quinta-feira , 23 de maio de 2019
Home / Opinião / Alcides Dias Fernandes – Comerciante Bem Sucedido – Wilson Bezerra

Alcides Dias Fernandes – Comerciante Bem Sucedido – Wilson Bezerra

Os antigos cuidam e se lembram dos antigos e os tornam presentes na memória da nova geração. O professor e saudoso Raimundo Nonato da Silva, esse sempre foi um sábio estudioso das velhas gerações, segundo o próprio Raibrito sempre dizia e de onde extraímos essas informações.

E mais, de seus artigos na imprensa mossoroense, ele lembra a figura do comerciante Alcides Dias Fernandes, o pau-ferrense, um militante no comércio de Mossoró, um homem de alta visão comercial, com mentalidade voltada ao docente do ensino, em especial o comercial, embora tenha sido ele o autor do ensino econômico superior, prosperado por ocasião da fundação da Universidade de Mossoró, hoje UERN, isso um pouco antes do professor João Batista Cascudo se destinar a fundar a universidade mossoroense.

O que motivou o comerciante Alcides Dias Fernandes ter a ideia de criar uma Escola Técnica em Mossoró foi a dificuldade que os comerciantes tinham com os profissionais do comércio, os contadores, em dar assistência ao comércio, com a escrituração contábil. Chegava o momento em que o comerciante de Mossoró procurava contador para escriturar suas atividades comerciais trazendo de Fortaleza ou  até mesmo do Recife profissionais da área.

No ano de 1936, segundo dados de Raibrito, querendo suprir essa necessidade, resolve Alcides Dias Fernandes criar a Escola Técnica de Comércio União Caixeiral, que viria com o tempo formar eficientes contadores que não só serviriam ao comercio local, mas aos demais estabelecimentos e áreas afins.

Nessa empreitada de suprir a demanda no ramo, convocou para ajudá-lo o acadêmico de Direito Thier Diniz Rocha, que, por ser seu amigo, comungava do mesmo ideal de ver prosperar a profissionalização do homem com vista a estimular o desenvolvimento da cidade.

Aliás, o acadêmico Thier Rocha foi companheiro de República do comerciante Alcides Dias, ambos de outras cidades, uniram-se no mesmo ideal de trabalhar em favor da terra que os abrigava, lutaram pelo ensino da Economia em Mossoró, considerado o pioneirismo do Curso Técnico Comercial que durante décadas relevantes serviços prestou aos mossoroenses.