quarta-feira , 18 de setembro de 2019
Home / Destaques / Agentes de trânsito iniciam I Curso de Libras na UERN
imagen

Agentes de trânsito iniciam I Curso de Libras na UERN

Em parceria com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), a Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria de Mobilidade Urbana e Trânsito, deu início na tarde desta quinta-feira (29) ao I Curso de Libras para Agentes de Trânsito da cidade. O objetivo é o de capacitar os profissionais, quebrando as barreiras de comunicação que possam vir a surgir.

“Esse curso é essencial para toda a sociedade. Nossos agentes vão estar agora mais preparados. Muitas vezes nos deparamos com um condutor ou pedestre que é surdo, e precisamos saber lidar com a situação”, destacou Magno Nascimento, gerente de fiscalização de trânsito de Mossoró.

O curso tem 15 módulos com 60 horas de duração. Serão 15 encontros todas as quintas-feiras para os 36 agentes de trânsito que estão inscritos. Sanary Freitas, agente de trânsito, explicou que já passou por algumas situações onde foi preciso se comunicar com um deficiente auditivo. “Sempre tem alguma situação onde é preciso se comunicar com alguém com deficiência auditiva. Nós conseguimos entender, mas sempre demora muito. Por isso e é importante o curso. É uma forma a mais de se comunicar e promover a inclusão”, parabenizou.


Sanary Freitas disse que curso de libras é importante para a política de inclusão. Foto: Pacífico Medeiros.

Após a conclusão do I módulo, será fornecido também os módulos II e III, e também níveis mais avançados. “A prefeitura não mediu esforços, fazendo todo um mapeamento e um chamada de agentes de trânsito. Mossoró é uma das cidades que tem feito um trabalho junto com as instituições. Essa parceria com a UERN demonstra uma sensibilidade gigantesca”, elogiou Ana Lúcia Aguiar, diretora de políticas de inclusão da UERN.


Ana Lúcia Aguiar falou da ‘sensibilidade’ da prefeitura em realizar a parceria com a UERN. Foto: Pacífico Medeiros.

Atualmente, o município possui 246 deficientes auditivos cadastrados na Associação de Surdos de Mossoró (ASMO). Para a professora e intérprete de libras, Mariana Câmara, esse número é bem maior, já que nem todos são cadastrados. “Acredito que Mossoró tem mais de 1000 deficientes auditivos, já que nem todos procuram se cadastrar. Os agentes estão no dia a dia no trânsito. A proposta do curso é essa, garantir a comunicação em todas as instâncias na mobilidade urbana na cidade de Mossoró. Nessas aulas vamos focar na comunicação dos agentes de trânsito para que eles se comuniquem em libras”, disse.

O curso de libras é aberto para agentes federais interessados. O vereador e responsável pela Frente Parlamentar de Trânsito, Alex Moacir, também esteve presente.

 

Portal Prefeitura