos seus pés, num daqueles suntuosos caixões com timbre e “islogan” da prefeitura, a gente até vai levando, mas também vai labutando com a matéria-prima da palavra.

Teje preso!
A Polícia Ambiental prendeu o produtor Marcos Sá de Paula, responsável pelo projeto Som da Mata, e os músicos da banda Kalouv, no último domingo, em Natal, além de apreender-lhes os instrumentos, tudo porque o público presente ao Parque das Dunas revoltou-se com a atuação arbitrária dos tiras e os vaiou.

Teje solto!
Caso semelhante ocorreu em Mossoró. Por falta de licença ambiental na Praça de Convivência, os músicos pagaram o pato. Felizmente, o caso caiu para um juiz de bom senso, e poeta, Paulo Maia Marques, que concedeu habeas corpus de ofício (sem que ninguém pedisse), liberando os instrumentos e botando um ponto final no processo.

“Froda”
Alexandre Frota trocou o cinema pornô pela análise política. Na estreia, sentou a ripa no PT e disse “acunha”! Quer dizer, disse a Cunha que processe o STF e requisite as Forças Armadas para se garantir a democracia. Por fim, o mea-culpa: “Muitos me atacam dizendo que eu fodi a Bianca. Eu só fodi a Bianca. Ela, Dilma, fodeu o Brasil”.

Arapucas
O povo do trânsito armou duas arapucas na rua Raimundo Firmino de Oliveira, no conjunto Ulrich Graff. Quanto à primeira, não reclamo por estar defronte ao IFRN, na passagem dos alunos, mas a segunda, com limite de 30km/h numa baixa famosa pelos assaltos, sem fluxo acentuado de pedestres, é de lascar.

ONU
Publicada ontem a lei que dá poderes ao Conselho de Segurança da ONUpara exigir do governo brasileiro que provoque o Judiciário no sentido de bloquear bens, valores e direitos de titularidade direta ou indireta de pessoas físicas e jurídicas nacionais suspeitas de desrespeitar leis internacionais de combate ao terrorismo.

Alerta
Sindicalistas estimam que cerca de três mil trabalhadores do ramo petrolífero serão demitidos em Mossoró até o final de 2016. Isso, a partir da desativação da maioria das sondas e, talvez, da base da Petrobras, que deixará uma “tábua de pirulitos” como legado para a cidade cujas riquezas explorou durante décadas.

Lançamento
A assessoria da Chapa 10 informa que será quinta-feira, às 22h, no Requinte Buffet, o lançamento das candidaturas de Canindé Maia e Kallio Gameleira para presidente e vice-presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O candidato ao comando da OAB estadual, Paulo Coutinho, estará presente.