quinta-feira , 22 de junho de 2017

ABVAQ

Em clima de confraternização de fim de ano, a Associação Brasileira de Vaquejada recebeu o seu novo presidente. O criador Paulo Filho, popularmente conhecido como Cuca do Haras PFF, foi empossado na noite da última terça-feira (22) na cidade de Campina Grande-PB. Chefes de equipes, promotores de eventos e presidentes das principais entidades da vaquejada estiveram presente em mais um marco histórico da Associação que trabalha arduamente para legalizar a maior tradição nordestina como esporte. “Nosso foco será, sem dúvidas, a legalização da vaquejada. Existem algumas mudanças que temos que aderir e um grande passo da ABVAQ é investir no protetor de cauda”, adiantou o presidente da ABVAQ, Paulo Filho.

Quarto de Milha
O Agronegócio segue com perspectiva de queda bem menos expressiva que a esperada para o total da economia brasileira, que é de 3%, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI). O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) prevê um recuo perto de 0,7% para este ano. O PIB do setor retraiu 0,51%, sinalizando uma queda anual, em relação a 2014. Superando todos os prognósticos negativos divulgados por especialistas econômicos e sociais, o mercado do cavalo da família brasileira segue galopando de rédeas soltas. O segmento que movimenta mais de R$ 7 bilhões por ano não foi alcançado pela retração econômica e nem mesmo a aceleração da inflação acompanhou o seu ritmo. Dados da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM) indicam um crescimento de 35,4% na receita apurada pela raça em 2015. Até novembro, o montante chegou a R$ 264 milhões. A arrecadação é resultado da venda de mais de 6 mil animais das linhagens de Trabalho, Corrida e Conformação, em 173 leilões (100 presenciais e 73 virtuais).

Campeão
Após uma temporada repleta de etapas acirradíssimas, os melhores em suas categorias chegaram à pista do Parque Arthur Filho para encerrar 2015 decidindo o título de Campeão dos Campeões, deixando de lado a soma de pontos e colocando todos em condições iguais na disputa. Pilar-AL ficou pequena pra tantas emoções nesse fechamento do CPV 2015. A égua Mary Skipp Dash corria bem nas etapas do campeonato, até que se machucou e ficou fora do páreo durante meses. Mesmo assim, garantiu vaga no Campeão dos Campeões com a 25ª vaga. Ramiguel foi o 21º colocado na temporada, sendo esteirado por Suerivan (que montou Captain Hero) e representando o Haras Raio, montou esta filha do Roxão e conquistou o título de Campeão dos Campeões Profissional do CPV, com uma premiação inédita, levando 1 carro 0Km do Portal Vaquejada e 1 carro 0Km da Premiação Roxa (dada apenas ao animal campeão nesta categoria, sendo filho do Roxão).

Don Diego de casa nova
A mais nova aquisição do Haras MWM é um dos mais cobiçados animais da atualidade, filho do lendário ROXÃO e carregando ainda a genética de Don Diego Bars e Eternaly Fred. Investimento que bate recorde, pois é o mais alto valor pago em um potro no Brasil. O Haras MWM se destaca como um berço de genética da mais alta qualidade, ao adquirir o tordilho Don Roxo Diego, que se junta a Upgrade PK num plantel fortíssimo de Quarto de Milha. Ele chega para cobrir éguas Talento Bars, Upgrade PK, Holland Ease, Eternaly Rojo, Shady Steel, El Shady Zorrero, Don Diego, Principe Rojo e outras.

Verso e Prosa
Papai Noel
Um doido maluco e liso
Que não tem nem um real
As renas morrem todas
Na seca desse natal
E ele vive moribundo
Passando cheque sem fundo
Devendo a São Nicolau

Papai Noel de verdade
Vive liso e maltrajado
Seu saco rasgou no fundo
O seu trenó está quebrado
O seu pinheiro secou
E o cheque que ele soltou
Voltou sem fundo e cruzado

Lá no hemisfério norte
Onde o velho foi criado
Sua lenda natalina
Não trouxe mais resultado
Aí ele veio pra cá
Pra poder comemorar
Esse natal maquiado

Todo mundo no natal
É bom, entrega presente
Abraça um doido na rua
Sorrindo mostrando o dente
Quando se acaba o natal
Volta o mesmo quebra pau
Fica tudo diferente

Passamos o ano inteiro
Rasgando a mala do som
Sendo ruim, fazendo medo
Querendo sair do tom
Desde o tempo de menino
E no período natalino
Todo mundo quer ser bom

Você quer saber de uma coisa
Na terra daqui pro céu
Não sei da história dele
Nem que cor é o seu chapéu
Eu só quero amor e paz
E não saber nada mais
Desse tal Papai Noel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *