segunda-feira , 20 de novembro de 2017
Home / Cotidiano / Caps I chama a atenção para a humanização do tratamento de saúde mental
Ação realizada na manhã desta quarta-feira, 18, comemora o Dia Nacional da Luta Antimanicomial (Foto: Cacau).
Ação realizada na manhã desta quarta-feira, 18, comemora o Dia Nacional da Luta Antimanicomial (Foto: Cacau).

Caps I chama a atenção para a humanização do tratamento de saúde mental

O Centro de Atenção Psicossocial Infantil (Caps I) realizou na manhã desta quarta-feira, 18 de maio, ação em comemoração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, que visa conscientizar para a necessidade de humanização do tratamento e acompanhamento de pessoas com necessidades especiais.

“Queremos promover a reflexão de que o tratamento de saúde mental não deve ser feito trancado, mas em espaços terapêuticos. Nosso objetivo é humanizar o atendimento e acabar com as práticas de manicômio, integrar as pessoas à sociedade, e multiplicar centros de tratamento multidisciplinar como o Caps”, disse a diretora do Caps e assistente social Aneleine Carlos.

A ação contou com a participação de pais e pacientes do Caps I, profissionais de saúde, diretores e gestores púbicos, além de apresentação de música ao vivo com o cantor Dayvid Almeida.

Entre os maiores desafios apontados no tratamento das crianças com deficiências mentais e síndromes como o autismo, familiares apontam o preconceito e a carência de atendimento especializado em escolas.

“Infelizmente ainda há muito preconceito. Um dia um senhor foi rude e chamou o meu filho, que é autista, de doido, o desrespeitou e isso corta o meu coração. Também enfrentamos dificuldade em conseguir escola, muitas vezes há vagas, mas não aceitam crianças especiais. Por isso entro nessa campanha”, conta Isabele Cristina.