domingo , 16 de dezembro de 2018
Home / Destaques / Atos históricos e momentos culturais marcam comemoração dos 50 anos da UERN
Durante solenidade, foi entregue o recredenciamento da UERN. Foto: Wilson Moreno
Durante solenidade, foi entregue o recredenciamento da UERN. Foto: Wilson Moreno

Atos históricos e momentos culturais marcam comemoração dos 50 anos da UERN

A Assembleia Universitária comemorativa dos 50 anos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) foi marcada por emoção e festividade. Além da celebração principal, que é o jubileu de ouro, a solenidade contou ainda com várias novidades e marcos históricos para a Universidade.

Um deles foi a entrega do diploma de recredenciamento da Instituição, que coroa o trabalho desenvolvido ao longo dessas décadas e mostra que a Universidade está trilhando o caminho certo. Sob o aplauso da plateia, a Secretária Estadual de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa, representando o governador Robinson Faria, e o presidente do Conselho Estadual da Educação, Mizael de Araújo Barreto, entregaram o recredenciamento da UERN ao reitor Pedro Fernandes Ribeiro Neto.

Também na solenidade, foi entregue o milésimo diploma de pós-graduação ao mestrando Dweynny Rodrigues Filgueira. O ato simbólico representa o avanço da pesquisa e da pós-graduação na Universidade nos últimos anos. Hoje, a Instituição conta 21 cursos de mestrado em todas as áreas do conhecimento e quatro cursos de doutorado. O diploma foi entregue pelo reitor Pedro Fernandes e o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Rodolfo Cavalcanti.

Outra novidade que embelezou a festa dos 50 anos da UERN foi a execução do hino da Universidade, aprovado neste ano. A letra tem composição do poeta Antônio Francisco e de Fábio Monteiro. A música é de Fábio Monteiro e os arranjos para orquestra e coro são de Gideão Lima.

Na parte cultural da Assembleia Universitária, após o cerimonial, o grupo “Monxoró Brass”, vinculado à Faculdade de Letras e Artes (FALA/UERN), por meio da Escola de Música D’alva Stella, embalou os presentes no Teatro Municipal Dix-huit Rosado. Formado por professor e alunos da UERN e da comunidade, o “Monxoró Brass” tem em sua essência os instrumentos de metal e a base rítmica como alicerce dessa formação instrumental diferenciada.

Após a apresentação do grupo, foi encenado o espetáculo “Auto da Liberdade”, que retrata em quatro atos a história de luta e pioneirismo do povo de Mossoró. Neste ano, o tradicional espetáculo homenageia os 50 anos da UERN, por entender que a Universidade representa o quinto ato de liberdade de Mossoró: a liberdade através do conhecimento.

 

Fonte:UERN